Velhas Amizades

Cerca de 209 frases e pensamentos: Velhas Amizades

"Quanto mais você fica velho, Mais Você percebe que quando você era novo, Faltavam dedos para contar quantos amigos você tinha.
Agora que você está mais velho, Você para pra pensar e vê que sobram dedos em uma mão pra contar quantos amigos você realmente tem."

Hiroshi Kitamura
Inserida por hks20
1 compartilhamento

Meu caro amigo, gostaria de lhe comunicar que irei morrer !!! com 120 anos !!!!
E gostaria de convidar você a tocar os últimos acordes do nosso velho violão, juntos.
O que me preocupa é que você é 20 anos mais velho que eu, no entanto, sempre o admirei por nunca recusares um convite meu e por seres um exemplo de perseverança para a nossa turma. Fico a sua espera ! Abraços!

Roger Freitas
Inserida por rogerfreitas
1 compartilhamento

Poeminha cheio de saudade!

Grande palito,
Velho amigo,
Aquele que me fez sorrir apenas com seu grito.
Palito, amigo,
Mestre das gargalhadas,
Das crianças recebeu as melhores risadas.
Mauricio; Palito,
Um ser único,
Um ser impar,
Um mestre,
Sábio rapaz,
Ágil, fugaz,
Inteligente...
Mauricio: Pessoa... Vivia sempre sorrindo e distribuindo alegria aos seus!
Palito: Personagem... Sempre sorrindo e continuando distribuindo alegrias aos seus!

Hoje, ainda com lembranças de você,
Sorrimos e nos divertimos com o que outrora nos contou,
Choramos de saudade e de inconformidade,
Por ter-te ido tão cedo.

Palito,
Velho amigo,
Grande personagem,
Ainda lhe tenho comigo,

Saudades de você amigo,
Vim por meio de todos que te ama,
Tomei a liberdade de escrever...
E dizer,
Que pra nós, você sempre será eterno: PALITO!

Wallace Neres
2 compartilhamentos

Como é possível estar rodeado de velhos colegas e se sentir sozinho? De tanto tentar ser amigo de todos acabei só. Não tenho quem se preocupe comigo quando eu preciso, sinto que a qualquer momento qualquer um pode tentar pisar em mim, rasgando uma “amizade” apenas para conseguir aquilo que deseja, ou em muitas vezes me procuram apenas quando precisam de algo como se eu fosse um misero empregado ou um objeto. Sinto desejo em ter alguém que me ame, que faça por mim o que eu faço pelos outros, mas meu medo de ser feliz é maior que eu e toda vez que tento me aproximar de alguém acabo enfraquecendo meu eu e me sinto fraco e incapaz, fazendo com que eu perca uma oportunidade única de ser feliz. A solidão é algo muito ruim, nos faz cair em nossos pensamentos e nos rebaixa ao mínimo que nossa auto-estima pode chegar, mas a solução para isso é simples, basta ter a coragem e achar a pessoa certa, é preciso paciência, mesmo que demore muito tempo, mas antes de tudo é preciso ter coragem para enfrentar seus próprios medos, retirar cada pedra no seu caminho, se mostrar superior ao que te impede de ser feliz, e quando alguém conseguir fazer isso me diga como. Sinto-me agora em um momento triste, estou derrotado, em minha carreira profissional sou um campeão, consegui chegar ao auge de tudo o que desejei, materialmente tenho tudo o que preciso para uma vida de qualidade, mas espiritualmente estou enfraquecido sem animo de sair com amigos, sem vontade de conversar, meu desejo é sumir, fugir de meus problemas joga tudo pro alto e dizer adeus. Não faço isso, pois tenho esperança e fé que um dia isso tudo vai mudar e eu vou me encontrar meu eu e tudo vai se encaixar e quem sabe assim vou poder ser feliz e ter a vida que sempre sonhei, sem medo de fracassar, pois o fracasso vem do medo de arriscar, da falta de autoconfiança. Eu sou meu inimigo e ao mesmo tempo a solução para meus problemas, basta eu tentar me encontrar para corrigir minhas deficiências e seguir minha vida de um jeito consciente e feliz.

Lucas Beltrame
2 compartilhamentos

Observação de mais um dia de sol.

Bem que hoje pus-me a rir. Um velho amigo, após muitos anos de convivência, virou-se a mim e disse: “Você é estranha”. Na hora não entendi direito quais foram as três palavras pronunciadas por aqueles lábios carnudos, mas ele fez questão de repeti-las. – Eu sou estranha. – Estranho foi ele perceber isso depois de tanto tempo.
Lembro-me a primeira vez que acreditei ser estranha. Foi numa dessas visitas que nossas mães costumam receber de velhas amigas. No meio daquelas fofocas de comadres, elas sempre tem que falar dos ilhós e minha mãe sempre tem que me envergonhar diante as amigas. Porém, eu gostava de tudo aquilo, me deliciava gargalhando por dentro enquanto minha mãe reclamava de certas atitudes que tomava. Mas naquele dia, algo ingênuo e que por algum motivo ficou marcado em mim, foi dito por minha mãe: “Minha filha adora ler, mas ela só consegue ler ouvindo música. Acho muito estranho porque ela não consegue prestar atenção em duas coisas ao mesmo tempo, mas ler e ouvir música, ela consegue. Lembro de um dia que ela virou para mim e disse: “Mãe, não consigo ler a Bíblia, falta música...”. Realmente, às vezes minha filha tem atitudes estranhas”. – Acho que com o tempo perdi essa mania, embora ainda seja muito mais delicioso ler um livro tendo uma trilha sonora de acompanhamento. Talvez seja por isso que eu tenho um pouco de dificuldade de ler em público – “falta musica...”. Na época eu tinha nove anos, e desde então vivo por observar minhas manias e as manias alheias. Digo, “vivo” não. Não é algo que faço durante as vinte quatro horas do meu dia. Porque devo concordar com minha mãe que sou muito distraída e confessar que isso não mudou – nem por um momento – desde aquele dia.
Ora, que manias mais estranhas eu tenho? Falar sozinha – mas duvido se existe alguém nesse mundo que nunca falou sozinho, então, isso não é tão estranho.



• • •



Eu gosto de comer primeiro a parte branca da pipoca e depois a parte mais “amareladinha”. Gosto de escovar os dentes dançando ou andando pela casa. Gosto de lavar louça em ritmo organizado: Primeiro copos, depois talhares, depois pratos, depois panelas e por último, vasilhas gordurosas. Também gosto de lavá-las em ritmo lento para poder pensar na vida, ou lavá-las ao som de belas músicas para poder lembrar de momentos engraçados, e claro, começar a rir sozinha. Gosto de colocar o celular para despertar duas vezes de manhã – às cinco horas e ás dez para seis – até porque se despertar somente uma vez, eu não acordo, não tem jeito. E dez para seis, para poder chegar as sete em ponto no colégio, ou pelo menos cinco minutos atrasada e não as sete e quinze e então ficar para fora. Gosto de escrever, mas raramente irei ler as resenhas que escrevo, eu publico noventa e nove por cento dos textos, sem ler, Aí vêm os erros de ortografia, digitação, blá, blá, blá. Gosto de ficar reparando as expressões das pessoas – o jeito de sorrir, de piscar, de falar, de gritar, de passar a mão no cabelo, essas coisas. Gosto de colocar a comida separada no prato – arroz separado do feijão, carne separado dos dois, salada nem pensa em entrar em contato com o resto da comida. Gosto de desenhar nas aulas que não são de Educação Artística, e nas aulas de Educação Artística não leio, não desenho e nem faço nada que a professora manda, creio que nunca estou inspirada quando tenho essas aulas, talvez seja a cara da professora. Gosto de ouvir música antes de dormir. (...) Isso são apenas gostos, restam mais deles e se eu for falar das ações estranhas e involuntárias, perderei horas aqui.



• • •



Adoro começar a escrever algo e ter uma idéia de escrever outra coisa que não se encaixa, fico perdida no que estava escrevendo e acabo encerrando os textos de maneira vazia. – Meu pensamento é muito disperso mesmo, às vezes me acho um tanto quanto “mal educada” por sempre me perder no que as pessoas estão falando. E o mais estranho, foi que meu amigo de anos, só percebeu minha desatenção e alienação constante, neste dia ensolarado.

Gabriella Beth Invitti
2 compartilhamentos

Sem querer encontrar velhos amigos, ajuda a nos aliviar do sentimento vazio que emana da grande maioria que nos rodeia!!!

Anderson - Vencedor
2 compartilhamentos

Eles disseram que me chamariam. Eu ainda espero vocês aqui, meus velhos amigos...

Sabrina Niehues
2 compartilhamentos

Uma vez, um velho amigo meu me disse, ingenuamente:
''Quando chego perto desta linda menina, minhas mãos tremem. Você poderia me dizer o que isso significa? Não compreendo.''
E eu respondi, subitamente: ''É amor, meu amigo. Isso se chama amor.''
Ele apenas sorriu e foi abraçá-la.

Bárbara Quinta
2 compartilhamentos

"E hoje quando sai pela porta da frente de casa, passei do portão, vi meus velhos amigos jogando bola no meio da rua. Como costumavam brincar nos velhos tempos. De repente fiquei animado e logo entrei na brincadeira. Isso me deixou contente, vendo nós voltamos no tempo, tempo que a felicidade pousava sobre nossos ombros. E quando peguei a bola e fui cruza-la eu olhei em volta e vi por um minuto a felicidade voltando, vi a saudade do passado morrendo e a felicidade se aproximando. Eu realmente agora acredito que voltarei a ser feliz, isso é só questão de tempo."

Luca Toni Duarte
2 compartilhamentos

Como já dizia, meu velho caro amigo e conselheiro Freud: Vemos no outro nada mais nada menos do que nossas projeções, ou seja, se vemos o bem, ou o mal...Estamos sim, a falar de nós mesmos. Alcione Alípio

Alcione Alípio
2 compartilhamentos

Meus amigos onde estão?

Li outro dia a seguinte frase, ``Onde andam meus velhos amigos?´´ É quase uma piada que alguns se sentem donos de nossa amizade porque só nos adornam quando estão a precisar de nossos afagos ou nosso auxilio.
Adoro adorar pessoas, mas confesso que elas nos colocam à prova o bom e velho sentimento, ao qual chamamos de Amor, e se aproveitam.
Não entendo porque esse interesse em alguns em nos assediar pra obter vantagens – Acho que eles se esquecem do ``É dando que se recebe´´.
Por isso, por definição escolho não julgar a essas pobres almas de espirito, mas em sentir pena por não entenderem que a vida além de cíclica é também compelida de uma lei primordial chamada `´Lei do retorno´´
Paz pra ser feliz.

Nilton Mendonça
2 compartilhamentos

É triste ver velhos amigos virando novos desconhecidos.

Desconhecido
2 compartilhamentos

A política hipocrisia nojo de ver amizade jogada fora por interesses entre velhos inimigos que por um bem comum o dinheiro passa por cima desse nobre sentimento.

Rildo lemes
2 compartilhamentos

Eu quero viver o leve, sem ter muito o que pensar, como uma amizade antiga, um chinelo velho, sem longas interrogações, sem ter que me preocupar com o modo que sento, com a quantidade que bebo, não ter medo de falar palavrão, quero a intimidade de poder ficar em silêncio e que isso não signifique mais do que sentir paz a dois, passei da fase das paixões sem freio, sem rumo, a maturidade me trouxe a felicidade de perceber o amor nas coisas simples, como Cazuza disse " quero a sorte de um amor tranquilo com sabor de fruta mordida ", não a tranquilidade de um cemitério, da indiferença, onde não se sente, mas da tranquilidade de poder partilhar, dividir e somar.
Ter o tempo de poder se descobrir, e descobrir o outro, saber amar, deixar alguém te amar, se permitir, permitir o outro, não quero longas declarações no Facebook, eu quero a leveza do verdadeiro, a certeza que amanhã é dia de construir mais um dia juntos, isso serve para as amizades também, amizades que você tem que ter muitos dedos para lidar, sempre pisando em ovos, não quero, quero a tranquilidade de poder ser eu mesma, não tem nada mais gostoso do que alguém te aceitar exatamente como você é.
Eu precisei quebrar muito a cara pra perceber, que o lugar da gente é onde se vem com facilidade, sem a angústia da aprovação, o que é nosso está sempre apontando na próxima esquina, não nos esquece, não nos abandona, sorriso fácil, facilidade pra chegar até nos, é aquela amiga que se sente a vontade pra sentar perto de você na faculdade, aquele amigo que nunca esquece de você e está sempre mandando uma mensagem desinteressada, aquela pessoa que você não dava nada por ela e até hoje está na sua vida e você não entende o porquê, os sinais são simples, mas as vezes requer olhar com calma para perceber os amores que temos na nossa vida.

Fernanda de Abreu Ramos
2 compartilhamentos

Encontrar com velhos amigos é como repaginar a si mesmo.

Rosicleide David
Inserida por RosiDavid
1 compartilhamento

Para meus amores, cinzas de velhas cartas.

Para meus amigos, minhas eternas dúvidas de sua indole.

Para meus inimigos, meu perdão.

Cindy Sabag
Inserida por candia
1 compartilhamento

O único defeito da infância, e dizer xau para os bons e velhos amigos.

Adson Jácome
Inserida por jacome
1 compartilhamento

Não abandones um velho amigo, pois o novo não valerá.

Eclesiástico (9,14)
Inserida por pollyfaraj
1 compartilhamento

O espelho da vida
O melhor espelho da vida é um velho amigo,
o amor é sabedoria nos loucos,e loucuras nos sábios
Não esperes que cheguem as circunstâncias ideais nem a melhor ocasião para atuar, porque talvez não cheguem nunca.

Glendha
Inserida por glendinha24
1 compartilhamento

desabafo (-Amigos)

eles sao a familia que a gente escolhe ter.mais velhos,mais novos,maiores,menores.tanto faz! o importante é que quando a gente precisa eles estao do nosso lado.nos consolando,falando uma palavra confortadora ou as vezes simplismente fazendo presensa.as vezes briga com agente,e as vezes falam coisas que a gente nao quer ouvir mais eles sempre estao certos dedico essa pequena homenagem ao meu melhor amigo meu maninho claudio henrique

Minha altoriia
Inserida por afcl
1 compartilhamento