Texto de Sexo

Cerca de 114 texto de Sexo

Eu pensei em ser feliz ! E sou !
Eu pensei em viver ! E vivo !
Eu pensei em conhecer o mundo ! E conheço !
Eu pensei em amar ! E amo !
Eu pensei em ser rico ! E sou
Eu pensei em me apaixonar! E me apaixonei !
Eu pensei seriamente em mim e conclui :
Não me atrevo a pensar em nada que não me edifique.

Roger Freitas
Inserida por rogerfreitas

PERNAS PRA QUE TE QUERO

(Cântico)

Pernas, pra que te quero?
Velozes, inquietas, entrelaçadas;
Presas a mim, abertas - descobertas.
Cruzadas - Ah, nó sem fim....

Brancas, vermelhas - Floridas com curvas.
Torneadas, desmaiadas - sobre a cama.
Enforcam-me, mordo, tiro o laço,
Escorrego, abraço - mergulho no abismo.

Sanha a boca, abrocham os lábios.
Desabrocha a fenda, floresce; adormece,
Arrepia os espinhos, fere-me o peito.
Devoro caminhos, me perco nas coxas.

Me encontro, na fonte da vida,
Entrando e saindo; salivando palavras.
Murmuro desejos, doces desejos!
Azedam os beijos agridoce sabor.

Da gruta à floresta, bosque sombrio,
Denso nevoeiro: noturnos silêncios,
Doloridas saudades. Orvalhadas contínuas,
Jorram - luminosas tempestades!

(Lamento)

Pernas, pra que te quero?
Trêmulas, frias e assombrosas.
Se não, para fugir do mundo!

Pernas, assim me perco. Morro!
Fecha-se o cerco, murcham os lírios,
Feneço nos campos...

Pernas, abram-se a mim, perto do fim.
Ainda não acabei. Pernas, escorrem de ti
O sol das manhãs, tardes afins.

Pernas, este canto se encerra,
Com versos floridos, umedecidos,
Por nectários desejos....

Diego Evair
Inserida por DiegoEvair

Tinha sede e fome dela...
Apetecia comê-la pura, ou com molho amanteigado
que escorria do cozimento...

No azeite do preparo, deitar sua amada,
temperando ao ponto de impregnar as papilas,
antecipando o momento da degustação...

O odor inebriante exalado do ensopado,
era mais um ponto a aguçar o apetite,
gratinando a carne até ficar "ao dente".

Prato pronto, ai sim,
levar à mesa, ou à cama,
e fazer jus ao nome: comida!

Lina Marano
Inserida por linamarano

Preciso dizer o que quero?

Decidi ligar para você
Só para saber se não está fazendo nada
Se pode sair comigo pra qualquer lugar
E só voltar de madrugada

Não precisa ser um lugar especial
É que eu sozinho não fico legal
Prefiro deitar em cama bagunçada

Sabe...
As últimas coisas que fiz com você
Por mais completas que me pareceram ser
Prefiro pensar que estão inacabadas

Decidi ir ver você
Ficar ao pé da escada
Esperando que abra a porta
Esperando que esteja animada

O que vamos fazer não importa
Com você seguirei qualquer estrada
Só peço que na volta me descanse a alma
Em fria chuva, me chame em chamas para sua casa

Douglas Azevedo
Inserida por AZEVEDODouglas

No escuro do quarto,
Olhos fechados,
Te imaginando,
Te sentindo,
Te buscando,
Nesse instante,
O mundo parou para nós dois...
Te amo, te chamo,
Nossas línguas se encontrando,
Nossas mãos,
Num frenesi urgente,
Nada mais importa,
Congelamos nosso instante,
Se o mundo acabar agora,
O que importa ?

Cristy Paes
Inserida por Cristypaes

Não é difícil encontrar quem diga respeitar e ser à favor do movimento LGBT, mas se sinta pessoalmente ofendido e particularmente abalado ao ouvir ou dizer que Deus é gay. E o fato de que essa afirmação é comumente interpretada como uma ofensa ao suposto todo-poderoso serve como uma triste prova que o preconceito e sentimento de anormalidade ainda está enrustido dentro da maioria de cada um de nós.

Mas, afinal, qual é o problema em Deus ser gay? Nenhum, quando finalmente atingirmos o ápice do respeito e da compreensão às escolhas alheias.

Ramon de Souza
Inserida por ramonrain

Ali bem debaixo de nossos pés, nos caminhos onde pisamos todos os dias em nosso interminável ir e vir, parte do nosso frenético correr, muitas vezes destinado a não alcançar lugar algum... Lá está uma cidade escondida, encoberta aos olhos de todos, mas bem visível e conhecida ao atento ser interior.

Debaixo de cada belo e florido jardim, uma pútrida latrina que tenta disfarçar seu funesto bafo usando da simplicidade do perfume de rosas, que por sua causa perecerão inexoravelmente em breve tempo.

Sob majestosas avenidas, por onde se percorre em aparente segurança, lúgubres túneis escondem o perigo do trágico soçobrar iminente. Iluminados e largos caminhos a contrastar com o errático tatear das trevas. O vívido e arterial mover, a conviver bem de perto com a moribunda calma.

Ornados templos, de vívidos cultos; lugar das mais sublimes expressões de virtudes, a dividirem seu subterrâneo solo sagrado com profanas masmorras, onde vicejam, à luz das sombras, abjetos seres em estados viciosos.

Como pode uma cidade inteira esconder-se nas sombras? Como pode lançar seus 'ais' sem ser ouvida? Como podem não ser sentidos pelas narinas, os mortíferos gazes que emanam por todos os lados? Estarão os cidadãos de aqui ou os de lá mortos? A limpeza de cima põe em claro e inegável contraste a sujeira da cidade oculta, mas nada é visto; nada é sentido!, e assim continua se vivendo a vida na cidade de cima, sem se dar conta da cidade escondida porém bem presente.

Segue-se vivendo... ou morrendo?....

A Cidade Escondida
Mateus 23:27-28
Por Samuel Amorim Oliveira
em 11 de outubro de 2013

Samuel Amorim Oliveira
Inserida por CadinhDeProsa

Você nasceu por que?
Tem gente que nasce para ser médico
Tem gente que nasce para ser mãe
Outros, para ser filho
Gente que nasce para ganhar dinheiro
Outros, para ser feliz
Outros, estão só de passagem
Tem aquele que nasce para ser um bom marido
Também tem aquele que apenas nasce
e morre sem saber por que nasceu

Eu?

Ah, eu nasci para amar.
Eu acho isso bonito.
Acho isso ridículo.

Mas essa sou eu.

Josane Hodniki
Inserida por josaneph

Eu não sei quantos anos Tolstoi tinha quando escreveu que a verdadeira felicidade está entre as alegrias da família. Tenho 34 anos e tenho certeza que não tem mesmo felicidade mais real que a de poder compartilhar momentos com a família.

Não me vejo morando mais que 100 km de distância da minha mãe ou do meu pai. Isso não quer dizer que não possa morar. Só acho difícil ser mais feliz do que sou com eles aqui, pertinho de mim.

Josane Hodniki
Inserida por josaneph

verdadeira solitude esta na morte,
no fim só o pó,
diante as tristezas e lamentações,
tudo esta morto, perdido,
em tuas lamentações,
o desejos são meramente um passado
em chamas do qual a eternidade não apagará a dor,
nesse leito escuro sois a face da morte consumindo meu coração.
por celso roberto nadilo

Celso Roberto Nadilo
Inserida por hellmouse666

Amor denso...

Lembro-me que houve tempos não distantes, que com um toque macio incendiava.
Despretensiosamente em ósculos repletos, onde minha boca junto a sua deleitava.

Na escura manifestação da noite, ou na claridade da visão do dia.
Com a pele delicadamente macia, meu corpo junto ao seu ardia.

Na busca afável do nosso prazer, seu corpo despido minha mão percorria.
Que perfeitas curvas as faziam perder, sentidos com a leveza e sem avaria.

Por vezes em local incerto estávamos, divã, tálamo ou frente ao polido de aço.
Podíamos olhar além dos olhos, que amávamos forte, profundo em um abraço.

Que sempre ali você acendia, abrindo-se para eu justapor seu âmago.
Permitindo contato que fazia intenso, dentro de ti breve relâmpago.

Então você o consumia todo, reto, ereto como meiga e linda mulher.
Em movimentos viciantes e densos, fazendo sentir tudo que se quer.

Fechávamos os olhos para somente sentir, fazendo trocar fluido continuo e quente.
Como um vulcão que está prestes a explodir, movimentos... repetindo-os ferozmente.

Ao explodir estávamos em grata paixão assim.
Eu tendo você toda e você tudo de mim.

Gleycon Schneider
Inserida por GleyconS

REVERENCIA AO TODO

Obrigado coração que ja me matou de amores, jorrou rios de minha seiva por dentro de eu e me ensinou o perdão.
Obrigado pulmão que ventanias ja me fez engolir.
Obrigado orelhas que tanto segredo ouviu e boca que tantos contaram.
Obrigado olhos espelho de minh'alma.
Obrigado boca, lingua e grandulas.
Obrigado exofago, pancreas, tripas, intestinos delgado, grosso e fino.
Obrigado neuronios, meu cerebro um tanto real.
Obrigado meus pés pela estrada, aos braços pelas construções e mãos pelas tombos que a todos sempre ajudou a reerguer.
Obrigado irmãos, porque nós todos juntos formamos o eu.
Obrigado por nunca terem me decepcionado, por jamais me abandonarem, por comigo chegarem donde aqui estou, donde aqui estamos.
Obrigado carater, honratez, caridade, solidariedade, moral e lealdade que sempre me acompanharam.
Obrigado meus ocultos irmãos.

Janicelio
Inserida por janicelio

Dia 02 de Novembro. Dia de amados.

Hoje eu não vou a cemitérios.

Hoje é o dia que escolhemos para homenagear nossos mortos.

Dia em que muitos se dirigem aos cemitérios, visitam túmulos, os enfeitam, relêem as inscrições nas lápides...
Muitos reservam alguns momentos nesse único dia, para lembrar, aqueles que morreram e já foram esquecidos, acho isso um tanto hipócrita e totalmente desnecessário.

Não que eu também não tenha meus próprios mortos, para lembrar ou revisitar, mas faço isso, no cotidiano, mantendo-os vivos em mim e buscando as referências, de suas vidas, em suas obras...

Hoje eu não vou a nenhum cemitério.
Aos esquecidos, seria desonesto, tal fingimento e aos que mantêm-se vivos em mim ou em suas obras, seria completamente desnecessário.

Não vou a cemitérios.

Tenho pra mim que, assim como, Mario Quintana, aqueles que um dia viveram, não estão lá.

Alexandre Felix Campos
Inserida por nihilista

Os circuitos amorosos
Momentos culminantes são aqueles de amor mágico, instantâneo, quando duas pessoas se encontram numa curva da vida e se sentem magnetizadas uma pela outra, como se uma força irresistível as atraísse.
Esses encontros "não marcados" geram uma sensação de euforia, de encantamento, que nos joga para fora da realidade, para uma outra dimensão, em que perdemos a noção do tempo e espaço.
Mergulhamos totalmente no outro e nos deixamos envolver. Vibramos numa intensidade anormal, só por ele, e experimentamos, de maneira profunda, uma sensação de incredibilidade: "Não acredito que isso esteja acontecendo comigo!" ou "Será possível que encontrei aquilo que vinha sonhando(com os olhos fechados ou abertos) há tanto tempo?". É essa a descoberta maravilhosa que as pessoas chamam de amor à primeira vista.
Mas será que isso é amor de verdade?
Acontece que, em certas ocasiões, um determinado traço físico ( um sorriso, um olhar) de uma pessoa provoca uma lembrança excitante ou prazerosa de alguém a quem amamos. Isso gera uma "faísca", uma atração, que logo vem seguida de projeção, isto é, nós atribuímos a essa pessoa qualidades que nem sabemos se ela tem ou não.
O amor à primeira vista é construído não a partir da realidade, mas de uma imagem. É como se você, que está se apaixonando, fosse um pintor, pegasse uma tela em branco e pintasse, ou seja, projetasse nela o seu ideal: a mulher ou o homem dos seus sonhos.
Às vezes pode ocorrer do outro corresponder e até ir além das expectativas. Nesse caso, a atração se transforma em amor.
Parece que as pessoas que se apaixonam instantaneamente têm dentro de si uma imagem mental idealizada do tipo de homem ou mulher que gostaria de amar e que, por sua vez, preencheria todas as suas necessidades. Você entra num bar, numa discoteca, vê alguém que poderia se encaixar nesse papel e...acontece! Todos os seus sonhos, todos os seus desejos são imediatamente transferidos para essa pessoa. Ela vai te saciar, te completar, te compreender, te carregar no colo, nos ombros, nas costas. Quem sabe? Não importa.

Sibéle Cristina Garcia
Inserida por Sibelecristina

Quando você for fazer amor, se desnude de tudo.
Tire os diplomas, o status, os sucessos, os fracassos, as etiquetas, os títulos, as chaves de suas portas, a grana, os cartões, as besteiras convencionais.
Desnude-se de pecados imaginários das mentes medrosas e presas a solicitudes diminutas e medievais.
Tire tudo até que te reste apenas a sensualidade, o desejo e a vontade de sentir o prazer.

Professor Galvão
Inserida por galvibest

Cartas Para Ela:

[Goze a minha dor]

Ela fodia,
Ela gemia,
Ela gritava,
Isso me fodia.

Fui obrigado a ouvir,
Fui forçado a ver,
Fui ensinado a aceitar,
Que não era eu quem a fodia.

Cada sorriso dado,
Cada beijo roubado,
Cada abraço apertado,
Tudo agora era passado.

Dói não mais senti-la,
A falta do toque me aniquila,
Me afogo em garrafas de tequila.

Inacreditável que aquilo era o final,
Tudo parece tão surreal,
Ah, maldito amor marginal!!

Kaíque de Azevedo
Inserida por KaiqueDeAzevedo

E no fim de tudo sobra o cansaço, do abraço apertado, do respirar partilhado, do suor bem colado;
sobra o silêncio nas palavras, não caladas, tão bem declaradas, com amor, com ternura e com paixão declamadas;
sobra a cabeça apoiada, no ombro deitada, pelos dedos tocada de suave canção.

E no fim, bem no fim do furor, sobra a paz sossegada e a paixão encerrada no gemer da explosão.

E assim é o amor!

Nara Juscely Minervino de Carvalho Marcelino
Inserida por nara.juscely

Olha você e não senti vontade novamente é um erro
Estou aqui de novo pronta para uma nova dose
Beba do meu corpo
Ser perca em minha boca
Quando ser trata sobre você só sei deseja mais e mais
Você me deixa em chamas seu nome esta em meu corpo
Me escorrego nesse seu corpo quente
Vou mergulhar no seu olha quantas vezes eu quiser
Você sabe fico a noite toda acordada não paro
Ative essa zona de perigo que tanto amamos
Se encaixe nesse conjunto tão bom não me solte!
Quero chegar nos nossos últimos níveis dos nossos corpos
Me espire por completo

Luzia Delmon
Inserida por LuziaDellmon

Não reprimo meu desejo!
Como tudo que tenho vontade
Bebo tudo que quero e na quantidade que posso
Realizo os meus planos inconsequentes
Transo sempre com minhas ousadias
Faço amor com quem me der na telha
Durmo pouco ou muito quando estou com vontade
Eu desejo o meu desejo e pelos meus desejos pago o preço
Só loucos são felizes nessa vida
Só loucos!

Eduardo Gonçalves de Castro Andac Salgueiro
Inserida por eduardodcastro

Nossa, olha pra você!
Já parou pra pensar nas inúmeras oportunidades que deixou passar por uma tola timidez ou por sentir-se incapaz de oferecer aquilo que você acha que a pessoa espera?
Muitas vezes o maior inimigo de algumas pessoas não é a timidez, não é a estética e muito menos a classe social, na verdade, na maioria das vezes a insegurança destorce a realidade e faz você se auto-afirmar que é incapaz e ilegível de ser desejado.
Cada pessoa possui uma visão de beleza diferente, seja física ou psicológica. Algumas pessoas gostam de magros, esbeltos, descolados, outras gostam de gordinhos, nerds e alternativos. Algumas pessoas gostam de gente complicada, que vive em um problema e outro e outras adoram alguém simples, sem nada, que vive um dia como se fosse o de ontem.
Cada pessoa nesse mundo é única, com sua forma de pensar, agir, expressar, ver a vida e a beleza da mesma de sua forma.
O que é defeito para alguns e qualidade para outros, e vice-versa.
Cada um possui sua qualidade, defeito, valores e a soma disso tudo resulta em uma personalidade única e incomparável.
Seus 'problemas' e 'defeitos' podem agradar alguém e você nem sabe, você deve ser o motivo dos devaneios de alguém e nem imagina, e adivinha? Alguém pode ficar horas no banho pensando em você, e você nem sequer pensou nisso.
Não se sinta inseguro, não se sinta incapaz, agarre e aproveite os presentes que a vida esta lhe dando, considere-se um afortunado e receba de bom grado.
Provavelmente, você já deve ter ciência de que nada é para sempre, tudo tem seu limite e caso não esteja ciente disso, vai se preparando.
Você foi presenteado com uma vida, limitada, teve hora e data de início e terá data e hora de fim, nesse meio tempo, beba um café, dance um pouco, faça o que quiser e com quem quiser, mas faça com alguém.
Lá fora, tem inúmeras pessoas dançando sozinhas, bebendo sozinhas, dormindo sozinhas e dentro delas, há aquilo que você procura, assim como dentro de você há aquilo que elas desejam.
Dê brechas e oportunidades das pessoas entrarem em sua vida, e mantenha quem lhe faça bem.
Você é lindo(a) e especial, não se esconda, se encontre e faça com que te encontrem.

Branquinha Lins
Inserida por BranquinhaLins