Tag suicidio

1 - 25 do total de 50 com a tag suicidio

Mau Humor
Os que metem uma bala na cabeça retiram-se deste mundo batendo com a porta.

Mario Quintana

Os suicidas, mesmo os que planejam a morte, não querem se matar, mas matar a sua dor.

Augusto Cury

Se a sua vontade de morrer for maior do que a de viver você já está morto.

G.Q.N

Grito teu nome em pensamento quase todos os dias, e daqui do chão do meu quarto vejo o que me resta de sanidade cometer suicídio.

Paola Sanfer

Elogiem os artistas ainda vivos. As vezes eles precisam disso para "nao morrerem".

Lu Oliva
Inserida por korukru

Estou tão cansada....
tudo o que eu havia escrito, a internet fez questão de apagar.

Lumer
Inserida por Lumer

VEJAM O CLIPE EOUSAM O VOLUME MÁXIMO!
Estou tão cansada..

Asleep

The Smiths


« Esconder original alinhar texto à esquerda texto alinhado à direita



Asleep

Sing me to sleep

Sing me to sleep

I'm tired and I

I want to go to bed

Sing me to sleep

Sing me to sleep

And then leave me alone

Don't try to wake me in the morning

'Cause I will be gone

Don't feel bad for me

I want you to know

Deep in the cell of my heart

I will feel so glad to go


Sing me to sleep

Sing me to sleep

I don't want to wake up

On my own anymore

Sing to me

Sing to me

I don't want to wake up

On my own anymore

Don't feel bad for me

I want you to know

Deep in the cell of my heart

I really want to go


There is another world

There is a better world

Well, there must be

Well, there must be

Bye bye



Adormecido


Cante pra eu dormir

Cante pra eu dormir

Eu estou cansado e eu

Eu quero ir pra cama

Cante pra eu dormir

Cante pra eu dormir

E então me deixe sozinho

Não tente me acordar de manhã

Porque eu terei ido

Não se sinta mal por mim

Eu quero que você saiba

Do fundo da cela do meu coração

Eu ficarei tão feliz em partir


Cante pra eu dormir

Cante pra eu dormir

Eu não quero mais acordar

Em mim mesmo

Cante pra mim

Cante pra mim

Eu não quero mais

Acordar em mim mesmo

Não se sinta mal por mim

Eu quero que você saiba

Do fundo da cela do meu coração

Eu realmente quero ir


Há um outro mundo

Há um mundo melhor

Bem, deve haver

Bem, deve haver

Adeus

The Smiths Asleep
Inserida por Lumer

Estou com o coração cheio de ódio, me sinto sozinho, não tenho amigos, estou sem trabalhar, sem dinheiro, sem perspectiva de ter dinheiro, me sentindo um inútil completo... sei que tem coisas que preciso fazer, mas tenho um medo e uma preguiça que me acorrentam estagnado no lugar onde me encontro... o presente.
35 anos depois de nascer me vejo fraco, sem poder sequer respirar direito, porque o cigarro não deixa, vendo o que não posso ter, vendo a vida acontecer, vendo um filho que nunca tive crescer... a ansiedade me ataca a azia, o medo me segura preso ao passado, o ódio me maltrata a alma... parece que vou morrer, as vezes tenho certeza que não vou longe... também, fumando, engordando, vivendo de passado, com o coração cheio de raiva, cada vez mais longe de uma resposta espiritual pras minhas angustias... não sei onde isso vai dar.

Alfred Skull
Inserida por alfredskull

Amar, em alguns casos é deixar ir, fingir que não ama, pelo simples fato de querer o bem, pois ter pensamentos suicidas diariamente pode trazer exatamente o sofrimento para esse alguém.Prefiro sofrer em vida, que fazer outros sofrerem a minha morte. O que eu também poderia chamar de amor altruísta.

Isa Pereira
Inserida por IsaPereira

Eu espero que você não volte, porque se voltar eu te aceitarei de volta, mas se não voltar você esta me dando a oportunidade de conhecer alguém bem melhor que você.

Biianca Ellen
Inserida por tristezatriste

ELA...
Amava a noite, pois era o símbolo da solidão;
Amava o pôr do sol, pois apesar de parecer triste, no outro dia se mostrava poderoso;
Amava fotografia, pois se encantava com a forma que ela eternizava cada momento;
Amava a clima, pois mesmo quando fria era linda;
Amava a água que caía das cachoeiras, pois mesmo com quedas tão altas nunca deixou de percorrer seu caminho. Ela amava muitas coisas.
Tinha medo das pessoas, pois como ela estas sorriam sem vontade;
Tinha medo do vento, pois este vinha e sumia num instante;
Tinha medo de palhaços, pois esses se diminuíam para ver o riso de sua plateia;
Tinha medo dos pássaros pois esses sempre partiam para longe todos os verões.
Tinha medo do mar, pois seu mistério lembrava a ela mesma. Ela tinha muitos medos, ela...morreu.
Mas ela não tinha medo da morte? Tinha.

Luana Souza(Minha autoria)
Inserida por LuahSouza

Pessoas amam perguntar ou opinar sobre suicidas ou psicopatas como nós!
Ja me cansei de ouvir, "Isso não e justo com seu corpo" ou "Ele é estranho, pois se corta" ou "Que coisa de imbecil se cortar e tentar se matar toda noite!"...
De um tempo para cá comecei a responder essas "opiniões"...
Resposta:
"Tem muita coisa que eu aguento sorrindo, que você não aguentaria chorando, presta atenção rapaz e o meu corpo que esta sofrendo e não o seu eu sorrio todo dia, mas você nunca sabe oque estou pensando! Você se importar comigo? Há, você acha que se importa comigo! Vai viver sua vida vai."
De valor a quem realmente se preocupa com você não a esses imbecis e ignorantes que caminham la fora!
Dizem que você e estranho(a)? Valorize isso porque se você e estranho quer dizer que você e diferente daqueles idiotas que são todos iguais!
Saiba, que mesmo você sendo estranho(a), tem outros na sociedade como você mais nunca existem suicidas iguais eles são quase iguais, pois cada um pensa diferente, utiliza uma personalidade diferente, uma forma de se auto-mutilar diferente, uma mascara diferente! Todos somos iguais a mesma coisa só que cada um tem um detalhe especial diferente!!
Saiba se alguém te desvalorizar! Nós seus "Irmãos de Laminas" Te valorizamos!!!

Error
Inserida por Error

Amar. Verbo Transitivo Direto. Ou seria de ligação? Liga quem não está perto. Faria sentido pois pode dar qualidade, característica sobre suas intenções e indicar se você pretende ser, continuar, tornar-se ligada a mim, ficar, estar e permanecer forte em busca de um fim. Em comum.

Incomum, abstrato, porém um tanto quanto concreto. Casal, substantivo coletivo, par, são dois, deriva ao afeto. Violento. Irracional. Perigoso. Descontrolado. Positivo. Neutro. Negativo. Ofuscado? Ego que não desapega de ser solitário, apegado ao orgulho do coração fraco.

Vivido. Revivido. Eu revivo. Pois senti e quis ler e reler esse livro de paginas em branco que eu escrevi. Recitei, cantei, falei, transmiti, citei, eu sei que ele entrou por que eu permiti. Bateu na porta como quem não queria nada, me abraçou, me beijou, acendeu as luzes e se apagou. Caos. O plano era não deixar o café esfriar. Esfriou.

O vento passou, e levou. O tempo chegou e vôou como um pássaro livre bateu suas asas e ganhou o oblíquo indescritível de quem um dia vivenciou o amor. A semente brotou, cresceu, renasceu e voltou, por que eu aceitei quem sou. Minha companhia transborda o amor próprio que eu avistei em quem me criou, dois brotos no mundo que não abdicaram desse pobre solo que secou.

Cá estou, escrevo, apago, rescrevo, leio. Devaneio. Desespero. Desde o momento em que eu releio, me vejo e me perco. Me lembro do que não deveria, e penso. O sol está indo, um dia propenso pra ter sentimentos. As paredes caem, o gelo amolece ao meu redor. Cabeça a milhão, problema na mente e muito suor.

E ninguém entende o por que da gente não ser o melhor, o dia foi quente, porém diferente, mas não foi o pior. O seu cargo aqui é bem importante, então me prometa. Pare, respira, inspira e aceita o seu lugar no planeta. Persista, batalhe sem armas, somente o amor será capaz de mudar os problemas que a gente criou.

Então por favor, desista do ato e sinta o que eu sinto, veja o que eu vejo pois esse amor é puro, não minto. Levante a cabeça e jogue esses remédios no lixo. Um sentimento tão limpo não tem a ver com isso. Mantenha a calma, faça sua prece e peça paciência. A presença não dói, pois o que machuca é a sua ausência.

Largue essa faca, perceba o que eu percebo. Tire essa dor do seu peito, afaste-se do parapeito, e não pule. Não beba, não atire pra amenizar, por favor, não fume. Sua alma é forte, eu vejo seus cortes, você é insubstituível. Por trás do cenário, e dos holofotes, é inconfundível, eu sinto.

E pinto a tela da nossa canção de glória e vitória. Canto para os pássaros todas as nossas histórias. Pois somos sobreviventes, e mesmo assim, sobreviveremos. Um grupo bem diferente que ama e eu amo, assim nós viveremos. Todos arranhões são só lembranças de raios e trovões de cada batalha que vencemos. Assim caminhamos, e como eu te amo, você vai ficar feliz. Sua vibe é incrível, fica bem, fica aqui, escuta o que a gente diz.

Fica. Por amor?

Lucas Barros Ribeiro
Inserida por lwithbr

O silêncio na minha mente ecoa.

Bruno A.
Inserida por bruninhopsj

me leve daqui por favor!!
já não aguento mais
solidão,desprezo,
indiferença,
caminho pelas ruas e me sinto invisível,
não sinto mais o menor prazer na vida,
talvez o suicídio seja mesmo a melhor forma de libertação.

solitario1
Inserida por solitario1

"Se por um descuido Deus te fizesse eterna minha mãe, me mataria"

Argeu Ribeiro

Menina Da Sacada

Tá vendo aquele vidro?
No 15° andar
Ele foi quebrado
Alguém se jogou de lá

Era uma linda moça
Parecia ser muito forte
Mas a vida é traiçoeira
Ela preferiu a morte

Ela não aguentou
Saber que sua família
Não tinha salvação
Aquilo a abalou
Mas ninguém percebia
Indefesa e sozinha
Não aguentou a pressão

Ela não se suicidou
A sociedade a matou
Ela só terminou
O que a família começou

Os vidros foram trocados
O suicídio esquecido
Mas o lugar foi marcado
Por uma fuga desse inferno

Thiago Rodrigues Anjo013
Inserida por ThiagoRodrigues107

Se achar que a vida é ruim, se mate não Ira sentir Isso nunca Mais (não vai sentir mais nada para falar a verdade).

Alexandre Lopes
Inserida por MalucaoDoKinderOvo

Lágrimas Escondidas

Estava presa a um labirinto, andava em meio às sombras, escondendo-me na escuridão, camuflando-me entre as paredes. Sentia-me invisível, mas mesmo assim ele me via.
Seu olhar sombrio encontrava o meu, o sorriso sarcástico surgia em seu rosto pálido sujo de carvão. A maldade morava ali.

Eu era um ser tão indefeso, como um passado fora do ninho, aos poucos ia morrendo por dentro, apenas suplicando pela infância perdida.

Minha inocência fora tirada, minhas bonecas jogadas ao chão, encurralada pelo desespero e tomada pela agonia, busquei socorro em meio à multidão
Ajoelhada no chão, me afogando em súplicas e lágrimas, lágrimas sem fim. Todos ao meu redor me olhavam, porém não me viam, eu gritava, mas minha voz era muda, minhas verdades eram mentiras e minhas queixas apenas desculpas.

Ah como eu o temia. Meus cabelos encobriam meu rosto triste, as roupas de inverno escondiam meu corpo em pleno verão e a solidão escondia minha aflição.

Eu me afundava em um buraco, em meus punhos serrados escondia meu único trunfo, o qual me livrou da maldade. Aquele olhar sombrio nuca mais me encontrou, nunca mais me tocou, mas sua marca deixou.

Mesmo em um passado distante as cicatrizes ainda pulsam, minha inocência jamais fora devolvida, o medo nunca desapareceu e ainda posso sentir o frio na espinha e a angustia da mesma menininha que nas sombras se escondia.

Confira mais em: www.ovoodafenix.com.br

O Voô da Fênix
Inserida por ovoodafenix

NAVALHA

A multidão me cerca
E o fio da navalha é rente
Quanto mais amor me negam
Mais me aperta o ventre

A navalha é afiada
E tem a lâmina ansiosa
Minha garganta luta
Mas por solidão minha força esgota

A multidão dissipa
A navalha vence
A garganta sangra
E me descansa o ventre.

Luan Lary
Inserida por luanlary

Todo Prazer, toda dor, toda alegria, toda tristeza... no final vira pó.

Marcelo A. E. Santo Lima
Inserida por MarceloAESantoLima

Acordando pela manhã.

Aquele desanimo que domina, sensação de cabeça leve,
Não quero levantar da cama, nem que em Floripa caia neve,
O céu já não parece mais azul, tudo opaco, tudo cinza,
A alegria já não existe, o sorriso virou um rosto ranzinza.

Um aperto no peito, até chega a ser sufocante,
Uma preocupação a todo momento, a todo instante,
Sensação de choques pelo corpo, sempre de forma intensa,
Quando o corpo não esta bem, a mente nem pensa.

O sol na rua brilhando e meu dia parece nublado,
Já não reconheço o caminho, pareço um cachorro assustado,
Em cima da cômoda, remédios jogados de qualquer jeito,
A cada cigarro que acendo é um trago pro peito.

Sentimento que nada mais vai dar certo.
Prefiro a solidão do meu quarto, não quero ninguém perto,
Terei um fim, será que tenho essa sorte?
Ou a única solução esta na morte?

Bruno A.
Inserida por bruninhopsj

Não existe vida, nós simplesmente existimos.

Allan Burn
Inserida por AllanBurn

Sabe quando se perde a sensibilidade? A vida passa no automatico e os dias se esvaem pelos seus dedos de forma fria e ríspida? Quando a alma está vazia de qualquer sentimento bom, e um buraco enorme arde em seu peito? Nada consegue amenizar... Sabe quando já não dói mais? O vazio é tão grande que nada dói, são sempre feridas abertas e anestesiadas, paradas.
Minha vida esta assim, minha alma esta assim, eu sinto que me perco maos a cada dia que passa, eu me afundo mais. n
Essa vida é mesmo sem sentido, você vive pra fazer os outros felizes, você se doa e nada em troca recebe. Ou será que o problema sou eu e monha dificuldade em ser feliz? Pessoas entram e saem, eu simplesmente não consigo mante-las a mim, há um bloqueio, um muro que me impede de ser feliz de verdade. Eu sei, estou nova demais para dizer algo assim, mas eu não consigo me lembrar de algum momento daminha vida onde eu estive feliz e realizada. É sempre assim, tristeza atras de tristeza.
E aos que dirão "Tem gente pior que você", experimentem a solidão, a angústia, o fracasso e a mediocridade, e então vocês vão entender o que eu quero dizer quando me expresso dessa maneira.

Daniela Fernandes
Inserida por danielalfernandes

O suicídio só foi uma fraqueza de quem tentou ser forte.

Sávio Santos
Inserida por saviosantoshc