Tag citação

1 - 25 do total de 142 com a tag citação

A FITA MÉTRICA DO AMOR

Como se mede uma pessoa? Os tamanhos variam conforme o grau de envolvimento. Ela é enorme pra você quando fala do que leu e viveu, quando trata você com carinho e respeito, quando olha nos olhos e sorri destravado. É pequena pra você quando só pensa em si mesmo, quando se comporta de uma maneira pouco gentil, quando fracassa justamente no momento em que teria que demonstrar o que há de mais importante entre duas pessoas: a amizade.

Uma pessoa é gigante pra você quando se interessa pela sua vida, quando busca alternativas para o seu crescimento, quando sonha junto. É pequena quando desvia do assunto.

Uma pessoa é grande quando perdoa, quando compreende, quando se coloca no lugar do outro, quando age não de acordo com o que esperam dela, mas de acordo com o que espera de si mesma. Uma pessoa é pequena quando se deixa reger por comportamentos clichês.

Uma mesma pessoa pode aparentar grandeza ou miudeza dentro de um relacionamento, pode crescer ou decrescer num espaço de poucas semanas: será ela que mudou ou será que o amor é traiçoeiro nas suas medições? Uma decepção pode diminuir o tamanho de um amor que parecia ser grande. Uma ausência pode aumentar o tamanho de um amor que parecia ser ínfimo.

É difícil conviver com esta elasticidade: as pessoas se agigantam e se encolhem aos nossos olhos. Nosso julgamento é feito não através de centímetros e metros, mas de ações e reações, de expectativas e frustrações. Uma pessoa é única ao estender a mão, e ao recolhê-la inesperadamente, se torna mais uma. O egoísmo unifica os insignificantes.

Não é a altura, nem o peso, nem os músculos que tornam uma pessoa grande. É a sua sensibilidade sem tamanho.

Martha Medeiros

Tenho sempre uma citação para tudo - economizo os pensamentos originais.

Dorothy Sayers

Não projete para o ano novo. Viva um novo ano todos os dias.

Julio Furlaneto

Hoje é o dia perfeito. Não tem ontem (porque passou) e não tem amanhã (porque poderá não se realizar), então somente hoje seja feliz. Esta é a nossa obrigação viver imensamente feliz junto aos que amamos. Isto torna o universo melhor e a natureza humana floresce na luz do Criador. Feliz hoje.

Irene Aguiar

Do que vale a opinião alheia perante à sua, quando se trata de você mesmo?!

David Alves Mendes

"Há certas coisas na vida em que somos muito jobens para entender, assim como há outras tantas que já não temos mais idade para compreendê-las e algumas que levaríamos uma vida toda e jamais entenderíamos sua existência, assim conclui-se que a vida é uma icógnita e realmente tentar entendê-la não é a melhor opção e sim tentar vivê-la superando os percalços que ela tenha pra nos revelar."

César Ribeiro

César Ribeiro

Chega aquele momento em que você encontra a paz interior, e além de buscar ser melhor a cada dia, quer apenas ser feliz, e é a partir daí que as coisas começam a dar certo.

David Alves Mendes

Nem sempre as coisas saem como planejado.

Mayra Ferreira

Sua opinião é totalmente fora de contexto quando não a peço, portanto mantenha-as longe de mim.

David Alves Mendes

“Sempre que ouvir os sinos tocarem em sua mente. É o inferno te chamando, mas diga não. As almas que lá estão não merecem sua presença”.

Lizy Kyara

Quando um Poeta escreve, descreve pra si.
Quando Ele quer mostrar, Ele cita.
Quando a citação é pra alguém, Ele não dá nomes.
Ele coloca o coração nos dedos.

A ponta da caneta derrama as tintas em um papel em branco que se colore, e com pontos e vírgulas, Ele faz de um caso, uma história.
Ele inventa.
Ele cria.
Ele mente.
Ama e chora.
Sente e sente muito.
O tempo todo.
Entrelinhas Ele vive, Ele morre e mata durante o dia.

No silêncio do cair das noites Ele sobrevive. Sem querer viver aos olhos que tudo vê.

O Poeta quando escreve, até chora.
Pela saudade de algo ou de alguém.
Pelo o que teve ou teria.
Porque sabe que nunca terá ou, por algo que perdeu.

Mas chora.

O Poeta não murmura, Ele sussurra.
Quando se declama, cai na cama.
Toma uma xícara de café e acende um cigarro, e usa seu instrumento com as pontas dos dedos, e derrama, todas as suas palavras, de amor, ou de dor.

Por isso que de amor o Poeta morre e vive.
E com a saudade Ele convive.
Ele ora e chora.

Stéfano Avelino

"“Aprenda a conquistar a fé de uma dama
Com nobreza, pois o premio é alto
Com bravura, para a vida e a morte
–E com leal gravidade.
Guie-a pelos palcos festivos
Aponte-lhe o céu estrelado
Mantenha-a, pela verdade das suas palavras,
Inocente das lisonjas cortêses.”

Mrs. Browning

A cada dia que passa o meu amor por você aumenta um pouco mais e isso tudo é resultado da felicidade que você me traz.

Rodrigo Soares

A minha mente é como uma rota, onde as estradas possuem infinitas encruzilhadas, me fazendo viajar sem destino.

8run0

Sempre respondo sem hesitação a qualquer desafio sempre lançando outro desafio.

8run0

A paixão em excesso é como uma psique criativa entre o consciente e o inconsciente transcendendo a mera confusão entre a paranoia e a realidade

8run0

Mão, que tudo faz de nada um pouco muito, guarda, acha, fecha, abre, caminha, caleja, mão de quem pensa em não abrir mão de pensar, escritor.

Ighor Branco

Eu queria ser o soldado que nunca perde a calma
Mesmo levando o mundo inteiro dentro da minha alma

Kassiel Alves

Há momentos em que paro, penso....
Fico olhando pela janela o passar;
Miro em fotografias do semestre passado.
Estou incompleto, imperfeito.
Ainda que completo, estaria imperfeito.

Concordo então que o problema comigo é ser imperfeito.
Incompleto eu sempre fui mesmo...
E não se trata apenas de pobres prefixos.
Todos os atos meus são imperfeitos porque você não está aqui.

Pode ser triste ler tal argumento, mas é vivo. Real.
Eu não tenho a ti quando preciso de um abraço
Não a ti tenho quando preciso de alguns beijos nas mãos
Não tenho você para arrepiar minha pele quando respira e inspira junto a meu pescoço

Não tenho você, porque ainda sou incompleto de mim...
Então minha imperfeição seria não ser completo ao ponto de ter-te junto a mim.

Basta saber se tu me aceitarias assim: redundante, imperfeito e incompleto. O que me diz?

Sérgio Carpegianni

Eu queria algo para me segurar quando o navio afundasse

Algo para chamar de meu e que me passasse segurança…

Sozinho eu já estou, mas queria me enganar por um dia

Por um instante achar que pertenço ao local que estou

Não achei.



Continuei distante e insignificante para mim mesmo

Chegava meia noite

Nada podia me fazer feliz e garantir que um novo ano seria “novo”

Resolvi deitar e me embriagar

Deixar o escuro e a coberta esconderem minha vergonha

E minha solidão

Sabia eu que acordaria sozinho e frio novamente no próximo dia

Onde estava o meu ano novo?



Mesmo assim, peguei um bom champanhe

Brindei comigo mesmo minha derrota e meu fracasso

Foi saboroso e libertador

A melhor parte foi me aceitar como derrotado e infeliz

Para quem sabe, recomeçar



Recomeçar?

A sofrer, a tentar, a chorar, a pensar

O importante agora seria recomeçar, certo?

Errado. Era mais um ano desperdiçado

Alguém, a cada segundo, precisa mais do que eu, permanecer vivo

Então, brindava eu, ao desespero, à carência e ao medo



Em questão de segundos, largado sobre a cama

Pensando na merda da vida

Ri de tanto azar, pessimismo e retomadas súbitas a superfície

Chegou meia noite

O mesmo ciclo de sofrimento se recomeçava

365 dias de pura escuridão de órgãos

De sangue não oxigenado

E do sabor doentio e amargo da própria língua



Chegava eu, incrivelmente de branco em um “novo” ano

Instantaneamente, o ano ficou preto e cheio de marcas de expressão

Eu percebi que acima de tudo, oxidava o mundo

Foi um conforto para minha certeza

E um fim para meu engano,

Estava só.

Sérgio Carpegianni

Parei

de oferecer experiência aos outros
quando na verdade sou eu quem necessita de experiência



Cansei

de dar conselho aos outros quando sou eu quem precisa desesperadamente de um



Desisti

de mostrar o caminho certo a ser seguindo enquanto eu permaneço desencontrado



Não continuei

a mostrar uma porta a abrir pois nem encontrei, ao menos, um tapete de “bem vindo”



Apaguei

as mensagens motivacionais que nem a mim motivavam



Desestruturei

as metas para uma nova fase,

Se eu mesmo nem via motivos para o nome “nova”



Quebrei

os alicerces de uma vida perfeita pois vi que o perfeito só existe se houver imperfeição para o contraste



Descosturei

Ideias de filantropia quando eu mesmo era quem precisava de caridade



Vendi

Todos os presentes ganhos porque descobri a diferença de preço e valor



Eu parei, cansei, desisti, descontinuei, quebrei, descosturei e vendi…

Ainda assim, se alguém perguntar como estou?

“Bem”.

Me dá uma deliciosa preguiça social de explicar que não estou.

que nunca estive.

nunca.

Sérgio Carpegianni

Um tempo para a tristeza, porquê ela é necessária para se chegar ao entendimento da felicidade!
Basta um segundo e se passam 100 anos

Irene Aguiar

Gostaria de dizer de maneira menos drástica que é profunda a tristeza de saber que acabou.

Natani Risorim

Poderíamos descrever durante
Nove anos só as vantagens do preto
Mas quero instigar o valor do branco
Da sua grandiosa felicidade de exprimir um brilho
Que não é seu.
Egoísta!
O seu brilho, é resultado do esforço
De todo um espectro solidário e bobo.
A branquetude de tudo se exprime como
Superior!
Coitada!
Tão vazia de si que não existe
Sem as reais cores bobas.
O preto me conforta por desmascarar
Sangrentamente essa pseudo-luxuria.

Sérgio Carpegianni

Quebrei
Os alicerces de uma vida perfeita
Pois vi que o perfeito só existe se houver imperfeição

Descosturei
Ideias de filantropia
Quando eu mesmo era quem precisava de caridade

Vendi
Todos os presentes ganhos
Pois descobri a diferença de preço e valor

Eu parei, cansei, desisti, descontinuei, quebrei, descosturei e vendi
Mesmo assim, se alguém perguntar como estou? Bem.

Me dá uma deliciosa preguiça social de explicar que não estou.

Sérgio Carpegianni