Quando Surgiu a Democracia

Cerca de 993 frases e pensamentos: Quando Surgiu a Democracia

Até hoje tento explicar esse sentimento que surgiu dentro de mim, de uma hora pra outra e que cada dia foi aumentando sem eu perceber .. Cada dia que passa descubro que te amo mais e mais, foi uma coisa tão repentina! Achei que esse sentimento fosse passageiro, aquele seu jeito tímido, meio atrapalhado e ao mesmo tempo carinhoso me encantou. Não sei explicar ao certo o que aconteceu comigo, só posso dizer que te e preciso de você aqui comigo, não aguento mais de saudades de você!

Micaelaalmeida
Inserida por Micaelaalmeida

Sofri uma metamorfose... Experimentei toda dor, toda sorte! Mas a borboleta que surgiu, foi a mais bela e a mais forte! Com uma visão de águia, com asas aladas... Lindas cores vibrantes.. Uma rara borboleta radiante! Da lagarta que rastejou que por tantos espinhos, passou na minha pele, nenhuma cicatriz deixou. A lagarta que se foi toda a dor levou. O passado não existe mais, ele se foi na pele da lagarta que deixei para trás. A borboleta que me transformei é sempre recém-nascida. Cada dia, mais nova, estou sempre chegando à vida. Apenas vivendo o presente... Tendo todo o universo para usufruir. Uma vida de novas emoções sempre sentir, todo um universo para descobrir!

Adriana Araujo Leal
Inserida por AdrianaLeal

E aí vc descobre que o que é dito para não se fazer estão fazendo.
Diante dos fatos surgiu um sentimento sem nome, talvez seja angustia, talvez não. Mas sei que não é ódio, nem rancor, nem tristeza...longe disso! Uma vaga decepção, pois o que estava "pra lá de um muro", agora, está em cima deste. Entretanto, claro que com o tempo tudo vai se assimilando. Porém, também com o tempo, tudo passa. Desde os mais novos dos sentimentos até as maiores vontades.

Surama Hualde
Inserida por SURAMAHUALDE

Ontem fui pesquisar sobre a Terapia do Abraço e morri de rir do que encontrei. O abraço surgiu no século passado pelo mafiosos italianos, o abraço nada mais era do que apalpar o outro para verificar se havia armas. O abraço é tipicamente ocidental e é uma delícia, né não?
Eu amo abraçar, sentir a energia do outro, saber que o outro transmite a energia dele para mim. É uma troca tão gostosa de carinho e afeição. O abraço inspira cuidado, o abraço é tão fraterno que nessas horas queremos que o tempo congele, que minutos e segundos parem, que o relógio do tempo estanque de vez.
Para mim soa mais respeitoso que um beijo e mais carinhoso que um aperto de mão. Cada gesto tem seu valor e o abraço é pura energia. Uma energia que transborda. Acho que o abraço misturado com o sorriso deveria ser a primeira maravilha do mundo, deveria ser a força transformadora de paz.
Sou suspeita para falar pois amo abraçar.

Arcise Câmara
Inserida por Arcise

No deserto a flor brotou
No deserto a vida surgiu
No deserto a terra se abriu
No deserto a água fluiu
No deserto meu pensamento emergiu.

Maria Miranda
Inserida por mams1503

"Quem és tu?"

Quem é este que surgiu no meu caminho?
Quem és tu que me faz rir nas madrugadas?
O que me diz ao teu respeito, jovem poeta?
Para onde fugirei da tua amizade?
Tu és a incógnita que eu irei desvendar.

Titah
Inserida por titah19

Há um tempo atrás, surgiu um nome, o comercio, e ele foi necessário para nos permitir crescer, mas agora podemos pensar em um novo nome, pois no futuro não teremos mais o vender, o emprestar, o ter, o adiquirir, e nem o possuir e sim, teremos o compartilhar, o doar, o ceder, o compreender e ,por fim, o amar.

Elias Alves
Inserida por EliasAlves

Paz


O desejo surgiu quando
Em meu pensamento
Eu te vislumbrei,
Pensei que já existia
E fui em busca de ti,
Te procurando aos quatro cantos
Vendo se te encontrava.
Te procurei nas grandes pastagens
E não te encontrei
Te procurei nos grandes centros
E vi que ali, não te acharia
Te procurei nas criaturas da noite
E também durante o dia,
Nos grandes governos,
Achei propagandas, a mídia divulga,
Mas todos ficam perdidos,
Não conhecem e procuram respostas
Na natureza e nas ondas do Mar
Te procurei de forma incansável,
E onde achei que te encontraria
Uma tristeza se abatia.
Depois de uma procura de uma vida
Vi que antes você precisa ser criado
No coração das pessoas,
Perpetuado em suas gerações,
Para que você possa se manifestar livremente,
E possa enfim ser vista por todos.

Betânia Uchôa

Betânia Uchôa
Inserida por betaniauchoa

Resumo: A Crise da Extensão Rural no Brasil
A crise da extensão rural no Brasil surgiu nos primeiros anos da década de 80 num período de abertura, onde não se tinha clareza da gravidade do que estava acontecendo. Com as eleições livres tinha-se no imaginário que as dificuldades seriam superadas, tudo isto logo depois de um período de regime militar.
Com o passar do tempo as instituições de extensão foram sofrendo com a falta de incentivo, cortes nos salários, mostrando um futuro incerto para a extensão rural, chegando a atitude de no final da década de 80 o governo cortar a verba que mantinha a extensão rural, proclamando o fim da Embrater.
Os extensionistas ficaram perplexos ao verem o que tinha acontecido, atribuindo a decisão governamental a um ato de perseguição política e ideológica esquerdista por não aceitar as práticas dos princípios da extensão rural.
A extensão rural sofreu profundas modificações principalmente no Norte e Nordeste, onde só alguns estados mantiveram incentivos a extensão rural; em melhor situação encontra-se as regiões Sul e Sudeste do Brasil.
Entre os fatores fundamentais da crise da extensão rural no Brasil temos a crise do Estado brasileiro que optou por um modelo desenvolvimentista que foi unido com a crise do capitalismo mundial, canalizando à adoção da alternativa neoliberal. Temos também a modernização da agricultura integralizada ao setor da indústria diminuindo a importância das instituições de extensão rural.
Com a crise o Brasil optou pelo sistema neoliberal que cortou muitos gastos do Estado e passou muitas das suas atribuições e obrigações para o setor privado e filantrópico.
A crise do Brasil é identificada como a sua origem no II PND, utilizando crédito exterior para sua implementação em uma taxa de juro que aumentou substancialmente, saltando a dúvida externa brasileira, obrigado ao Brasil dentro das políticas neoliberais a implantação do Estado mínimo e do Mercado Soberano.
A crise tem suas origens externas e internas, as decisões norte-americanas no final dos anos 70 trás consigo grandes conseqüências ao Brasil como o crescimento da dívida externa, elevação do preço da energia, ... e internamente foi feita reformas liberalizantes e privatizantes.
O Brasil passa por uma crise econômica política, ideológica e a crise do Estado, sendo chamada crise estrutural. A descentralização passou a ser discutida já que agora tínhamos o mercado aberto. Como motivo para estas medidas vemos a natureza puramente política destinada a enfraquecer o poder central, evitando a instalação novamente de um regime ditatorial, passando cada vez mais a ser discutida a descentralização dos serviços prestados pelo Estado, que com o processo de privatização foram passados à prestadoras de serviços ou outras empresas.
O governo Sarney iniciou o processo de extinção da extensão rural no Brasil cortando as verbas da antiga Embrater, que foi confirmado com o governo do Presidente Fernando Collor.
O crédito rural disponível aos agricultores foi reduzido substancialmente dificultando o trabalho dos extensionistas que tinha no crédito rural um recurso metodológico de trabalho. Com a dificuldade dos agricultores em conseguir crédito rural os extensionistas estavam incapazes de criar uma nova metodologia de trabalho, pois todas eram alicerçadas no financiamento rural, contudo é notório observar que não houve a completa extinção do crédito rural, mas foi priorizado as grandes culturas e monocultivos como a laranja, cana de açúcar, café entre outras, paralelamente incentivando a exportação e a industrialização.

Thales Pantaleão
Inserida por thalespantaleao

Análise da Década de 80 para a Extensão Rural Brasileira
A crise da extensão rural no Brasil surgiu nos primeiros anos da década de 80 num período de abertura, onde não se tinha clareza da gravidade do que estava acontecendo. Com as eleições livres tinha-se no imaginário que as dificuldades seriam superadas, tudo isto logo depois de um período de regime militar.
Com o passar do tempo as instituições de extensão foram sofrendo com a falta de incentivo, cortes nos salários, mostrando um futuro incerto para a extensão rural, chegando a atitude de no final da década de 80 o governo cortar a verba que mantinha a extensão rural, proclamando o fim da Embrater.
Os extensionistas ficaram perplexos ao verem o que tinha acontecido, atribuindo a decisão governamental a um ato de perseguição política e ideológica esquerdista por não aceitar as práticas dos princípios da extensão rural.
A extensão rural sofreu profundas modificações principalmente no Norte e Nordeste, onde só alguns estados mantiveram incentivos a extensão rural; em melhor situação encontra-se as regiões Sul e Sudeste do Brasil.
Entre os fatores fundamentais da crise da extensão rural no Brasil temos a crise do Estado brasileiro que optou por um modelo desenvolvimentista que foi unido com a crise do capitalismo mundial, canalizando à adoção da alternativa neoliberal. Temos também a modernização da agricultura integralizada ao setor da indústria diminuindo a importância das instituições de extensão rural.
Com a crise o Brasil optou pelo sistema neoliberal que cortou muitos gastos do Estado e passou muitas das suas atribuições e obrigações para o setor privado e filantrópico.
A crise do Brasil é identificada como a sua origem no II PND, utilizando crédito exterior para sua implementação em uma taxa de juro que aumentou substancialmente, saltando a dúvida externa brasileira, obrigado ao Brasil dentro das políticas neoliberais a implantação do Estado mínimo e do Mercado Soberano.
A crise tem suas origens externas e internas, as decisões norte-americanas no final dos anos 70 trás consigo grandes conseqüências ao Brasil como o crescimento da dívida externa, elevação do preço da energia, ... e internamente foi feita reformas liberalizantes e privatizantes.
O Brasil passa por uma crise econômica política, ideológica e a crise do Estado, sendo chamada crise estrutural. A descentralização passou a ser discutida já que agora tínhamos o mercado aberto. Como motivo para estas medidas vemos a natureza puramente política destinada a enfraquecer o poder central, evitando a instalação novamente de um regime ditatorial, passando cada vez mais a ser discutida a descentralização dos serviços prestados pelo Estado, que com o processo de privatização foram passados à prestadoras de serviços ou outras empresas.
O governo Sarney iniciou o processo de extinção da extensão rural no Brasil cortando as verbas da antiga Embrater, que foi confirmado com o governo do Presidente Fernando Collor.
O crédito rural disponível aos agricultores foi reduzido substancialmente dificultando o trabalho dos extensionistas que tinha no crédito rural um recurso metodológico de trabalho. Com a dificuldade dos agricultores em conseguir crédito rural os extensionistas estavam incapazes de criar uma nova metodologia de trabalho, pois todas eram alicerçadas no financiamento rural, contudo é notório observar que não houve a completa extinção do crédito rural, mas foi priorizado as grandes culturas e monocultivos como a laranja, cana de açúcar, café entre outras, paralelamente incentivando a exportação e a industrialização.

Thales Pantaleão
Inserida por thalespantaleao

Dr. Márcio Funghi de Salles Barbosa

Mineiro de Nova Lima (terra onde surgiu o "UAI!"), reside em Araras - SP, é psiquiatra, terapeuta e consultor de relações humanas nas empresas, tem como certeza que o medo, reflexo da insegurança, é o pior inimigo do ser humano, que muitas vezes não percebe que todo acerto é baseado em tentativas erro, para o encontro do acerto.
Aprendeu com sua mãe que "só devemos nos arrepender das coisas que não fazemos". Por isto é fotógrafo, escreve poesias, contos, humor, teatro, crônicas, edita a Revista Consigo há 6 anos (www.revistaconsigo.com), escreve na sua coluna "Pergunte ao Doutor!"
(www.drmarcio.com/pergunte), dando orientações
médico-sexológicas aos consulentes, sem fornecer consultas pela internet, prática esta acertadamente condenada pelo Conselho Federal de Medicina.
Analisa a cultura de grandes empresas, tendo produzido uma monografia "Sabotagem, identificação e controle, solicitada por grandes empresas nacionais e internacionais, que mudou em diversos dicionários, o conceito desta prática doentia.
Só sabe que precisa olhar sempre para dentro de si, para não se tornar num mineiro "crente, que já é gente".
Adora estar vivo e ter que enfrentar seus embates.
Endereço eletrônico para contato: drmarcioconsigo@drmarcio.com
__________________________________

Marcio Funghi de Salles Barbosa
Inserida por drmarcioconsigo

Onde à luz existe trevas, pois das trevas surgiu luz e nas trevas Deus tbm permaneceu.

calumy
Inserida por calumy

Estava no vale dos sonhos, quando deliciar de boas lembraças e sua imagem surgiu; derrepente você tomou aparências e me chamava.
Senti um Vento suave e fresco e acredito ter sentido que você estava ali perto de mim, um arrepio misturado de calor e frio teve um significado que nós nascemos
um para o outro apesar de muito tempo ter ficado longe.
O meu coração é seu querida Dii, pois você surgiu na minha vida quando eu achava não ter sentido para a vida

Raj Mendes
Inserida por rajmendes2010

CONVITE AO AMOR


TE CONVIDEI PARA O AMOR
VOCÊ SURGIU

TE CONVIDEI PARA O AMOR
VOCÊ SEDUZIU

TE CONVIDEI PARA O AMOR
VOCÊ FINGIU

TE CONVIDEI PARA O AMOR
VOCÊ FUGIU

Simone Martins
Inserida por simonemar

Da lembrança, surgiu aquela coisa ingênua ambígua...
Senti um abraço forte recolhendo os medos.
Frutos de um passado molestado.

Narceja
Inserida por narceja

Você surgiu em minha vida simplesmente para erguer-me e me fazer vitorioso.
Sua beleza iluminou meu caminho e completou meu coração fazendo-me na insanidade.
Você revitalizou o meu amor intensificando um sentimento abrindo a porta do amor infinito.
A todo o momento lhe tenho na minha cabeça em minha memória se faz com sua presença.
Te quero a todo instante, pois sou um eterno apaixonado.

Julio Aukay
Inserida por JULIOAUKAY

Depois que surgiu a impressão digital, impressão digital passou a ser confundida com impressão digital. A que borra o dedo e carimba o documento ou fica em tudo que é tocado pelos dedos, mesmo invisível ao olho nu, agora tem homônimo: Aquela que a impressora de alta resolução deixa no papel, que também pode ser um documento a ganhar credibilidade com a outra impressão digital, a do borrão.
Tenho impressão que esta conversa nada impressionante chega em má hora. E será sempre má hora para isto. Mas quis assim mesmo trocar impressões a respeito de certas impressões que tenho, digitais ou não, somente para puxar assunto. Espero não causar má impressão. Tão má quanto a tal de quando o dedo treme, ou então a outra de quando a impressora está com algum problema.
Como falo sozinho e já imagino impresso em seus olhos o enfado inevitável, ficarei por aqui para não dar impressão de que sou chato, embora seja. Como tudo acabou em crônica, providenciarei uma impressão digital e guardarei de lembrança, com impressão digital e tudo. Assinatura a rogo. Rogo, inclusive, que me perdoe por tomar seu tempo com minhas impressões. Aliás: É impressão minha ou você nem leu esta porcaria?

Demétrio Sena - Magé-RJ.
Inserida por demetriosena

…se não desabafarmos o que nos vai na alma...

Hoje foi um dia em que a palavra fim me surgiu por inúmeras vezes nos lábios e na mente.

Principalmente porque quando isso acontece algo muda em mim, e às vezes é aquilo que é mais importante.

Não sei como estarei amanhã e como me sentirei amanhã, mas sei que quando me decepcionam nada mais será como dantes.

Divine
Inserida por Divine.

No instante que direciono o meu olhar á você subitamente surgiu uma chama de sentimentos pelo seu ser.
Com o som de sua fala me intensifiquei com a vibração do meu querer com a serenidade de seus carinhos fixei-a em meus pensamentos.
Perplexamente interrogo-me (irei ao teu encontro ou lhe espero o tempo que for necessário?), pois meu coração quer responder por mim.

julioaukay
Inserida por JULIOAUKAY

Eu esperava algo de Deus que nem mesmo sabia o que era, porém surgiu em minha vida alguém que mexeu com meu interior, de maneira que eu perdi a fala. Ela tinha olhos castanhos tão escuros pareciam uma linda noite de verão, seus cabelos eram avermelhados como o por do sol, os lábios desejáveis tanto quanto o fruto proibido. Mas o que eu mais apreciei foi a junção dessas qualidades que formavam um sorriso capaz de iluminar até mesmo o centro da Terra. Me senti um tolo por não controlar direito minhas pernas, por deixar meus neurônios entrar em rebelião fazendo com que eu não pensa-se em nada interessante pra conversar, eu parecia um menino de 12 anos ao lado de uma menina bonita. Quando toquei em sua mão senti vergonha por estar com a minha suada e pensei como ela iria rir se soube-se como eu estava me sentindo, como se estivesse levando um choque de alguns milhões de voltz. Agora agradeço a Deus por me conhecer melhor do que eu mesmo, peço sua bênção, por que sei que Ele me mostrou o caminho mas quem tem que caminhar sou eu.

Ricardo da Silva Candido
Inserida por Candinho51