Poesias sobre o Trânsito

Cerca de 133 poesias sobre o Trânsito

Eu quero é isso, isso que muita gente critica...
Eu quero a poluição, o trânsito, a agitação de uma grande cidade eu quero viver loucamente mesmo sabendo que saindo para o trabalho eu posso não voltar, mais é assim que eu sou feliz e assim que quero viver.
Quero entrar no trânsito e não saber se chegarei ao meu destino, sair a noite e não saber se voltarei pra casa... Eu quero viver.
Eu não sou louco apenas vivo num mundo louco e não da pra levar a sério tanta coisa inútil e pessoas falsas.
Não quero me esconder atrás de arvores no meio do nada, eu quero tecnologia, eu quero todas as coisas que a vida pode me proporcionar seja elas boas ou ruins !
Paulistano com orgulho.

Milorde
Inserida por milorde

Acordar e não pensar
escovar se arrumar perfumar
transito de carro a pé
cheguei

Correria calmaria
irritar stress
parar comer descansar voltar

Correria calmaria
irritar stress
sair

Comer Surpreenda - me
aproveitar dormir

Novo dia

Marcelo H. dos Santos
Inserida por marcelohenriques

Motorista, seja gentil no trânsito, compartilhe as ruas, respeite o Atleta (Corredor de Rua) e o ciclista.
É dever dos motorizados zelar pela segurança dos não motorizados. Esporte é saúde, estacione seu veiculo, cuide da natureza e venha compartilhar desta ideia, pratique esportes.
Respeito, paciência e atividade esportiva, por um mundo melhor!

Gleydson Francisco
Inserida por gleydson111

Certa vez ao ser indagado qual o remédio para o caótico transito de recife. Incisivamente o médico prescreveu: Bromazepam. Fervorosamente o padre indicou: uma oração. Sucintamente e fundamentado o advogado impetrou: O habeas corpus.
Transitar na capital pernambucana está cada vez mais complexo.

Natalino Gomes da Silva
Inserida por NATALINO109

Experimentemos hoje, a sensação de caminhar contra as tendências.
Os maus-hábitos.
No trânsito, diante da "barbeiragem" do colega, sorria!
Se o barbeiro for você, peça desculpas, ainda que o colega te xingue.
No cruzamento, deixe o colega passar.
Se cair algo no chão, abaixe-se e entregue ao colega.
Na porta do banco, segure a porta aberta para que o próximo possa entrar.
Diga bom dia aos velhinhos.
Sorria aos deficientes, olhando-os nos olhos.
Elogie alguém.
Escute!
Achas tolice tudo isso?
Então jamais saberá o quão gratificante é ter um sorriso sincero de quem menos esperamos ter.
Desafie-se e pratique a nobreza!

Italo Goulart de Oliveira
Inserida por italogoulart

Na viagem pra Bahia

Na viagem pra Bahia,
um acidente:
Carros batidos,
trânsito lento,
os carros pararam,
custaram ir em frente.

Na viagem pra Bahia,
um inconveniente:
Crianças pedindo,
trânsito fluente,
e se os carros andaram,
será acidente?

Lucian Rodrigues Cardoso
Inserida por lucian1989

Voltei feliz, embora cansada.
O trânsito era infernal,
mas me deixava ver as vitrines.
Me ative às de lingerie,
pensei numa camisola nova.

Viajei pela janela molhada
e turva da chuva fraca
imaginando a sedução da seda.

Te vi, meus olhos sorriram.

Alessandra Horta
Inserida por alessandrahorta

Thays

Transito
num amor
infinito.

Humanamente
tenho poderes
esquisitos.

Arte
de ter sorrisos
explícitos.

Yasmins
são perto de ti
mito.


amo a ti e, logo,
grito.

Lucian Rodrigues Cardoso
Inserida por lucian1989

Do livro SER EM TRÂNSITO" (1979)

Amigo,
daí o meu silêncio
esse olhar ambíguo e um certo ar viajante de quem
não está-estando
a mão pendida numa mala ausente.
E daí esse soluço
que me trava a voz, se na flor da boca
um nome irrompe como um sol nascente.

...

Mas por que agora me dói teu nome
e ao ouvir teus passos me estremeço?"

Carminha Barreto Campello
Inserida por silvia04

Campistas
C ampistas não ligam as setas no trânsito.
A ndam pelo centro devagar nas calçadas estreitas.
B ebem nos bares pra relaxar do estresse.
R ecebem você no comércio sem muita cerimônia.
U sam roupas de festas para o shopping.
N ão abrem a janela da Van no calor.
C ontam os dias pra chegar o verão do Farol.
O deia a prefeitura mas é doido por uma bocada.

Henrique Rodrigues de Oliveira
Inserida por clarique07

Para reflexão:
Por que existem pessoas que estão virando monstros no trânsito, na direção de veículos, colocando em risco a sua própria vida e as vidas de outras pessoas?

Marcos Alves de Andrade

A minha beleza não é aquela de parar o transito, a minha beleza não faz os homens mexerem comigo na rua.
Não preciso daquela beleza escrachada, como se quisesse chamar a atenção de tudo e de todos, com aquela roupa apertado ou aquele decote profundo.
A minha beleza é o olhar que te paraliza, aquele sorriso que te faz sorrir e te deixa sem graça, é aquele jeito mistorioso que deixa um ar de curiosidade, é aquele jeito bobo de querer esconder o que tem de mais bonito : A simplicidade.

Likes
Inserida por Jaquelikes

É como na estrada e nas regras de trânsito. Se tem um sinal proibido, é para indicar que não podes ir por ali. Ou pelo menos para te precaver de que não deves. Nós até podemos ir. Vamos em sentido contrário, ou em contra-mão, mesmo sabendo que ir por ali é sinonimo de risco. Vamos porque o coração, ou a pele, ou as emoções no limite nos pedem para ir. Vamos porque no fundo é daquilo que gostamos. Da pele arrepiada, do coração a bater como se nos fosse sair disparado a qualquer momento. E se calhar até podemos ir muitas vezes. Desafiamos as regras e ignoramos qualquer sinal. É por ali que queremos ir e é por ali que vamos. É por ali que somos felizes.
O que não nos lembramos é que por ali há sempre a possibilidade de choque frontal, e que do choque frontal podem resultar ferimentos múltiplos. Há os arranhões e os golpes fundos. A diferença é que os primeiros dão uma certa comichão, incomodam , mas desaparecem. E os segundos demoram mais tempo a passar e na maior parte das vezes a marca fica lá...

Marisa Martins
Inserida por MARISAM

Na vida - como no trânsito, no condomínio,
no acondicionamento do lixo que produzimos,
em tudo...estamos sujeitos a códigos de conduta.
Eu te respeito e você me respeita... nada funciona
sem esta regra fundamental de ética e convivência
pacífica. Nossa vida se transformaria num caos
se cada um agisse exigindo seus direitos e
esquecesse de cumprir seus deveres. Viver em
harmonia exige a compreensão, de todos os envolvidos,
de que o mundo existe para o bem estar coletivo e não
há espaço nele para o individualismo.

Cika Parolin 18 de novembro de 2014
Inserida por CikaParolin

Transitar pela vida

A vida é um trânsito caótico
De opiniões, crenças, vontades, valores etc.
Impossível não abalroar com alguém,
No entanto, algumas pessoas
Machucam menos que outras...
Pessoas leves e de espíritos superiores
Batem tão sutilmente
Que ficamos lhes devendo favores...
Já a estupidez que habita em algumas pessoas
Pode estraçalhar a alma e afogá-la
Em seu ódio com uma única gota...

Davi Roballo
Inserida por HeloaPnnes

ULTRAPASSAGEM PROIBIDA

No trânsito
do teu
corpo,
a minha
mão,
com
habilitação
e meio
atrevida,

quase
sempre
ignora
as sinalizações.
Principalmente,
onde
avisa:
ultrapassagem
proibida!...

R.M. Cardoso
Inserida por RMCardoso

No trânsito.
Muita gente.
Foi um sinal.
Faremos sim.
Prometo.
Não precisa.
Se quiser, tudo bem.
Depois a gente conversa sobre esse assunto. Mas desencane.
Fizeram de propósito.
Não fique fora do carro.
Chego logo!

Magogago
Inserida por magogago

Amar, verbo intransitivo,
Trânsito irrestrito,
Sentimento congestionado,
Via de mão dupla,
Sentido adulterado,
Uso indevido,
Uma contradição
Sem contraindicação,
Cura para muitas enfermidades,
Medicamento muito falsificado.

Amor nas bocas, nas telas, nas teclas,
Jogado e não plantado,
Proferido e não sentido,
Profanado, banalizado, distorcido,
E eu aqui tentando explicar
O que a maioria faz questão de complicar,
Tentando quantificar
O tamanho do que não se pode mensurar.

Matheus Ferreira de Vasconcelos
Inserida por Matheusfv

A Responsabilidade não é minha...
--------
Trânsito, muitas obras, assaltos de diversos tipos, raptos, mortes, contrabando, atitudes suspeitas de quem nos lideram etc. Esses são apenas alguns relatos dos dias que vivemos, daí surgiria, então, a pergunta: Existe algum culpado por tudo isso? Ou melhor, existe algum responsável? Alguém que possa dizer que não está fazendo o que deveria ser feito? Não. Como Pilatos nessa hora todos lavam a mão, dizendo: “Eu não sou responsável pela morte deste homem. Isso é com vocês.”

William Paixão
Inserida por WILLIAMPAIXAO

Cordel: A dupla fiel
Venham cá, meus amigos,
Sem pressa, com atenção!
Trânsito é coisa séria
Não admite distração:
Quer evitar acidentes
O melhor é a prevenção!

Quem a lei não respeita,
Paga caro qualquer dia.
Pior que a dor no bolso
É perder toda a alegria:
O dinheiro a multa paga,
Não recompõe a família.

Acessórios importantes
Pro adulto, pra criança,
Tá no Código, então é Lei,
Leve na sua lembrança:
O cinto e a cadeirinha
Nos dão mais segurança.

O cinto e a cadeirinha
Vidas podem até salvar.
Pra você e sua família
A certeza de bem chegar:
Companheiros do dia-a-dia
Nunca deixem de usar.

É por isso, meus amigos,
Que lhes chamo a atenção:
O cinto de segurança
Usem em toda ocasião:
Como um amigo do peito,
Levem-no junto do coração!

Limpinho, bem regulado
Não traz incômodo não.
Grudadinho em você
Em caso de colisão:
Contem sempre com o cinto,
Nunca vai te deixar na mão!

Vejam bem, meus amigos,
Ele cumpre o seu papel,
No caso dos pequeninos
Também é amigo fiel:
Unido à cadeirinha
Feito versos a um cordel!

Até completar dez anos
Eles vão no banco de trás.
Bebê conforto, cadeirinha...
O nome aqui tanto faz:
Para as nossas crianças
Proteção nunca é demais!

Acreditem, meus amigos,
Nesta dupla muito fiel...
Pro cinto, pra cadeirinha
É que eu fiz este cordel:
Pra essa dupla amiga
É que eu tiro meu chapéu!

Foi muito bom poder falar
Pra ouvintes tão distintos!
Se a questão é o trânsito,
Não confiem só no instinto:
Levem consigo a lição
Nunca abram mão do cinto!
(1º LUGAR - CATEGORIA CIDADANIA - X PRÊMIO DENATRAN DE EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO - 2010)

Rogério da Fonseca Trindade
Inserida por rogeriotrindade