Poesias Infantis

Cerca de 82 poesias Infantis

A arte alimenta-se de ingenuidades, de imaginações infantis que ultrapassam os limites do conhecimento; é aí que se encontra o seu reino. Toda a ciência do mundo não seria capaz de penetrá-lo.

Lionello Venturi
40 compartilhamentos

Meu imortal

Estou tão cansada de estar aqui
Reprimida por todos os meus medos infantis
E se você tiver que ir
Eu desejo que você vá logo
Porque sua presença ainda permanece aqui
E isso não vai me deixa em paz

Essas feridas parecem não querer cicatrizar
Essa dor é muito real
Isso é simplesmente muito mais do que o tempo não pode apagar

Quando você chorou eu enxuguei todas as suas lágrimas
Quando você gritou eu lutei contra todos os seus medos
Eu segurei a sua mão por todos esses anos
Mas você ainda tem tudo de mim

Você costumava me cativar
Pela sua luz ressonante
Agora eu estou limitada pela vida que você deixou para trás
Seu rosto assombra
Todos os meus sonhos, que já foram agradáveis
Sua voz expulsou
Toda a sanidade em mim

Essas feridas parecem não querer cicatrizar
Essa dor é muito real
Isso é simplesmente muito mais do que o tempo não pode apagar

Quando você chorou eu enxuguei todas as suas lágrimas
Quando você gritou eu lutei contra todos os seus medos
Eu segurei a sua mão por todos esses anos
Mas você ainda tem tudo de mim

Eu tentei com todas as forças dizer a mim mesma que
você se foi
Mas embora você ainda esteja comigo
Eu tenho estado sozinha todo esse tempo.

Quando você chorou eu enxuguei todas as suas lágrimas
Quando você gritou eu lutei contra todos os seus medos
Eu segurei a sua mão por todos esses anos
Mas você ainda tem tudo de mim

Evanescence
6 compartilhamentos

Também já não tenho aquelas queixas infantis, na base do "tudo dá errado pra mim", ou autopunições como "eu sou uma besta, faço tudo errado". Nada é errado, quando o erro faz parte de uma procura ou de um processo de conhecimento.

Caio Fernando Abreu
9 compartilhamentos

Eu estou tão cansada de estar aqui, reprimida por meus medos infantis. Se você tiver que ir, eu desejo que vá logo, pois sua presença continua aqui, e isso não me deixará em paz...

Evanescence
144 compartilhamentos

Também já não tenho aquelas queixas infantis, na base do “tudo dá errado pra mim”, ou autopunições como “eu sou uma besta, faço tudo errado”.

Caio Fernando Abreu
73 compartilhamentos

Nos meus retratos infantis, sempre me impressiona um olhar de repreensão que só pode dirigir-se a mim. Terei sido eu a causa da sua futura infelicidade, eu pressentia.

Ennio Flaiano
1 compartilhamento

"Ela é uma garotinha cheia das suas manias infantis,gosta de tudo do seu jeito, e fecha a cara quando as coisas não saem como quer.Procura entender o porquê dos acontecimentos... e tenta aprender as lições que a vida coloca na sua frente... Não gosta de admitir que falhou, mas assume seus erros com classe. É estranha, é surpreendente. Ela pode estar sorrindo de tudo, e de repente... estar chorando por nada. Não tente adivinhar suas ações ou suas reações... Ela não costuma insistir naquilo que percebe não valer a pena. Ama, ama incondicionalmente... Não odeia, não guarda mágoas, não pensa em vingança... Gosta de deitar, fechar os olhos, fugir do tempo. É daquelas que pensa, repensa, e pensa mais uma vez antes de dormir. Escrever, ela adora escrever o que sente, o que pensa...Normalmente é uma companheira animada, agradável e alegre. Tirando suas fases azedas com seu cinismo e língua afiada, seu outro lado é romântico e aventureiro, uma grande amiga. Para ela não basta ouvir palavras carinhosas e juras de amor. Apesar de muitas vezes parecer fria e distante, ela deseja ser amada e mimada. Jamais ficará calada se puder falar.São inúmeros os defeitos e algumas qualidades que a descrevem. Mas não são as palavras que vão te fazer a conhecer... Primeiro observe... Não tente adivinhar, tente desvendar..."

Desconhecido
76 compartilhamentos

Com boca, dentes e saliva, você desmente minhas neuras, desarma meus complexos infantis de feiúra, um por um, cheio de malícia, paciência e atenção, intercalando lambidas, paradas estratégicas e olhares experimentais. É madrugada, é tarde, eu preciso ir, melhor nem começar, vamos finalizar isso separados, cada um na sua casa, no chuveiro, vai ser melhor.
(Entra em mim)

Gabito Nunes
7 compartilhamentos

A CASA

Era uma casa
Muito engraçada
Não tinha teto
Não tinha nada
Ninguém podia
Entrar nela não
Porque na casa
Não tinha chão
Ninguém podia
Dormir na rede
Porque a casa
Não tinha parede
Ninguém podia
Fazer pipi
Porque penico
Não tinha ali
Mas era feita
Com muito esmero
Na Rua dos Bobos
Número Zero.

Vinicius de Moraes
36 compartilhamentos

O ELEFANTINHO

Onde vais, elefantinho
Correndo pelo caminho
Assim tão desconsolado?
Andas perdido, bichinho
Espetaste o pé no espinho
Que sentes, pobre coitado?

— Estou com um medo danado
Encontrei um passarinho!

Vinicius de Moraes
3 compartilhamentos

Não gosto de ser chamado de Elvis Pelvis. É uma das expressões mais infantis que já ouvi vinda da boca de um adulto. Mas se quiserem me chamar assim não posso fazer nada, sou obrigado a aceitar.

Elvis Presley
Inserida por everlypresley
1 compartilhamento

Ideias diferenciadas e atitudes infantis em um corpo adolescente. Apenas mais uma criança que se recusa a crescer e acaba sendo arrastada pela imponente mão do tempo. Sentimentos, não mais.

Leonardo I Ribeiro Brandão
3 compartilhamentos

"Só os bichos que precisam brigar pra ficarem vivos.
Os humanos, ao contrário, necessitam do convívio."
Da fábula "O Jogo dos Animais", de Sylvio Panza.

Sylvio Luiz Panza - Escritor de livros infantis.
2 compartilhamentos

"Não se pode dar amor a quem se tira a liberdade."
Diálogo final entre um pássaro livre e outro engaiolado, na fábula "Sabia que o sabiá sabia assobiar?", de Sylvio L. Panza

Sylvio Luiz Panza - Escritor de livros infantis.
Inserida por escrytor
1 compartilhamento

Eu odeio quando eu tenho atitudes infantis só pra chamar a atenção...
Odeio quando vocês me fazem mudar de ideia com palavras e atitudes...
Odeio quando vocês me fazem chorar de alegria...
Odeio quando me fazem persistir em sonhos que poderiam ter acabado há muito tempo se não fosse por vocês...
Odeio quando não me deixam jogar tudo pro alto...
Odeio quando me impedem de fazer bobagens...
Odeio quando não se afastam de mim, e odeio quando não me odeiam mesmo que eu seja ridícula, estupida, xinge, faça birra, etc...
Mas AMO vocês mais do que tudo...

Naí Oliveira
2 compartilhamentos

Estou tão cansada de estar aqui
Reprimida por todos os meus medos infantis
E se você tiver que ir, eu desejo que você vá logo
Pois sua presença ainda permanece aqui
E isso não vai me deixar em paz

Amy Lee
2 compartilhamentos

Falamos de crianças como se não fossemos infantis, como se estivéssemos disputando quem voa mais alto no balanço, sendo que sabemos que desastrosamente sempre caímos de costas no chão.

Empurramos o medo com a barriga, enchemos a barriga com qualquer besteira, nos enjoamos de desculpas para podermos vomitar com maior facilidade todo resto ressentido.

Para os braços nunca marcamos hora na agenda, compromissos, estão sempre ocupados segurando o mundo junto com as mãos.

Mas ainda somos minúsculos, quase ninguém, e as mãos, pequenas, não importa o tamanho do coração, da força, ou da rapidez, elas ainda não poderão segurar todo peso por alguém, e isso inclui você.

NaNa Caê
Inserida por nanacae
1 compartilhamento

Felizes para sempre?

O mais triste nas estórias infantis é que acreditamos que, como toda princesa, seremos felizes para sempre. Mas nem sempre encontramos os príncipes encantados. Acabamos quase sempre com os sapos.

Claudia Nunes da Silva
Inserida por kakaununes
1 compartilhamento

Quando crianças, escutamos histórias infantis para dormir..
Quando maiores, escutamos as historias que a nossa mente inventa para nos sentir melhor e poder dormir..

Anibras Itterom
Inserida por AnibrasItterom
1 compartilhamento

O que norteia o inconsciente,podemos partir das neuroses infantis, sonhos, repetições, pulsões libidinais, materiais oníricos dentre outros. Acreditamos que certos materiais quando recalcados chegam a gerar um desconforto no sujeito, conflitos que o impossibilitam de viver uma vida normal, onde sua energia é focada, gasta sem freios causando tormenta psicologica, as energias e suas representações.
A análise é um belo caminho para o encontro dessas "defesas".

Katiana Santiago
Inserida por KatianaSantiago
1 compartilhamento