Poemas sobre Frio

Cerca de 2569 poemas sobre Frio

Eu quero um misto quente. Um suco. Um bom livro, uma chuva caindo fina. Frio. E você de cobertor.

Michelle Trevisani

Solteiro, frio, cobertor, noite e a dor da ausência de alguém que se quer muito, que nunca tivera ou daquele que nem se sabe, mas que almeja intensamente algum dia ter.

Dhieferson Lopes

Prendia-se a ele por laços mais fortes do que aqueles que o frio raciocínio pensador pode destruir, laços tecidos pelo hábito, os quais seria crueldade tentar romper.

Emily Brontë

Do sonho a realidade. Da noctibulância o piso quente-frio da litosfera. Espera eu deglutir, digerir. Reordenar as atividades nucléicas e produzir as enzimas certas para empatar essa ambigüidade. Que forçoso é estar com os sentimentos nos céus e os pés no chão. Ter o infinito na palma da mão e o universo numa casca de noz e considerar rei do espaço infinito...

William Shakespeare

Eu prometo que esse frio na barriga não vai passar, que o meu sorriso vai ser sempre sincero, e que vou acordar do seu lado todos os dias.

Isabela Freitas

Não vejo o sol, não sinto frio, será que ela ainda não viu, que pra esperar por esse amor, parei no tempo...

Eduardo Costa

Vem aqui, senta nesse chão frio comigo e me esquenta com o quente da sua direção. Você tão alto e eu aqui, sentada te admirando num culto sem altar. Tão alaranjados seus movimentos que parecem uma canção de tão ritmados. Se não quer sentar, pelo menos fica perto enquanto agarro suas pernas num abraço de amor cheio. Amor que nunca foi magricelo e que de tão rechonchudo se fez carne. Não deixa eu ficar naquela gritaria danada, não deixa. Hoje eu só quero murmurar palavras cheias de fibras nos músculos do seu corpo. Agarrei suas pernas nesse exato momento, agacha não, fica em pé, reto e ereto. Não se deixa levar pelas delícias de um rolamento, onde o piso sempre foi bem amaciado por nós dois.



Se quer arriar algo, que seja mais amor entrelaçado e vencido.


Louca por você!




~*Rebeca*~

-

Rebeca - Néctar da Flor

Brisando

O difícil é entender porque uma brisa pode nos fazer sentir frio ou nos refrescar, tudo depende do seu estado de espírito, tudo depende do ambiente, tudo depende de como você vê as coisas!

Umas brisa pode ser boa, ou pode ser má, tudo depende de você!

Marcel Henriques

Despedida

Correnteza abaixo, riacho frio, para o mar,
a onda libertadora ela refere:
Não mais por ti meus passos irão,
para sempre e sempre
Corrente, doce corrente, por gramado e prado
Um riacho, então, um rio:
Agora, por ti meus passos devem ir,
para sempre e sempre

Mas aqui suspirará vosso carvalho
E aqui vosso arbusto estremecerá
E aqui por ti zumbirão as abelhas
para sempre e sempre

Milhares de sois jorrarão sobre ti,
Milhares de luas rebrilharão;
Mas não por ti meus passos irão,
para sempre e sempre.

Tennyson

Alma ardente

Uma bebida quente
Um corpo frio
Uma alma ardente
Um coração vazio

Eis um dislumbre
Um corpo a passar
Uma língua que me lambe
E uma mulher a desejar

Noite cinzenta
De loucuras e sofrimentos
De um suor que esquenta
E instiga meus pensamentos.

Daniella Santos Barbosa

Deixa o vento entrar, que ele traz notícias lá de fora.
Se está frio ou não, ele vai nos dizer.
Deixa o vento entrar, que ele vem pedir ajuda ou talvez abrigo.
Não há nada depois das janelas, pois até mesmo os ruídos se calam.
Pessoas? Não, não há.
As ruas se estreitam e as cores se escondem.
Então deixa o vento entrar!
Deixa o vento entrar, pois vem vida com ele.

Deborah Strougo

"Se alguém o procura com frio, é porque sabe que você tem o cobertor.
Se alguém o procura com lágrimas, é porque sabe que você tem palavras de conforto.
Se alguém o procura com dor, é porque sabe que você tem o remédio.
Se alguém o procura com fome, é porque sabe que você tem alimento.
Se alguém o procura com dúvidas, é porque acredita que você tem a orientação que ela precisa.
Se alguém o procura com desânimo, é porque acredita que você tem fé.
Ninguém chega por acaso a você!"

felipe aquino

E foi assim...
Naquele dia,naquela noite escura..
Naquele banco frio..ele sentou ao meu lado
E nunca mais as noites foram frias..
E nem os dias escuros...

Shii

INTROSPECÇÃO

Um plácido silêncio adormece, nesta tarde, em minha alma. O tenso frio do inverno contrai-se na inércia das horas do relógio da minha saudade. Um sino, ao longe, faz minhas lembranças regurgitarem devaneios latentes, mas ignorados, avisando-me que meus sonhos andam socados nas gavetas da vida. Em meus armários internos, há muito lixo para se jogar fora. Tenho caminhado sem batuta, sem maestro, sem notas musicais, sem importar se faz sol ou se chove. Tenho flores descuidadas nos vasos de minhas pulsações. Tenho janelas abertas nos quartos das emoções. Tenho ausências autografadas no meu coração. Tenho estilhaços de vidraças quebradas em meus sentimentos distantes. Tenho distancias desenhadas nos mapas de minha estrada. Já não sei mais de mim. Já não sei mais de coisa nenhuma. No cá-lice de meu refúgio, resta-me beber o vazio de meu ser para umedecer a poeira de minhas palavras mudas. Não estou triste, não estou cansada, não estou NADA

Rosa Berg

Eu tenho uma blusa de pulsos rasgados...
Todas as vezes que o sol se põe e a noite trás o frio, eu reviro o armário atrás de um agasalho. Encontro milhões de blusas, mas é sempre a mesma que me aquece: a de pulsos rasgados. Visto-a e tenho em mim a lembrança do dia que a ganhei. Das vezes, confesso que, tiro-a do armário mesmo que não esteja frio, somente para senti-la... Cheiro-a e não há cheiro nenhum, senão o do meu perfume. Olho-me no espelho e tenho a certeza de que nunca colocaria os pés pra fora de casa com aquela blusa. Mas eu não consigo me desfazer dela...
A minha blusa velha, que nem ao menos é minha.

Gabriella Beth Invitti

Medo

A morte em seus olhos
Em suas veias sangue frio
Silencio amedrontado
E seu quarto está vazio
Sozinha em pensamentos
Lhe provocam arrepios

Olhos arregalados
Criança assustada
De baixo das cobertas
A porta está trancada

Encontra uma lanterna
Mais está sem bateria
Respirava profundo
e nada ouvia

Ainda a procura
Ascende uma vela
Vê sombras no escuro
Atrás da janela


Medo real?
Engano ou ilusão?
Chorava na cama
Em meio a escuridão

Lagrimas inevitáveis
Pingavam no chão
O barulho ecoava
Piorando a sensação


Criança fraca
Não era nenhum exemplo
A janela rangia, batia
Com o vento


O escuro a prendia
Em noites condenadas
Lhe perseguia lhe encolhia
Fazia ameaças


Cobria a cabeça
Com lençóis encharcados
De lagrimas de medo
Pesadelos, assombrados


Mantia a cabeça coberta
Com medo do que podia ver
Não sabia se gritava
Não há nada que podia fazer

Criança medrosa
Não é o que queria ser
Mas continuava imóvel
Esperando amanhecer


A noite ia passando
E a criança cansada
Agora via a luz do dia
Pois amanhecia acordada


Falça felicidade
Era só o que podia ter
Acabava com o noite
Após escurecer

Só queria sair correndo
De lá poder fugir
Para onde não houvesse medo
Nenhum medo pudesse sentir


Mais em parte alguma
havia lugar seguro
Era um mundo de fantasmas
De terror
Um mundo escuro


Escuro imortal
Onde não existe vida bela
Não estava no quarto
Estava dentro dela


Medo cruel
Que a acompanharia
Pois se o medo não vencesse
Ele jamais a deixaria.

Alessandra Froes

O Frio Esquenta...

Chuva, fria, dias...
Até a alma, frígida.
Mas, olha o sol...

Francismar Prestes Leal

O amor é como as quatro estações do ano.
Ele anda junto com o tempo.
No inverno,é frio e o amor se deixar esfria
e pode até vir a acabar.
Que triste seria.
A primavera,as flores florescem ficam mas belas a cada dia
e o amor também tem uma época onde tudo é lindo,florido
e só''eu te amo'' é dito.
O verão e´quente,faz muito calor.
No amor há fogo e de uma hora para outra
o clima esquenta,não há brisa que apague
as chamas de um amor que arde.
Enfim,o outono onde as flores caem das árvores
e isso acontece com o amor.
Ele cai,murcha,mas não morre nunca
está sempre vivo no coração de quem ama.

Claire Mabelle.

Adoro o frio, mais não pela frieza que causa.
Eu adoro o frio porque só ele me faz esquecer que quando você não está aqui, é a frieza daqui dentro que é maior.
Não penses que preciso de alguém, pois eu tenho!
Só não o prendo, só estou esperando ele enxergar que eu sim sou a unica que o amo de verdade.

Ketelen Rosa

Ela: Toma um sorvete comigo?
Ele: Nesse frio?
Ela: Qual o problema?
Ele: Vai pegar um resfriado..
Ela: Idai? ninguém liga para mim mesmo
Ele: Eu ligo, e você não vai tomar
um sorvete agora.
Ela: Vou sim, você querendo ou não
Ele: Não não vai!
Ela: Vou
Ele: Não vai
Ela: Vou
Ele: Não vai.
Ela: Porque não? porque se importa tanto comigo?
Ele: Porque você, é metade do meu coração fora do corpo,porque você é a MINHA princesa, porque você é a MINHA pequena, porque você é MINHA, e eu não quero te ver doente.
Ela: Awwwn que fofo
Ele: Desistiu de tomar sorvete?
Ela: Não.
Alguns dias depois...
Ele: Viu..tomou sorvete e agora ta ai, gripada
Ela: E sabe,foi bom..
Ele: Bom? tú ta ai gripada e foi
BOM?!
Ela: Sim...
Ele: Porque?
Ela: Porque tem você aqui, para cuidar de mim
Ele: Então não precisava ficar doente, porque eu sempre vou ta aqui, para te cuidar e te proteger.

Desconhecido