Poemas que Falam de Filhos

Cerca de 1874 poemas que Falam de Filhos

MENSAGEM
A verdade tem sempre o Meu aval, a mentira nunca será de Minha vontade!
Tantos filhos meus, usam o Meu nome para fins errados, eles chegam mesmo a acreditar que é verdade ser minha vontade...não é não!
Eu nunca aprovaria que tirassem a própria vida ou a vida de tantos inocentes!
O sofrimento surge da ilusão e da mentira, nunca será de Minha vontade, mas sim criado por cada um de vós, impondo a vossa vontade e não a Minha!
Minha vontade é que não se olhem como inimigos, que respeitem as vossas diferenças, sejam elas quais forem, que escolham o caminho do bem, que meditem em tudo o que vêm e ouvem, que saibam sem ofensa afastarem-se dos que vos podem ferir, eles um dia também alcançarão um estado mais puro de coração! Protejam e cuidem da vossa vida...estejam atentos às Minhas mensagens, aos Meus sinais! Verdade é que Eu estou e estarei sempre convosco, depende de cada um de vós serem felizes, acreditem na Minha palavra! Sejam mais conscientes do mal, para que o bem seja real todos os dias nas vossas vidas! Basta que queiram de coração, e a paz tomará conta de vós, a partir daí, o Meu amor será sentido no vosso interior, sorrirão com mais facilidade e esquecerão as lágrimas que tanto tempo vos acompanharam. Aceitem o Meu amor

Marília Masgalos

EXCLUÍDOS:



Aos invisíveis filhos do verbo
Muito mais que uma sopa de legumes
Sirva-os com um chá de atenção
Antes de oferecer-lhes o cobertor
Aqueça-os com seu abraço
Para não ouvir convenientes elogios
Empresta-lhes teus ouvidos
Dar-lhe-eis tua voz
Para que os escutem
Todavia, é certo lembrar
Que só na labuta nos
Enobrecemos.

Carlos Egberto Vital Pereira

PAIS, MÃES E FILHOS

Demétrio Sena, Magé - RJ.

Nunca tive saudades do meu pai. Tive, sim, saudades do pai que meu pai não foi. Na verdade, saudades de qualquer saudade que teria, se a minha história e de meus irmãos com ele fosse outra.
Ao me tornar e “retornar” pai, passei a ter medo. Um medo imenso de que minhas filhas algum dia não tenham saudades do pai que tiveram, mas, do pai que não fui. Ou que tenham saudades de qualquer saudade que pudessem ter, se nossa história fosse outra. Se tivéssemos história, pelo menos que valesse a pena lembrar.
Pais e mães deveriam refletir mais a respeito disso. Deveriam se preocupar em construir com seus filhos, histórias relevantes. De amor e presença. De atenção e cumplicidade. Se houver sofrimento - e sempre há -, que o sofrimento seja compensado por esses atributos indispensáveis à relação pai, mãe e filhos.
Que seja por egoísmo. Pelo simples deixar saudades. Não tem problema, porque esse egoísmo tem a capacidade mágica de salvar os filhos de uma frustração eterna.

Demétrio Sena - Magé-RJ.

Eis que vejo hoje mães...
Mães que anularam seu filhos de sua existência.
Mães que se entregaram aos prazeres da carne e passaram a pensar somente em si.
Mães que geraram filhos em troca de prazeres.
Mães que se entregam na ignorância sem ao menos haver inocência.
Será que essas mães não pensam no irá surgir na cabeça de seus filhos daqui há dez anos?
Ou será que são simplesmente maldosas.
Não sei...
Mais acredito que tudo há um preço a pagar.

Thayná Valentim.

AVISO....Senhores e Senhoras...

Se não tens tempo de educar seus "filhos"
não deixe que os outros o façam..
Aqui nesta página...
circula conhecimento...
As ""crianças", devem vir educadas de vossas casas...
Sacou?

..

Sonia Solange da Silveira ssolsevilha Poetisa do Cerrado

Sociedade das Sombras

Quando o sol nasce os humanos reinam
Quando ele se põe, os filhos da noite reinam
Nas sombras nos escondemos
Acordamos com disposição
Saímos pela noite escura e fria,
Para sangue derramarmos
O sangue canta nos chamando,
Como alimento e fonte de vida
Como uma sereia no mar
Não matamos enquanto nos alimentamos
Somos o mais gentil possível com os humanos.
Alguns se rendem a tentação do prazer na morte
Tornam se mortos-vivos, sem almas
Nas sombras em segredo
Com armas e espadas
Protegemos humanos e vampiros
Dos demônios sem almas
Imerso nessa escuridão
Lutamos por humanos
Que nos julgam mal, como um todo, igual
Na noite escura e fria,
Esperando por encontra aquilo que me faz falta
A outra metade de minha alma
Caçamos na noite como olhos de um animal,
esperando o fim dessa guerra,
que perdura entre o bem e o mal.
Meu manto que por mais sujo que esteja,
Com sangue dos mortos-vivos
Me aconchega no trabalho de vigia
Somos filhos das trevas, da noite e da lua
E ela uma mãe que não renega sua cria.
Lutamos por um significado,
Nessa vida de existência
Esperando por alguém que nos salve
Dessa grande tormenta
Humano ou vampiro,
Não importa quem seja
Aquele que nos ame
Como seres que somos
Acabando com essa dor sombria que nos consome!
Só o amor pode salvar
Um guerreiro de se entregar
A não vender sua alma
Para com a dor acabar!

Quem há de amar um ser sombrio e temido?
Quem há de salvar uma fera, de destruir todas as raças?

Sophie Melisandre (Queli Tavares)

A felicidade é uma necessidade quando temos filhos. Eles vêem o mundo através de nós. Não te permitas ser infeliz só porque não tens aquilo que queres ou podes. Reformula a tua vida. Parte do zero, se for preciso. Recomeça tantas vezes quanto as que forem necessárias, mas não desistas de ti e muito menos abdiques de reflectir o teu brilho junto dos que te amam incondicionalmente.Não esperes que a vida aconteça. Faz acontecer!

Anabela Pacheco

Anabela Pacheco

Eu tenho um sonho...
Que no brasil (terra rica e maravilhosa), trate seus filhos com dignidade e respeito não por estarem doentes, mas por terem direito a saúde e tratamento como prevê nossa Constituição Federal...
Que o paciente ONCOLÓGICO, não necessite peregrinar e mendigar o tratamento de sua doença diante de um ESTADO que lhe nega e lhe abandona a própria sorte...
Que nossas autoridades dos PODERES EXECUTIVO e LEGISLATIVO, deixem de ver os pacientes de CÂNCER como meros integrantes de uma estatística comum e sejam vistos como cidadãos que vivem em um ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO que tem direito adquirido ao atendimento digno de saúde, a consulta com o especialista, ao tratamento minímo...
Que os pacientes nesta situação não tenha o seu direito marginalizado pela NAÇÃO, cerceado pelo ESTADO e renegado pelo MUNICÍPIO...
O meu sonho, é que não se repita a história de descaso (da qual fui vítima), de perseguição, de exclusão e o preconceito sofrido em função do tratamento (por plena ignorância do assunto)...
Que os amigos entendam a importância da demostração do amor, do companheirismo, do respeito e da necessidade de as vezes estarmos só (avaliação introspectiva) por alterações emocionais do tratamento, sem contudo sermos julgados e mal interpretados por alguns..
Que sejamos solidários sempre e não apenas motivados por uma doença...
Que um dia encontremos a CURA PARA O CÂNCER, para que não tenhamos tantas separações entre as famílias e continuemos a SONHAR por um mundo melhor, sem dor, sem sofrimento, sem separação e sem CÂNCER...

Maria Zenith Andrade Brandão

11;41 9/3/2015

DEUS SE DELEITA VER SEUS FILHOS

VIVENDO PELA FÉ ANGUSTIANTES...

SEM NADA POR BAIXO DE SEUS PÉS

A NÃO SER A PALAVRA DE DEUS.....

JOELMA FERA

Luz para o mundo criador de vermes!!!
União aos verdadeiros filhos aceitos!
Crusificai-vos aos que tentarem aniquilar-mos
imortalizando o nome do senhor do mundo
fortificai o exercito de anjos rebeldes
exterminando os que contrariarem a grande sinarquia!
recriando pouco á pouco mundo devastado por seres animalizados!!!

Glycon

A gente cria os nossos filhos com todo amor, passamos noites em claro, choramos, parece que por tempos deixamos a nossa vida para cuidar, ensinar e educar. Quando um filho nasce deixamos de existir para fazer que nosso filho exista, eu já não existo, existe em primeiro lugar o filho.
O tempo passa, a criancinha que me deixava a noite inteira sem dormir cresce, já não preciso segurar as mãozinhas, nem vigiar o tempo todo para que não caía e agora tudo que eu desejo é vê-lo vencer na vida.
Vejo que os amigos agora ocupam um lugar pra lá de especial na vida dele, a namorada também, pena é que a mim, vem a grosseria, a falta de educação, o "mãe cadê isso, cadê aquilo," quando peço ajuda, simplesmente finge não ouvir.
Eu fico imaginando o que eu fiz de errado?
Porque ele não me tem em lugar especial na sua vida?
Porque eu sou importante somente na hora que ele precisa?
As vezes eu choro, as vezes tento ganhá-lo a todo preço. Na verdade eu sou uma mãe em busca do amor de meu filho.
Uma mãe disse.

Helenice Cunha

A saudade dos meus filhos
dói, machuca, me amordaça...
Eu comparo aos velhos trilhos
por onde o trem já não passa.

Joamir Medeiros

amor
tão puro esse.....amor
ficar
beijar
namorar
se abraçar
se casar
ter filhos
sera que ela e uma mãe de familia:

bruna tomé vieira

Parede que desbota, o sol tem te castigado?
Meus filhos, meus frutos, meus amores, se foram;
construí essa cidade com meu suor,
a destruí por orgulho, e quem está destruído agora?
Leve-me contigo, faça-os barganhar por mim,
um rei chorão.
A parede desbota, a chuva a tem castigado,
em algum lugar, meu filho colhe o trigo,
não aqui comigo, em um outro lugar, onde não há paredes desbotando, onde não há dor, onde o orgulho morreu,
onde há um Deus, e eu não chegarei lá,
não porque estou cego e não acharei o caminho,não;
não porque estou preso e os ferrolhos seguram minh'alma, não;
não o verei porque o portão que leva aos céus é pequeno,
daqueles que só passaríamos curvados como o trigo colhido,
eu me fiz de joio-arrogante, eu destruí meus sonhos,
culpei Deus covardemente, verei a parede desbotar,
como um não-sábio que medita.

Helom

Natal, Cidade do Sol, no que te transformaste?

Seus filhos são bobos, alienados, não sabem o que fazem. Não sabem o poder que tem, não querem ver outra realidade, não querem viver outra cidade. Querem sofrimento, querem descaso, fracasso. Não querem mais uma Cidade do Sol, querem um cativeiro, um bueiro. Não querem ser filhos, não querem pensar.

Perdoem-me conterrâneos, mas vocês são espectros de gente, não são gente. Não é povo. Não há povo na cidade do sol. Não há luz. Só lamento...

Anderson Cruz

Vale a pena ler:
"Crie filhos em vez de herdeiros."
"Dinheiro só chama dinheiro, não chama para um cineminha, nem para tomar um sorvete."
"Não deixe que o trabalho sobre sua mesa tampe a vista da janela."
"Não é justo fazer declarações anuais ao Fisco e nenhuma para quem você ama."
"Para cada almoço de negócios, faça um jantar à luz de velas."
"Por que as semanas demoram tanto e os anos passam tão rapidinho?"
"Quantas reuniões foram mesmo esta semana? Reúna os amigos."
"Trabalhe, trabalhe, trabalhe. Mas não se esqueça, vírgulas significam pausas...."
"...e quem sabe assim você seja promovido a melhor ( amigo / pai / mãe / filho / filha / namorada / namorado / marido / esposa / irmão / irmã.. etc.) do mundo!"
"Você pode dar uma festa sem dinheiro. Mas não sem amigos."

E para terminar:

"Não eduque seu filho para ser rico, eduque-o para ser feliz. Assim, ele saberá o valor das coisas e não o seu preço."

Desconhecido

##Vivi?
Empreendimentos fracassados, filhos mal criados, amor gelado, objetivos. planos...metas...atrofiados. Vivi? Não.
Colecionei lembranças.##

Edna Cobas

Ser Mulher
Preocupação com casa, comida, filhos, marido, enteado, gato e cachorro.
Dar conta de tudo com ajuda ou sem ajuda.
Estar sempre pronta para o que der e vier, ser a bengala, o apoio, a força e a plenitude.
Ser livre em pensamentos, atos e ações.
Amar, desejar, viver, sentir tudo isso elevado ao quadrado.
Ter mau-humor, tpm, cólica, dor de cabeça e muitas e muitas vezes não reclamar.
Está em sintonia sempre consigo e com os outros.

Arcise Câmara

Pai, Mãe não vivam em função somente dos filhos, o tempo vai passar e eles, mudarão, um dia com um beijo no rosto irão viver suas vidas. Esquecerão 70% de tudo que vocês fezeram por eles, deixarão de ser seus bebês e terão uma habilidade de magoa-los. Isto acontecerá se você der tudo de "mão beijada", se fizer todas as vontades e desejos e se não tirar eles de baixo das suas asas. Sem contar que eles sofreram muito nos tropeços da vida.
Todos sabemos que viver bem e felizes precisamos ser lapidados, preparados para aprendermos a importância de cada queda. Queremos que os jovens aprendam o português, mas não a falar de seus medos. Queremos que aprendam matemática, mas não a somar valores humanos, subtrair frustrações, dividir conquistas e a multiplicar a fé em tempos difíceis. Queremos que aprendam a orar, mas não a buscar e confiar em Deus. Queremos que aprendam a ter respeito, mas não somos exemplos. Queremos que saibam ser amigos, mas não temos tempo para mostrar que os melhores amigos estão dentro de casa. Queremos que saibam fazer escolhas, não bebam, não fumem, tenham responsabilidades e ficamos no querer, informamos, e não formamos! Queremos que nos amem e demonstrem, mas não nos abrimos para eles, não contamos nossas derrotas, não mostramos quem mora atrás dos papeis de Pai e Mãe, assim não ensinamos o valor e o salgado sabor de uma lágrima.

Este que vos escreve ainda não tem filho, talvez por isto estou em situação confortável para discorrer, não esqueçam, sou filho como você. Um filho que cresceu sem pai, com uma mãe abençoada a quem devo minha vida e amo e admiro, eram outros tempos, mas sofri por ela não ir além do papel de mãe.

Em outro momento escrevo para os filhos. Por fim Pai e Mãe, vivam do exemplo, companheirismo, diálogo, fé e da amizade com teus filhos, e não esqueça de viver!

Respeitosamente,

Roger Stankewski

Filhos 
Não são emprestados a nós como aluguel !!!
São dados a nós e como qualquer ser vivo, sua resposta , em tudo, depende muito dos nossos ensinamentos , do que temos a dar.... 
Os filhos são a nossa resposta da boa ou má prática do viver!!!! 
Obvio com raras exceções 
Duvidas, façam uma auto-analise !!!!!

Raimundo grossi