Poemas Pássaro

Cerca de 810 poemas Pássaro

"As vezes me sinto como um pássaro com uma asa quebrada, sem poder voar, em outras vezes me vejo como um veterano de guerra, que venceu a morte, ao certo é que hora me pego agradecendo por está vivo, hora me vejo lamentando as limitações imposta pelo destino, o ser humano é uma incógnita mesmo."

‪#‎CésarRibeiro‬

César Ribeiro

BOA TARDE BONS AMIGOS!!!
DOMINGO BEM ALEGRE A TODOS!!!

Eu aqui numa euforia
ouvindo dos pássaros a cantoria
nem percebi que já passa do meio dia!

mel - ((*_*))

melanialudwig

Voar sem voar

É dar asas ao pensamento
Ir longe, mas sem sair do lugar
É ser pássaro por um momento
Voar! Sem terra para alcançar

Voar sem voar

É aceitar que eu posso lá chegar
Caminhado pelas ruas do meu querer
Ruas sem transito nem polícia a controlar
Voar sem voar é o que estou a fazer

Há um voo em cada verão ou inverno
E quem disser que pode voar para sempre
É porque assemelha o paraíso ao inferno

Só podemos voar no momento exacto
Porque uma vida sem voo é um abstracto

Voar sem voar é amar sem amar
Porque quem ama sem amar ainda pode sonhar.

Laguna de Jesus

Engaiolada

Ás vezes, sinto-me como um pássaro
que aprendeu a morar na gaiola
o mundo é grande demais
para meus desejos de vida.

La fora chove...
Tudo é tão amplo
E eu...?
Sou pequena e frágil.
Tenho frio

Tem ventos fortes
La fora...!
E eu...?
Não saberei em que me apoiar.
Tenho medo.

Belos e fortes sons
Tanto calor, tantos tons.
Caminhos e estradas
Escuras e enluaradas

E eu aqui engaiolada.
25/12/13

Enide Santos

O tempo passou
E pedi meu par de asas
Como um pássaro que não voou
Como filho que não sai de casa

O presente chegou
E calcei meu pé em brasas
Como alguém inconsciente
Que mergulha em piscina rasa.

O "amanhã" foi o que restou
Pode ser que eu fracasse
Oscilação cotidiana.
A loucura nunca atrasa.

Aldo Teixeira

Bom dia sim!

Esse mote de pássaro me amanhecendo,
Trazendo musica enquanto sonho,
me abrindo...
Ouvindo suas dores e seu amor
Na voz lucida de cantador.

André Luz Gonçalves

Desapego e Liberdade

O amor
necessariamente
não precisa ser
de um único pássaro.
Mas daquele…
que consegue
me aquecer com suas asas
de arco-iris!
Razão pela qual,
o desapego e a liberdade…
são momentos cruciais
nessa entrega do amor.

Dayse Sene

O tempo é um pássaro
um jardim cheio de flores
um coração sem dono
com a força de viver um amor.

Verdade de mim entristecida
paisagem de um tempo infinito
desejo-te sem fim e quero-te
queima a alma em redor na fogueira.

Da verdade, da vaidade e compreensão
espera reforçada, fogo, água num
deserto sem boca de lábios salgados
das noites quentes, dias assombrados.!!

IsabelMoraisRibeiro

GARGALHADAS DE LÁGRIMAS

No circo, eis um pássaro engalanado:
faz piruetas no tablado um Tico-tico,
cômico d’alta classe, estilo magnífico,
é exímio palhaço e artista consagrado.

Entre cabriolas, pilhérias e estripulias,
no palco vai desvendando toda graça
para o riso excitante da vultosa massa
que se apraz com suas exóticas folias.

Mas eis que na arena e num instante,
levando à plateia magnífica comoção,
ali ecoa uma escandalosa gargalhada.

Nos olhos do amado palhaço radiante
brotaram lágrimas em densa revoada:
era o sorriso de pássaro no seu coração.

(Do seu livro: Sua Majestade, o Circo Lírico)

GERSON AUGUSTO GASTALDI

eu sou o pássaro que não pode voar
pois o avião não me deixa planar
eu sou a estrela que brilha sem brilhar
pois os postes não nos deixam olhar...
Ainda não terminei essa musica mais quando terminar vou expor aqui!

ArturVieira

SE…


Se fosse a vida toda reescrita
e o tempo fosse pássaro enjaulado,
talvez houvesse mais amor guardado
e eu não seria esta parasita…

Se eu fosse o quanto pensa, tão bonita,
de peito aberto, olhar apaixonado,
teria do rancor me libertado
e minha paz seria infinita…

E se, talvez, a noite fosse dia
e o vento me levasse a agonia
que sinto sem, sequer, saber por que,

quem sabe, em seu abraço eu estaria?
Talvez, amor, se não houvesse o “se”,
eu me apaixonaria por você.

Verônica Miyake

"...e me vi num olhar de um pássaro,
foi aí que percebi que o mundo
é mais lindo do que eu imaginava,
mas o homem com sua ganancia
é que está destruindo tudo,
então eu vi a tristeza em seu olhar!!
(Sueli E. Santo)

Sueli E. Santo

O pássaro que voou, fugiu de mim, me magoou.
Hoje voltou, pousou no meu ombro e chorou.
Ferido pelo destino que escolheu, quem ele esperava não o acolheu para vida.
Vendo que não havia mais saída, caiu em mim sem canto, sem música.
Apenas com choro e cheiro de sereno de uma noite sem fim.

Leonardo Muniz

Nem sou pássaro nem sou flor
Nem sou chuva nem sol
Nem sou rios nem mar
Nem sou vento...
Nem sou tempestades
Nem sou frio nem calor
Nem sou mulher, nem criança
Nem saudade, nem lembrança
Sei lá, quem sou !

Leônia Teixeira

Pássaro forasteiro

Quero te roubar
Mas se acalme senhorita
não quero teu dinheiro
Sou um pássaro forasteiro
Fugi de meu oprimido viveiro
Voei em direção a ti
livre pra cantar meus desejos
Vim humildemente apreciar
Teu cheiro
Furtar lhe seus beijos

Jefferson gomes

O peixe e o pássaro

Ela nasceu em meios as águas
Nas profundezas do oceano
Ele bateu as suas asas
A procurar um lugar plano

Ela respirou e viveu
O fundo do mar
Ele de lugar em lugar
Nunca soube onde pousar

Ela nadou entre caracóis
E conheceu algas marinhas
Ela voou tão solitário
Em meu céu de nostalgia

Curiosa a descobrir
O que em águas mais existe
Curiosidade tornou-se coragem
E ela conhece a superfície
O peixe e o pássaro

Ela nasceu em meios as águas
Nas profundezas do oceano
Ele bateu as suas asas
A procurar um lugar plano

Ela respirou e viveu
O fundo do mar
Ele de lugar em lugar
Nunca soube onde pousar

Ela nadou entre caracóis
E conheceu algas marinhas
Ela voou tão solitário
Em meu céu de nostalgia

Curiosa a descobrir
O que em águas mais existe
Curiosidade tornou-se coragem
E ela conhece a superfície

Um olhar de esperança
Do céu contempla o mar
O lugar mais bonito
Que um dia foi pousar

Pés firmes na areia
Contemplar a paisagem
Ela na superfície
Conhece sua imagem

Cruzou-se no segundo
Que a vida permitiu
Paixão toma o coração
No momento que se viu

Olhares atônitos
Sentença de uma mor
Condenados a viverem
Suportando grande dor

Tentou tocar
As águas te impediram
Ela quis te beijar
As ondas te traíram

Como nadar no céu
Como voar no oceano
Como respirar fora
Se cada vida tem seu plano



Pobre pássaro
Triste peixe
Não se vá
Não me deixe

Amor impossível
De que adianta a ilusão
Voando ou nadando
Sem ar quem fica é o coração

Na frase o poeta
Jamais esteve sozinho
“Um peixe e um pássaro podem se mar.
Mas onde vão construir o seu ninho?”

Ednilson Emmanoel Cintra

não sei tudo,mas...

nada acontece por acaso
seja uma folha que cai,
ou um simples pássaro que voa,
tudo tem uma rasão,um motivo,
um proposito...
e sabe qual é o meu proposito nesse momento?
tentar lhe dizer em poucas palavras,
o quanto você é especial!!
especial para DEUS
pra sua família
seus amigos
é claro
ESPECIAL PRA MIM
afinal,amigos são como pedras preciosas:
que não tem,quer ter
e já que tem,jamais quer esquecer.

Liviasilva2508

“Mais vale um pássaro na mão do que dois a voar”

Valorizem o que é verdadeiro, ouçam a voz de Deus no vosso coração e façam sempre a escolha certa! Não queiram tudo, porque nada terão de verdade.... Apenas aventuras ocas e que em nada vos fará evoluir, vividas apenas pela mente, sem a profundidade da alma!
Aprendam a separar o trigo do joio.

Marília Masgalos

O lindo pássaro voando
Pousou sobre a beleza das rosas
O prazer que ele sentiu por isso
Foi o mesmo prazer que tu gozas?
Óh! Bela rosa!
Tu me falas de seus desejos
Mas nunca diz-me seus verdadeiros interesses
Sua linda cor forte
É a razão dos maiores benesses por vezes
Do amor pela vida até a morte.

Loyhan F. Torres

AMANHECER CATIVO

Eis o amanhecer do pássaro cativo:
dentro da grade, encolhido e tristonho,
no seu padecer enfadonho
o penar é mui aflitivo.

No seu cárcere aramado,
bem tolhido da liberdade,
só água e alpiste a sorver crueldade,
o seu revoar desponta num sonho
de bípede emplumado, recluso,
sem ter infringido qualquer ação
ou desagravo de algum tamanho.
Eis o pássaro cativo: príncipe aprisionado,
nesta gaiola isolado sem nenhum motivo
pela feridade insana, é mártir da crua gana.
Eis o pássaro nativo: o seu gorjeio calado,
com olhar estacado, é um prisioneiro vivo
da injustiça humana, a fátua casta tirana.

No amanhecer da sua vida tremendamente triste,
o belo pássaro, carcerário na rude gaiola, destoa
da sua aprazível melodia, que magnetiza e entoa
na súplica de eufonia um só trinado que subsiste.

Eis a extrema maldade: o homem na sua diversão,
caça, fere e condena o pássaro por tola fantasia,
acreditando valer a pena executar essa covardia,
num jogo de atrocidade, rito odioso de perversão.

Do seu livro: "Poemética Ambulante"

GERSON AUGUSTO GASTALDI