Poema para Professor

Cerca de 7868 poema para Professor

Poemas vagam por nosso coração a espera de uma oportunidade de se mostrarem.
Essas oportunidades surgem quando os especiais se mostram.
Você é especial e por isso merece que meu coração se abra e deixe um pouco de mim sair para se divertir e se emocionar.
Os elogios são sempre merecidos quando são reais.

Professor Galvão
Inserida por galvibest

Uma declaração de amor irrestrito
Viver é acalentar sonhos e esperanças, fazendo da fé a nossa inspiração maior.É buscar nas pequenas coisas, um grande motivo para ser feliz!
Meu coração é meu guia. Meu instrumento é a palavra.
E minha inspiração é você.
Você é minha música...minha rima e meu tom...
Você é minha inspiração...que fez renascer meu coração...
Te amo!

Professor Galvão
Inserida por galvibest

Resumo de um ano
Essa é apenas a história de alguém que infelizmente luta, tenta, cai, se levanta e que acha que nada o abala, mas engana-se aí então vem o desânimo,
a melancolia. E acaba achando que é o único ser vivo nesse mundo que nunca,
vai conhecer o significado da palavra êxito na prática, seja das coisas mais fúteis até as mais significativas, mas sinceramente o que é fútil pra quem nunca teve nada, pra quem não sabe o que é .... sei lá como posso explicar, o nada ao extremo.
É difícil viver eternamente nas trevas, iludi-se quem acha que a luz foi feita para todos e que todos nascem para serem felizes, pura mentira de quem quer camuflar a triste realidade, felicidade é coisa de momento, já a tristeza é mais duradoura e teima em não ir embora. Já tentei métodos artificiais de felicidade, mas são todos passageiros e não gostei de nenhum deles.
Assim minha busca ou melhor dizendo minha obsessão por “dias felizes” continua e mesmo que eu nunca consiga, não tenho outra opção a não ser tentar.

Professor Galvão
Inserida por galvibest

Sou um subversivo.
Sou por que quero ser.
Não gosto de ordens, não gosto dos que ordenam.
Mas amo os que sabem pedir.
Desconfio dos que imploram. São derrotados de plantão.
Ser subversivo é ser vencedor, é ser visionário.
Ser subversivo é ser feliz e se saber feliz.
Um subversivo nunca para nas esperança pois sempre busca algo maior: a certeza.
Um subversivo não se amedronta com o medo dos covardes. Faz dele um motivo de conseguir a coragem para seguir sempre em frente.
Ser subversivo é... ser subversivo.

Professor Galvão
Inserida por galvibest

Meus alunos, não queiram pensar e nem viver suas limitações de agora.
Pensem em suas virtudes maiores. Em suas coragens. Em suas certezas.
Não se dobrem ao medo do não vou conseguir. Não sejam parceiros de covardias.
Vivenciem o melhor que vocês podem.
Respirem fundo, passem uma quinta acelerem o máximo, liguem o foda-se e atropelem as certezas dos que acham que vocês não são capazes.
Excedam as mais requintadas expectativas.
Digam ao mundo que vocês existem e que estão aqui para pintar e bordar. Que estão aqui para serem felizes.
Digam ao mundo que vocês são SUBVERSIVOS.

Professor Galvão
Inserida por galvibest

Meus amores, agora é com vocês.
Coragem, desprendimento, força e certezas.
Há um mundo a ser conquistado.
Um mundo desleal, sujo, vergonhoso. Cheios de arestas. Cheio de incertezas.
Um mundo cruel mas nem por isso menos fascinante.
Há belezas a serem descobertas. Há sensações maravilhosas a frente.
Lutem sempre. Sejam subversivos até a última gota de suor.
O mundo do fascínio é de vocês.
Vençam.
Vocês estão preparados para isso.
Nunca esqueçam que um subversivo é a nota que falta para o correto se mostrar.
Vão lá e arrebentem.
Lhes amo de paixão.

Professor Galvão
Inserida por galvibest

Amar sem ser amado é como caminhar na direção a um lugar nenhum.
É um amar que assusta, que nos afasta a cada dia da felicidade.
Amar sozinho é viver um longe que dói, perturba, um amar que ignora essência do ser feliz.
É assim que estou hoje.

Professor Galvão
Inserida por galvibest

As vezes usamos o silêncio para evitar polêmicas.
O silêncio de uns vale muito mais que a gritaria de outros.
Se barulho resolvesse alguma coisa e mostrasse sabedoria, o próximo nobel seria de uma britadeira.
Falar o que não se conhece é típico dos desprovidos de argumentos.

Professor Galvão
Inserida por galvibest

A respeito do "beijo" entre os personagens da recém acabada novela Amor a Vida deixo minha impressão:
E assim caminha a humanidade, quebrando preconceitos burros que na história já nos privou de várias vidas. O preconceito é a irmandade da intolerância, o adjetivo do ódio, a soberba da existência do mal.
Não se é totalmente livre numa sociedade em que há preconceitos, sejam eles de que espécie for.
Sei que há "machos" de plantão que aplaudem a violência da estilização de seus falsos moralismos criados em seu cromossomo Y. São as drogas da sociedade pois aceitam a violência contra as minorias para justificar seus medos e inseguranças.
Dói ver mulheres alardeando suas crendices abstratas a favor do preconceito. Dói ver pessoas de razoável grau de intelecto buscar em culturas medievais que aceitavam a morte por apedrejamento significados de seus medos e inseguranças.
O preconceito nasce pela mão da ignorância, vive a custa da intransigência e se perpetua patrocinado pela vergonha.
Bela cena.

Professor Galvão
Inserida por galvibest

Vivo a liberdade que minha consciência permite.
Não aceito viver o que me mandam viver.
Não gosto de copiar e vivo numa eterna criatividade.

Professor Galvão
Inserida por galvibest

Há pessoas que escrevem provérbio alheios querendo se mostrar diferentes do que realmente são.
São essas falsidades que estragam as amizades.
É melhor sempre se mostrar no seu real. Teatros não são bem vindos nas relações humanas.
As pessoas deveriam ser o que parecem ou, pelo menos, não parecerem o que não são.

Professor Galvão
Inserida por galvibest

Moça, se não era amor, era da mesma família.
Sobrou o que sobra nos corações abandonados.
A carência, a saudade, a mágoa.
Um quase desespero que a gente sabe que vai normalizar.
Só não se sabe se vai antes ou depois da dor.

Professor Galvão
Inserida por galvibest

Quando você não tiver mais luz para te guiar
E ninguém para caminhar ao seu lado
Eu irei até você.

Professor Galvão
Inserida por galvibest

As vezes temos que abrir mão de nossa felicidade para que os que amamos possam ser felizes.
Certas decisões são terríveis mas significam muito pra muitos.
Perdas podem antecipar ganhos.
Por amor podemos mudar pontos de vista
No mais é viver um dia de cada vez

Professor Galvão
Inserida por galvibest

Eu sou o que sou.
Vejo o que quero ver.
Vejo futuro no passado,
Presente no futuro,
Passado no hoje.
Sinto ternura no que quero,
Amores no que aparece.
Vejo alegria num mar de tristezas,
Sorrisos num rosto crispado pela dor.
Vejo vitórias em derrotas humilhantes,
Humildes em soberbas colocadas.
Vejo você em cada abrir de olhos, em cada respirar.
Em cada eu te amo.
Você é minha luz na escuridão que sou forçado a viver.

Professor Galvão
Inserida por galvibest

Sou o que quero ser.
Sou o reverso do medo,
A ambição teimosa dos que nada tem,
Sou a querência danada de um simples sorriso,
Sou a exigência felina dos honestos,
A sabedoria dos velhos com o vigor dos jovens.
Sou a irresponsabilidade mutável,
A superação de medos íntimos,
O heroísmo do dia a dia.
Sou a referência da alegria,
O risco dos voluntários,
Sou a beleza em sua essência.
Sou um desprovido de arrogância
Sem a hipocrisia dos mendigos de inteligência.
Sou fato e as vezes mentiras.
Sou claro e as vezes obscuro.
Sou verdade e as vezes também.
Vivo um dia de cada vez.
Futuro e presente irmanados num passado quase sempre esquecido
Não tenho rancores, ódios, invejas desnecessárias,
Sou risco, coragem, vontade.
Sou amigo sem inimigos eleitos.
Verso sobra a alegria e não sei viver na tristeza.
Sou motivo e nunca objetivo.
Sou amor e sempre serei amor.

Professor Galvão
Inserida por galvibest

Passando a limpo
Sou o contrário do senso,
Sou o averso do prático,
O antônimo do lado,
O abstrato do concreto.
Sou o processo de engorda
A ferida que não sara,
A dor imensurável da perda,
A alegria descomunal da vitória.
Sou o encontro das ruas,
A contra mão da tristeza.
Sou o reverso da lógica,
Na puritana vida dos medíocres.
Sou perguntas sem respostas,
Sentimentos e realidade.
Sou a medida certa do errado,
O longe do bem ali.
Sou uma versão diminuta do que queria ser.
Sou honestidade nas mentiras,
Teatro de marionetes mandadas.
Sou culpa, sou inocência.
Sou sombras na luz.
Sou meio, sou inteiro.
Sou de fato eu sempre.
Sou amor em ódios esquecidos,
Versão mágica de amizade.
Sou assim, sou eu.

Professor Galvão
Inserida por galvibest

A vingança não nos livra do ódio.
Ela faz com que esse ódio fique mais tolerável.
Ninguém vence quando se vinga mas sim quando perdoa.

Professor Galvão
Inserida por galvibest

As vezes a omissão fere, deprime, magoa.
Como eu queria poder pular alguns dias vividos.
Como eu queria não ter vivido alguns ontens.
Como seria legal que meus "amigos" fossem amigos como sou deles.
Hoje foi um dia pra esquecer.
Onde a solidão nunca foi tão solidão.
Onde a dor nunca doeu tanto.
Onde o medo nunca foi tão devastador.
Onde a mentira nunca foi tão aparente.
Tenho mais de meio século de vida e quase 40 anos de carreira.
Vi que sou descartável, obsoleto talvez.
Que não sou mas parte do jogo.
Dói isso. Como dói isso.
Uma dor aguda, intermitente que não sei como curar.
Nunca me vi tão sozinho, tão abandonado. Logo eu que nunca deixei minhas amizades sofrerem. Nunca deixei meus amigos serem vencidos pelo medo, pela solidão pelo desprezo.
Gente é muito chato sentir o que estou sentindo.
Nem quando criança senti tanto medo assim.
O que fiz para que isso acontecesse?
Certamente culpa eu tenho para que os amigos tenham me abandonado.
Fogem como se eu tivesse lepra ou coisa parecida.
Mas é assim que as coisas são. Rei morto rei posto. Viva o novo rei.
Saio pela porta dos fundos.
E plagiando minha amada e saudosa mãe escrevo o que ela sempre me alertou. Dizia ela: filho para conhecermos os amigos é necessário passar pelo sucesso e pela desgraça. No sucesso, verificamos a quantidade e, na desgraça, a qualidade.
Adeus né?

Professor Galvão
Inserida por galvibest

O bonito me encanta,
O sincero me fascina,
O bom me encoraja,
O ruim me assusta,
O amor me cativa,
A luta me convida,
A vitória me espera.
E você...
Bem, você eu amo.

Professor Galvão
Inserida por galvibest