Moradia

Cerca de 75 frases e pensamentos: Moradia

poemas nosso pais

nosso pais ,
nossa moradia,
nosso campo,
nosso alegria
nossos rios,
nossas florestas,
nossos campos
nossas matas que ainda nos resta

nossa natureza com tanta beleza
nossa matas verdes,que nos da tanta certeza
que nosso brasil querido e rico por natureza
eo homem por sua ganacias,aos pouco vai se acbando,
para quem ama esse pais isso causa muita tristeza,

nosso pais,nosso rincao
nossas culturas, desse belo chao
nossas serras,junto nossas planisse
mas se nao preserva,nossa maior riquesa
nosso futuro sera nossa tristeza

como sera nosso futuro,
como sera o amanha
como sera que vai acontecer,
a natureza chorando,ao anoitecer
a poluiçao cada vez aumentando
eos rios seco sem um pingo de agua
para os seres sobreviver
,

indio44

Guardai vosso corpo que é moradia de vossa alma e alimente a mente que nos conduz ao caminho da sabedoria e do bem maior.

PattyPosh

Onde eu estiver viverei em seu coração fazendo moradia para com carinhos estar em plenitude;
O impossível pode sim tremer com o amor em nossa direção comandando nossos passos;
Com olhares que falam dos verdadeiros sentimentos, fazendo o milagre acontecer e desfazendo em uma relação pouco confiável que com fé se torna a força da felicidade;

Julio Aukay

Eu gostaria de fixar moradia em qualquer lugar onde o pensar ainda é visto como um ato de clareza e intenção de continuar a infindável busca pelo melhor da Humanidade.

L. L. Santos

Deixa eu brincar de amar para viver à realidade de conquistar o coração e fazer moradia;
Toda palavra merece atenção, toda palavra tem o seu por que;
Eu olho o seu outro lado sem nunca ter a razão de chorar por não ser amado;
Cuide do que é seu sem divisão para não haver nenhuma confusão;
E queremos que nossas vidas siga adiante sem nunca haja desistência e sim haja o achar;
Meu coração a quer para seguir a frente sem obstáculos que nos faça ter dúvidas;

Julio Aukay

Se importa se eu pegar minha bagagem e arranjar moradia em seu coração?

Paula Marix.

Esclareça alguma solução na qual eu consiga transpassar as defesas do seu coração e faça moradia para toda a vida;
Te amar não se faz esforço algum e sim um prazer colossal para os meus sentimentos que sabe bem o que faz para te satisfazer;
Eu posso até lhe jurar amor eterno para tirar-te do canto e afastar a solidão que tenta se embrenhar em seus passos;
O prazer de te ter é o perigo de sempre pensar em você com o melhor do meu querer, portanto não me impeça de amar você;

Julio Aukay

Dê-me a chance de fazer moradia em teu coração: vou agora te provar do que sou realmente capaz com os meus inexpressivos trejeitos desse pobre coração;
Para sair dessa tola rotina crio uma busca cega por palavras que decifrem os teus segredos mais ocultos que movem a minha curiosidade;
Vi as vertigens que seus sentimentos deixaram subentendido entre o fogo da paixão dilacerando meu coração de saudade;
Entre a melodia que a musica ecoava o fato surgia por entre grãos de desejos, sentindo a respiração contínua em silêncio;

Julio Aukay

Já faz mais de um mês q vc se foi, a saudade fez moradia no meu peito, sinto tanto a sua falta, msm no meio de todos me sinto sozinha, sinto falta das nossas brigas, e tbm das reconciliação rs eram tantas neh, mas nunca ficamos um dia se que sem falar, ficaram tantas coisas sem ser ditas, perdemos tanto tempo afastados um dos outros, meu amor q falata estou sentindo agora, Eduarda esta aki só crescendo, jja sabe toda nossa história, sei q vc esta sempre aki cuidando de nos, nein tivemos tempo de nos despedir, queria um abraço dakele q vc gostava, lembra quando pedia pra segurar suas mãos? Segura nas minhas agora... Me ajuda a superar, me ajuda a fica bem pra nossa filha... Vc vai ta sempre aki CMG, te amo meu BB....saudade pra sempre.....

nosy

Um canto insano, onde ninguém nunca conheceu, onde a moradia é inabitável aos demais. É uma cabana fechada, sem janelas, sem portas, sem luz, sequer o cantar dos pássaros de dia e as corujas de noite, transcorre o pitoresco calabouço.
Não havia nada de belo ao redor, somente lama, sujeira, um pântano malcheiroso, hostil e cercado por completa negritude. Ao lado, um poço, tão fundo quanto as olheiras da idade...a queda não tinha fim, pelo menos é o que diziam, e ao se aproximar da beirada, era possível escutar os gritos agoniantes da dona sem rosto.
Uma vez invadiram aquele casebre que inalava mistério. Era antes tão bonita, encantadora, todos gozavam da sua acolhedora estadia mas, num momento de descuido, o sujeito inescrupuloso havia colocado os pés imundos no chão de cera, destruindo tudo o que era de valor pela frente, memórias riscadas e apagadas e toda uma vida roubada. As chamas de raiva era tamanha que logo começou um fogaréu, perdendo o que construíra, desequilibrando e corroendo o interior já apodrecido, sem cessar...fugazmente.
Deixou exposto a uma noite de tormentas, dejetos de um passado nebuloso, que pairavam sob aquela natureza mórbida, e não...não iam embora até infectar por inteira.
Sem cuidado ou seguro algum, é uma daquelas construções em que ninguém se atreve a passar perto, a adentrar, a entender.
Muitos tentaram destruir com a desculpa de que era aquilo um desperdício, algo inútil, sem atrativos, mas os segredos que circulavam segurava forte como vigas.
Não há lapso sequer de alguma humanidade...deve ter sido desligada juntamente com o brilhantimo de uma luz fraca.
Havia tanta velharia guardada, que os ratos começavam a roer...remoendo...extinguindo...tão massantemente.
Entre uma jaula ao ar livre e uma prisão de sete paredes. Entre o mundo lá fora e a própria fantasia dentro.
Porém, em contraposto com o macabro singelo, é um cafofo que tem algo belo, de uma forma grotesca e sem sentido; quisera que excitava, e muito, os olhares curiosos de quem ali se atrevia.
São, sem cogitar ou duvidar, andares incompreendidos.
Localizada num lugarejo inóspito, de difícil chegada e improvável saída.
Com incontáveis buracos, pedras agudas e montanhosas estradas, tantos acabavam por abandonar...dao meia volta e seguem rumo a rua lugar nenhum, na avenida escolha fracassada.
Tetos que proliferam melancolia, pinturas bizarras de uma palhaça tristonha...um casarão de cultura sádica e um único porta retrato que mostra a felicidade vivida tão efêmera dos dias simples de um amor completo.
Não está para alugar. Não esta á venda. É somente uma morada tentando se manter em pé, apesar das previsões imprevisíveis do TIC TAC chamado tempo.

Benni benvenuti

O jardim que eu cultivo.
... Tu habitas.
Porque só dou moradia ao amor verdadeiro.

Goretti Mello

um povo que destroi a única moradia que conhece no universo, e ainda mata seus semelhantes por razões futeis e ridiculas, só tem uma palavra para definir a raça humana, primitivos

ggg

O que eu não faria pelo prazer da sua companhia
Que em meu peito faz moradia
Sinto saudade do brilho dos seus olhos
Da luminescência do seu sorriso
Da excitação da sua alma clarinha
De nossas conversas tão atemporais
Você transita nas estradas do meu coração
Me tira a razão
Sobrando só emoção
Anestesiado nessa paixão
Onde quer que você esteja
Sempre leva meu coração

Aislan Fonseca

Confortável Exílio

Em meio a minha covardia,
Fiz de ilusões moradia,
Pra fugir da dura realidade.
Sou nada mais que um animal indefeso,
Preso aos meus meros instintos,
E a discursos sucintos...
Me escondi em uma redoma,
Temendo os horríveis sintomas,
De um mundo que padece.
Criei uma armadura,
De temível criatura,
Para enfrentar os meus medos...
Permaneci camuflada,
Fingindo ter sido criada,
Com o mesmo cinismo de outrem...
Por fim cansada e aflita,
Com minhas forças já finitas,
Entreguei-me a solidão,
Ela nunca me foi falsa,
Nunca foi uma omissão.
Agora vivo em meu mundo,
Pacato, porém fecundo,
Nele os sonhos brotam sem medo...

Me perdoem a inconveniência,
Mas o mundo não merece complacência,
Prefiro o ostracismo...

Stéfani Agostini

As paredes deste sistema estão se fechando, a nossa moradia viva esta se derretendo. Quem se importa? Nós seres humanos? Jamais! Seguimos de pé com uma única motivação o egoísmo.

Lupe Dutra

Pense antes de despedaçar um coração, pois você pode estar no interior dele fincando moradia;

Julio Aukay

Construção

Tijolo,
sobre tijolo…
se constrói
a sua moradia.
Sonho,
sobre sonho…
se alcança o infinito.

Dayse Sene

Eu só quero uma casa simples com uma pessoa simples. E fazer da nossa vida simples, a maior moradia com nossas bagunças fora do comum, nosso jeitinho de colocar tudo no lugar. Só quero isso, ter a simplicidade, de ter você. A simplicidade, de sermos nós, mesmo se tratando de você e eu, que sabemos, que não somos tão comuns assim, aliás, não somos nada, fomos, e fomos bem gostoso. E discreto.

Stéfano Avelino

O verdadeiro amor é vão

Surge,
fura,
entra.

Faz moradia,
constrói o lar.

Dá-te um travesseiro,
te cobre com o lençol dele.
Diz umas palavras bonitas pra gente gravar na memória
e doer depois.

Dorme,
acorda,
ama.
Come,
vê tv,
ama mais e outra vez.

É casa, é morada
Mora-se no sentimento,
naquilo que foi projetado.

Fura de novo
e entra mais
mais
mais
mais
ais
ai
e
sai.
Vai.

Fica
o que foi projetado
o que foi lar
o que foi lençol
o que foi junto
o que foi palavra

Fica
o que virou buraco,
quando só existe a falta

Fica
o que foi amor
.
.
.

Surge,
fura,
entra.

Acolhe,
acrescenta,
mora.

Estraga,
bagunça,
dói.

Vai embora.

- e a gente espera a hora
em que vai começar tudo outra vez

Aline Mariz

A moradia na emoção é o botão de liga/desliga de uma alma incendiária.

André Anlub