Mito da Caverna

Cerca de 10 frases e pensamentos: Mito da Caverna

O Mito da Caverna

O mito fala sobre prisioneiros (desde o nascimento) que vivem presos em correntes numa caverna e que passam todo tempo olhando para a parede do fundo que é iluminada pela luz gerada por uma fogueira. Nesta parede são projetadas sombras de estátuas representando pessoas, animais, plantas e objetos, mostrando cenas e situações do dia-a-dia. Os prisioneiros ficam dando nomes às imagens (sombras), analisando e julgando as situações.

Vamos imaginar que um dos prisioneiros fosse forçado a sair das correntes para poder explorar o interior da caverna e o mundo externo. Entraria em contato com a realidade e perceberia que passou a vida toda analisando e julgando apenas imagens projetadas por estátuas. Ao sair da caverna e entrar em contato com o mundo real ficaria encantado com os seres de verdade, com a natureza, com os animais e etc. Voltaria para a caverna para passar todo conhecimento adquirido fora da caverna para seus colegas ainda presos. Porém, seria ridicularizado ao contar tudo o que viu e sentiu, pois seus colegas só conseguem acreditar na realidade que enxergam na parede iluminada da caverna. Os prisioneiros vão o chamar de louco, ameaçando-o de morte caso não pare de falar daquelas ideias consideradas absurdas.

Platão

Mito da Caverna x Sociedade Atual

O mito da caverna ainda se faz valer.
Tem muita gente condicionada em seus padrões de pensamentos limitados e que não faz a menor questão de enxergar a infinidade de possibilidades disponíveis.
E tem mais, não tente mostrar isso aos que estão aprisionados, porque a grande maioria deles ainda ficará contra você.


Paradigmas 1 x 0 Novas Possibilidades!
É uma triste realidade.

Lilian Roque de Oliveira
Inserida por lilianroque

O mito da Caverna!!!

Anônimo ser, ser que se oculta
oculta da história, oculta da memória
memória que se acaba
por fim se reinicia
memória que se lembra das frases que dizia


Anônimo que morreu
morreu e renasceu
por memórias exprimidas
nasceu seu apogeu


seguiu-se um raciocínio.
Platão que dizia!
Aonde está escrito??
Escrito na memória
memória infinita
nas folhas que registras as belas poesias.

Rodrigo Leles Santana
Inserida por rodrigoleles

"O Mito da Caverna de Platão" nos arrebata ao transcender e encontrar a própria vereda, esta que é particular e, se a fizer conhecida serás rechaçado.

Paulosantucci
Inserida por PauloSantucci

O MITO DA CAVERNA

REAL NATUREZA
ALGUNS OLHOS VEEM SOMBRAS
OUTROS A BELEZA.

Daniel Brito
Inserida por DanielBrito41

P - Qual sua interpretação do mito da caverna de Platão?
R - Todos falam em mito da caverna. Eu prefiro falar em alegoria da caverna de Platão.
A alegoria da caverna do filósofo Platão se presta a muitas aplicações da nossa vida. O fundamental da alegoria é que há mais coisas além da nossa percepção sensorial. Somos escravos dos nossos sentidos. E para conquistarmos a liberdade obtida pelo escravo que escapou da caverna é preciso começarmos a desconfiar de nossos sentidos. A caverna de Platão é o planeta em que vivemos. A medida em que vamos educando nossos sentidos vamos percebendo evidências de outra realidade maior existe além das aparências materiais que nos cercam. O mito foi proposto para mostrar a evidência do mundo espiritual além dos nossos sentidos. Todos que neste planeta vivemos somos escravos dos nossos sentidos que nos mantêm sujeitos a diversos tipos de preconceitos. Domar estes sentidos e consequentemente os preconceitos derivados deles é conquistar a liberdade. Como fazer isso? Utilizando o método do filósofo Descartes. Fazer da dúvida um hábito. Não crer nem descrer de qualquer afirmação, mas analisá-la com seriedade e com frieza, não importando quem a fez. A dúvida é chave para se escapar da prisão no interior da Caverna pessoal em que estamos presos.

https://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20140511112611AASxzUs

Carlos in Yahoo Respostas
Inserida por EmOutrasPalavras

P - Qual a relação entre o mito da caverna e os dias de hoje? Sociologia?

R - Os brasileiros em sua maioria vivem o mito da Caverna. Na parede da caverna dos brasileiros é projetado de tempo em tempo imagens luxuosas do carnaval com suas escolas de samba no Rio, quase todo dia uma partida de futebol, e diariamente histórias irreais e alienantes nas novelas da Globo e da Record fazem a cabeça de muitas pessoas, além de pastores evangélicos fazendo e prometendo para um grande público um mundo fantástico que não existe. Os poucos brasileiros que escapam dessa trama arquitetada pelos donos do dinheiro, procuram em vão acordar os demais brasileiros para a realidade e buscar a educação. Tudo em vão. E o Governo que devia dar apoio a esses brasileiros que escaparam da Caverna da ignorância, ao invés disso promove mais ignorância para o povo, com a nítida intenção de mantê-los no cabresto sob seu governo. E onde entra a sociologia nessa história? Penso que a sociologia, caso coloque em prática o que prega, poderia dar a esse número imenso de cidadãos ignorantes, uma poder maior de participar da educação que é oferecida à minoria, quer pelo custo, quer pela oportunidade. A Educação e a vontade de implementar os conhecimentos adquiridos podem dar um basta à escravidão dos brasileiros na Caverna, levá-los para fora e mostrar a eles que o mundo é muito maior que imaginam. E livres de seus preconceitos e conscientes da importância que têm passarão eles a exigir do Governo o que lhes é de direito, uma vida melhor para todos.

https://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20140512092619AAEvSYU

Carlos in Yahoo Respostas
Inserida por EmOutrasPalavras

"Mito da Caverna!
Jovens entre 20 e 30 anos, vocês pertencem a geração do governo atual de São Paulo,.
O que tem sido oferecido por este governo hipócrita e medíocre, a toda a população por 20 anos?
Hoje este mesmo governo ataca os jovens de todas as formas, com policiamentos contra manifestações, com leis que criminalizam Jovens menores, esse mesmo jovens que são a geração dos mesmos, os jovens que eles criaram, agora o governo tem de engolir mesmo, comer o prato que sempre deram a nação.
Vejam que a manifestação não era tão somente contra o governo do Estado, mas contra o partido da própria cidade que são opostos.
A manifestação era contra o que não conseguimos tanto suportar, os mandos e desmandos de toda uma política suja, nojenta, que favorece os que estão com os mesmos.
Bendita seja a caverna de Platão, que desde a 400 anos A.C., afirma que, quem quer estar fora da caverna e encontrar o sol, paga um alto preço.
Os jovens apenas saíram da caverna que todos nós estamos vivendo, apenas de costas para a verdade, a lealdade, a ética. Somos um povo moribundo que vivemos acorrentados por um sistema que nos oprime a permanecer cativos. Somos todos prisioneiros do Mito, e quem lutar por uma democracia e não imitação da mesma terá de entender que o preço pode sempre ser alto de mais. Serão os loucos da nova era." Ivan de Oliveira

Filósofo Ivan de Oliveira
Inserida por IvandeOliveira

" Voltamos para caverna das sensações"

Anderson Tenorio
Inserida por andersontenorio

Enfim consegui me soltar, não conhecia nenhum sentimento, sensação, mal enxergava a escuridão a meio metro de uma das paredes daquilo que depois me disseram ser uma pedra.

Ao sair uma luz intensa me cegou, depois de minutos fui reconhecendo algumas daquelas "coisas" que passavam diariamente e fazia sombra no local onde estávamos, já sabia que não estava só naquela caverna.

Consegui me ver, enfim, e os que vinham e passavam por mim tinham um semblante que não sei explicar. Passavam apressados o império estava em guerra, ouvia gritos ao longe.

Guerra? O que é isso? Pensei sem nem saber o significado das palavras. Aventurei-me um pouco mais e me aproximei de umas pessoas parecidas comigo, eram chamados de sábios e a escola de filosofia era muito importante. Não entendi, não sabia nada, nunca sentira essas sensação, mais da intuição do animal que existe em todos comecei a tomar algumas coisas como padrões, feições sorridentes chamavam de "felizes", nesse pouco tempo vi o que chamavam de espadas não soube a priori do que se tratava, muitos eram chamados de soldados e tinham um semblante sério, os que como eu estavam amarrados eram chamados de escravos, esse pouco tempo do lado de fora foi devastador.

Não entendi poque nos trancaram naquela caverna, mais algo me chamou atenção, ao longe um homem em cima de um cavalo tinha em uma mão uma espada e noutra a cabeça de um ser semelhante, senti algo estranho, um homem com a cabeça de outro como troféu escorrendo sangue nas mãos gritava "Alexandre conquistou mais terras!!!". Um velho alegrou-se da boa noticia, chamavam ele de Aristóteles, eu não entendi nada.

Voltei para a caverna de onde sai para espiar, nem contei aos outro o que vi, a vida ali era uma eterna paisagem de sombras, meus olhos acostumaram novamente ao ambiente, a caverna era escura, tinha barulho, sombras estranhas, mais ali não tinha o mundo e as loucuras das conquistas.

Continuei solto mais preso dentro da caverna do velho Platão, fiquei preso dentro de mim, o que vi não sabia descrever mais todos sabem, vi um hospício a céu aberto.

#s3b4h

s3b4h
Inserida por s3b4h