Idade da Loba

Cerca de 3 frases e pensamentos: Idade da Loba

Coração Traiçoeiro

Dentro do seu quarto , deitada em seus lençóis macios de seda branca Korina se espreguiça lentamente fazendo seus músculos jovens e fortes saltarem no corpo.
Abre os olhos seu olhar está languido e doce.
E num gesto característico de sua mãe ela se levanta deixando a camisola cair ao chão ,
expondo seu corpo nu como veio ao mundo. A Senhora de Hades caminha pelo quarto em busca de algo que acho que nem ela mesmo sabia o que era. Ou espera...
Se aproxima do criado mudo e visualiza seu celular, nenhuma chamada, nenhum recado....nada, ninguém.
Num suspiro ela o joga sobre a cama e segue para o banho.
Quando sai já vem com um andar mais seguro e passa pelo espelho simplesmente o ignorando.
Abre o armário e pega um vestido vermelho de linho e seus sapatos cor de uva.
Solta os cabelos que ainda serão penteados pelo seu personal hair ... chama seus cães e eles entram de imediato.
- Quero meu café no quarto!
Seu café já chegou senhora, responde um deles. Que providencia colocar na mesa que fica na ante sala.
Korina sentasse e quando vai se servir seu celular toca, fazendo-a derramar a xícara do café.
Seu coração dispara e ela atende sem olhar o número.
-Bom dia menina Korina!
-Mister Gordam?!?!
-Porque a surpresa? Te atrapalho?
- Não, não,não...quer dizer, uma surpresa sim mas...
-Quero te ver hoje, almoçamos?
A voz de Korina quase não sai... a emoção está a flor da pele, seu desejo por Mister Gordam é crescente e quase explode de alegria ao dizer sim.
Chame o personal hair, ordena aos seus cães .
Adentra a suite , fecha a porta e solta suspiros e gritinhos de felicidade.
Olha para o espelho e pede desculpas a mãe.
Me perdoe mãe, este homem não deve ser meu pai, não pode ser meu pai!!
Estou apaixonada! O que faço?
Abraça a almofada que está sobre sua cama e e se joga sobre ela sorrindo enquanto lagrimas correndo dos seus olhos.

Diário da Idade da Loba
Inserida por katiacristinaamaro
1 compartilhamento

Idade da Loba

(...) Em particular para mim
é a melhor das idades, mulher
realizada, envolvida em um aroma
suave de flores, mergulhada num mar de
felicidade. Esculpida pelas mãos do criador,
um charme de pura beleza. Banhada pela
brisa suave da natureza. Mulher, menina
Trás em sua alma lembranças que sempre
serão eternas de momentos vividos de
calma e paz. Sem você a felicidade não
existe, traz em sua essência segredos
e mistérios que todos querem descobrir.
Conte para mim seus segredos, que
comigo guardarei, seus mistérios a ninguém
vou revelar... Me diz como é esta mulher Loba,
deixe me despir tua alma, seja minha Loba.
Pois a vós do meu coração diz que quer te amar...

Lobo Apaixonado

_____________________Eliana Angel Wolf

Eliana Angel Wolf
Inserida por ElianaAngelWolf
1 compartilhamento

Idade da loba

Duas amigas balzaquianas, no auge dos seus trinta e poucos anos, pensavam no que fazer quando chegasse à idade da loba. Para quem não sabe, essa idade começa aos quarenta e dura aproximadamente até os sessenta anos. Essas duas diziam que essa fase da vida é maravilhosa, e que a partir daí, os seus planos seriam desenhados entre diálogos e mais diálogos, veja:

— A maturidade que nos aguarda é maravilhosa, esse envelhecimento não nos fará mal algum, os nossos filhos já estarão criados, os valores familiares muito mais aprofundados, aí poderemos então, pensar um pouco em nós mesmas – disse primeira.
— Viajarei bastante, buscarei novos amores, eu disse “novos...” A idade da loba vai bater fundo na minha sexualidade e não perderei tempo – respondeu a segunda.
— Quanto às ideologias, elas devem ser deixadas de lado em nome da modernidade. Hoje as mulheres de sessenta se equiparam as de quarenta da minha época de criança. Elas são muito mais voluntariosas, usam biquines nas praias, pulam de paraquedas, fazem aulas de dança, curtem a noite, e algumas, além de trabalhar estão voltando para as universidades. Essa mulherada não está vacilante, age em qualquer área que se possa pensar – afirmou à primeira.
— Isso é mágico! Veja quantas oportunidades à vida oferece depois de termos curtido a maternidade e criado os nossos filhos. Alcançaremos tudo o que quisermos, e com muito mais rapidez do que no tempo de jovem, pois não desviaremos dos objetos de desejo pretendido enquanto não os conquistarmos – disse a segunda.
— E a vantagem de ser madura faz com que saibamos pisar nos terrenos mais íngremes e tortuosos. Estudaremos cada centímetro a ser conquistado, enxergaremos de longe as intenções dos corações dos que se aproximarem, e decifraremos se os gestos são de gentileza ou interesseiros. Seremos como olhos de águia que veem ainda estando longe e alçaremos voos altos em nossas finalidades – completou a primeira encerrando o diálogo.

Podemos então, afirmar que o instinto de sobrevivência nesta fase da vida é maravilhoso, até porque, não se pode subestimar a inteligência de uma fera experiente como as mulheres loba. Dificilmente elas serão enganadas pelos seus corações, as paixões vão aquecê-las, mas não irão tirá-las do eixo. A vivência falará mais alto neste momento e o tédio passará bem longe delas. Pois a mulher quando sábia aproveita com toda profundidade os seus momentos de felicidade, vive as suas nostalgias com alegria e às vezes se permite viajar na utopia. O tomar de decisão dessa classe maravilhosa é sempre contundente, pautado numa sobriedade tamanha para não provocar desequilíbrio no meio em que vive ou esteja casualmente envolvida, seja ele familiar, profissional ou outro qualquer.

Em resumo, a mulher loba tem um coração contrito, apaixonado, sincero e romântico, contudo, não se pode tentar enganar uma mulher dessa e depois voltar com uma desculpa esfarrapada, não vai colar! Essas mulheres se realizam no seu lar, no seu casamento e relacionamentos, mas não são dependentes do sentimento alheio, a sua verdadeira felicidade não está amparada no outro, mas em si mesma, o seu amor é fruto de uma pessoa bem resolvida. Portanto, sendo casada, solteira ou enrolada as lobinhas não dão descanso para vida, elas vivem cada minuto como se fosse o ultimo, com coragem e desprendimento para não estragar as expectativas de cada momento criado, fruto de um amadurecimento vivido, após o período balzaquiano.

Djalma CMF
Inserida por 81024673
1 compartilhamento