Fria

Cerca de 1494 frases e pensamentos: Fria

Nossa casa no lago‏

Vivemos em tempos diferentes, aqui noite fria, aí tempo quente, enquanto no meu relógio são seis horas, no seu já é meio-dia. E nossas noites não são iguais, quando a minha começa a sua já terminou, quando estou dormindo e sonhando contigo aqui, você já está de pé caminhando por aí.
Nossa agenda não combina e nossos calendários não coincidem, enquanto estou na terça com meu escapulário, você já vive a sexta-feira guardando suas roupas brancas no armário. Quando estou sob o signo de câncer em junho, você recebe as influências da constelação de virgem em setembro.Tudo sob juramento e testemunho.
Mas o descompasso ilude quem sobre nós pouco sabe, apesar dos gigantes do universo cavar buracos negros entre nós, tempo e distancia nunca vão ser páreos para a nossa paciência. Pecamos pela carência, mas somos invencíveis pela nossa sensibilidade.
Sabemos que a distancia entre nós é só um detalhe e que o tempo é só uma das muitas circunstâncias da eternidade.

André Luiz Aquino

"A pessoa fria que você enxerga hoje, um dia já foi machucada bastante. Esse é o resultado final das escolhas mal refletidas que você faz no presente."

flavia fontes

Nada dura para sempre... Nem mesmo a fria chuva de novembro.

Guns N' Roses

"SENHOR"

Senhor, nesta noite fria e chuvosa.
Tudo o que eu sou devo-te a ti.
Nas tuas mãos eu descansarei a minha alma
O meu coração eu vou entregar-te
Meu mundo está bem seguro nas tuas mãos
E eu sou tua agora e para sempre
Sim eu creio em ti, eu pertenço-te a ti.
Tu és razão do meu viver e a razão do meu louvor
Tudo o que sou é para, adorar-te Senhor.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca.

A Paixão me queimou, fria e cruel. Me deu uma surra de ilusão, tola que fui, apanhei, nenhum golpe eu revidei... desgraçada. Um dia, na sarjeta do meu coração, veio em minha direção um melindrado desalmado. Ele que só entendia o que é razão me inspirou algum cuidado, então eu lhe dei a mão. Minh'alma toda machucada, de amar sem ser amada reencontrou a sua sina. Nos seus olhos de um triste castanho claro eu me vi, inteirinha a te olhar, um olhar que só fita à quem se quer bem. Me diga, quem na vida acredita que um homem possa amar? Dividimos a mesma rede, alguns beijos e um breve sonho de felicidade. No caminho primaveras, quaresmeiras e maravilhas, a brisa da matina me achegou até seu colo, um sorriso e uma piada que ainda trago no canto da boca. Foi tão real, mas era só carnaval. Desilusão mais canalha que ilusão, e você me deu as duas, se dissipando na escuridão. Não há ninguém mais sozinho do que aquele que quer ser meu e seu também. Eu quis ser só sua, seu amor dos pés à cabeça e no topo do seu ser dei de cara com a razão, insensata a me conter. Um convite que dessa vez não aceitei. Alguém aí já sorriu na solidão? Sei não. De saudade eu não vou morrer.

Fabi Alencar

Naquela manhã fria ela olhava para o céu e sorria, via que havia uma razão maior para ela estar ali de pé, olhando para aquele céu azul, com o vento em seu rosto, e essa razão maior era Deus.

Juliana Souza - Ao cair da noite

Se sou fria eu machuco as pessoas. Se sou sensível elas me machucam.

Desconhecido

Era 8 de julho, às 7:00 am de uma manhã fria e gélida de inverno acompanhada pela sinfonia da chuva, molhando lá fora os sapatos esquecidos. As pessoas nas ruas andando com pressa pro seus trabalhos e afazeres, agasalhadas e com seus guarda chuvas, era um festival de cores, sombrinhas floridas, coloridas, pretas, de todos os gostos. Mas naquela mesma manhã, a mesma chuva que molhava as sombrinhas e as pessoas, também molhava o telhado alaranjado de uma velha casa no centro da cidade, de gota em gota caindo no chão e batendo na janela, fazia um barulho suave e embalava o sono da menina, dentro de casa só se ouvia o barulho do relógio, tic tac sem parar, a respiração fraca da garota. Embrulhada pelos lençóis brancos, sonhando com o único que trazia a ela uma esperança, rolava pela cama, espreguiçava-se, e notou que na cama havia uma ausência, ele não estava lá.Podia ver tranquilamente, o tempo fechado, as nuvens nubladas, caindo cada vez mais a chuva, dessa vez um pouco mais forte, a garota, apertando o travesseiro contra o corpo, enrolada nos lençóis, começou a chorar, seu rosto pálido, branco e a pela macia, o cheiro de camomila ainda estava nos lençóis, o frescor da felicidade poderia ser encontrado, mas não, tudo era solidão. Seus pensamentos voltados para ele, voltando a lembrar dos beijos embalados e carregados de sentimentos, de paixão, dos abraços daquela noite envolvida por amor, a garota não conseguia se conter, os soluços ecoando pela casa fazia, chorava ainda mais, lágrimas e lágrimas caindo sem parar dos seus olhos serenos cheios de amor, de tristeza, de solidão. Lembrou-se daquela tarde ensolarada, daquele verão que passaram juntos, deitados na areia da praia, as ondas indo e vindo, as gaivotas pelo ar, a praia deserta, os chinelos jogados, os corpos contra a areia fina, o único barulho era das ondas, eles se olhavam, admirando cada vez mais, desejando ser a única da vida dele, imaginado com tanta força quase se tornando real. Sim, ela o amava, não pouco, mas muito, um amor tão surreal, impossível de descrever, de explicar, só quem sentia poderia entender. A chuva quase parando, ouvindo apenas o gotejar banhando o jardim florido por pequenas rosas murchas, o cabelo loiro recém pintado, bagunçado, as mãos forçando as bochechas rosadas e as unhas pintadas de anil, quebrou o silêncio, saiu em busca de algo ou alguém, vestiu-se com o vestido verde florido desbotado pelo tempo, delicado, cheio de botões rosas, calçou a sandália preta perdido em meio a revistas e roupas no canto do armário, quase esquecido, enxugou o rosto, ignorou o frio e a tristeza e saiu a procura.

Lá fora, quase não havia mais chuva, as pessoas andando se debatendo um contra o outro, cada um com seus pensamentos em algo, nos problemas, nos filhos, nas tarefas, as lojas cheias, pessoas comprando, gastando, ganhando ou comendo, era assim uma manhã monótona, as pessoas fazias as mesmas coisas quase todos os dias, mas não era uma manhã qualquer para a garota. Mas do meio da multidão estava saindo alguém com o rosto conhecido, o cabelo loiro, os olhos negros, vestido uma jaqueta preta, com uma bandeja na mão, cheio de frutas e copos, ela não aguentou a felicidade, os olhos cheios de lágrimas, feliz por vê-lo, por amá-lo. Ele indo ao encontro dela, chegando cada vez mais perto, olhou fixamente aqueles olhos magníficos e perguntou: - Você prefere achocolatado ou café?.

Era apenas uma manhã qualquer, mas os dois ficaram no meio da multidão, se amando, se beijando e se abraçando, eles se amavam, se amavam muito, até demais por sinal e nada poderia separar aqueles dois corações unidos, batendo juntos, em um só palpitar. A chuva voltou a cair forte, molhando os dois abraçados, mas ninguém se importava, eram eles, era amor, era tudo.

Layara Sarti

''Não sou boa em tudo que faço. Sou fria, indiscreta, chata, difícil demais. Sou bipolar até dizer basta, um dia quero sério, outro dia não quero nada, um dia eu choro, outro estou feliz. Vai lá me entender.Meu medo é maior que todos os sentimentos. Mais te confesso quando eu gosto, eu enlouqueço, de amor vira doença, de carinho vira loucura. Quando eu amo, amo intensamente, aliás tudo o que faço é intensamente, só que as vezes faço e não penso. Mais não se assuste, eu sou assim, mais sou feliz ou pelo menos tento. Você vai me conhecer todos os dias mais mesmo assim não vai saber o que eu passo,sinto e acho,então não tente me criar ou me julgar. ''

Bianca Alves Melo

Talvez aquela garota não seja meio grossa, antipática e fria à toa. Talvez ela tenha bons motivos pra ter poucos amigos, não se apaixonar e desconfiar dos homens em geral. Talvez ela tenha sofrido demais no passado e não quer cometer os mesmos erros bobos no presente e futuro, só isso.

luanna

E quando o dia se vai, vem a noite, longa noite que trazes a escuridão, noite tão fria que faz tremer, noite tão quieta que nada se ouve, noite tão escura que nada se vê, noite em que tudo se transforma, que muda de um jeito que não se entende, que faz os sentimentos parecem mais carentes, noite que parece sem esperança, noite que tira o brilho dos olhos ao ofuscar a mente, noite que esconde a solitária lagrima a escorrer pelo mais suave rosto, noite em que sonhamos porque não conseguimos ver, noite em que as cigarras são as musicas que nos fazem lembrar de que ainda estamos vivos, noite em que o orvalho começa a se juntar para tocar o tato que não sabe o que é ser tocado, noite em que a escuridão toma conta, noite essa que não tem lua, noite sem lua a iluminar o céu, mas sei que ela vai voltar como sempre volta, como sempre aparece, sempre iluminando o que já estava fosco de tanto sofrer, lua essa que faz aparecer os caminhos antes desconhecidos, lua essa que trás de volta o brilho dos olhos, lua que brilha no céu mostrando a imensidão que nos rodeia, lua que vens a brilhar para mim, lua que me inspira, lua que é o meu motivo de querer viver, lua que me faz não querer ver o sol, e só saber esperar a noite quando te vejo, lua que imploro que esteja comigo todas as noite, todas as noite que quando ela some, a escuridão toma conta, lua essa que sempre tão linda fico olhando deitado pensando, quando vai chegar o dia em que você iluminara todas as noites, dia que o seu brilhar vai ofuscar todas as outras coisas, dia que a única coisa que vou ter é você, que a escuridão nunca vai tomar conta de mim, dia que nunca mais vou ficar longe de você, dia naquele que eu vou ser seu iluminado, e somente seu, e sei que o seu brilho vai ser somente meu.

Bruno Marques

Morrer:


Que medo é esse?
Que ânsia é essa?
Creio que me encontro fria,
Sem qualquer emoção,
Quase nada em meu coração.
Pela saudade que sinto,
Por esta minha solidão.

Por que estou assim?
Por que triste me encontro enfim?
Por que estou aqui e você ai?
Tantas perguntas em minha mente,
Pareço às vezes uma demente.

Sinto coisas inexplicáveis,
Coisas totalmente improváveis.
Todos querem me entender,
Mas pra quê?
Se nem eu mesmo,
Acredito que isso possa acontecer?!

Saudade que me tortura,
Que me fere, parece sem cura.
O vazio me invade,
Por longe dê ti estar.
O que fazer para amenizar?

Não tenho como respirar,
Por longe de você estar.
Não tenho como comer,
Não existe apetite sem você.
Viver então?!
Acredito que não é possível,
Porque sem você eu só quero morrer.

Niw Durães.

As vezes eu gostaria de ser tão fria e amarga com as pessoas, assim como elas são comigo!

Vanderléia Menezes

Sofredora

Cobre-lhe a fria palidez do rosto
O sendal da tristeza que a desola;
Chora - o orvalho do pranto lhe perola
As faces maceradas de desgosto.

Quando o rosário de seu pranto rola,
Das brancas rosas do seu triste rosto
Que rolam murchas como um sol já posto
Um perfume de lágrimas se evola.

Tenta às vezes, porém, nervosa e louca
Esquecer por momento a mágoa intensa
Arrancando um sorriso à flor da boca.

Mas volta logo um negro desconforto,
Bela na Dor, sublime na Descrença.
Como Jesus a soluçar no Horto!

Augusto dos Anjos

E lá vou eu, passar mais uma noite fria, pensando em você.

Sintoma De Amor (Laura Fernandes)

Eu te quero como o amanhecer do dia..
quero você quente como o sol em noite fria.
quero sentir seu amor sem pudor e com toda ousadia.
quero sentir seu poder de sedução,
quero fazer bater novamente meu coração...
Vem no primeiro raiar do sol, e não vai ao se pôr, fica junto ao meu corpo...
Te quero.

Jorge Anderson

O mais estranho em olhar no fundo dos olhos de uma pessoa fria, é se perceber fitando o vazio.

Wakiria Sousa

Sou fria e calculista.
Pessoas como eu não fazem alarde.
Não soltam palavras ao vento.
Agem no tempo certo e utilizam as armas corretas.
É por isso que sempre acertam o alvo.

Fabiana Paiva

Não torne-se uma pessoa fria, não permita que crie dentro de você o gelo que diminui o teu calor, que te deixa sem tato para as coisas da vida, que esfria teu coração e não te permite sentir emoções levando o mesmo a uma necrose prematura, não esfrie, não congele sua alma, em você existe o calor, a chama da vida que queima gradativamente, que aumenta conforme você compartilha suas emoções, seus anseios seus sentimentos, a vida é um dom, uma benção, não torne-se um enclausurado(a) do seu próprio ser, sinta o calor da chama que existe dentro de você, viva, permita-se viver!

Elberfran Oliveira

Não sou uma pessoa fria, mas eu acho que quando as pessoas se importam demais, elas tem o direito de criar suas barreiras para não se decepcionar com pessoas pequenas.

Gabriela Sousa