Vergílio Ferreira: A alegria do que nos alegrou dura pouco....

A alegria do que nos alegrou dura pouco. A dor do que nos doeu dura muito mais. Vê se consegues poupar a alegria e esbanjares o que te dói. Vive aquela intensamente e moderadamente. E atira a outra ao caixote. Talvez chegues a otimista profissional e tenhas uma bela carreira de político.

Vergílio Ferreira FERREIRA, V., Escrever, Bertrand, 2001.
Inserida por agf