Romain Rolland: Não há inimigos,não há malvados,...

Não há inimigos,não há malvados, não há senão miseráveis;e a única ventura durável consiste em compreender-nos mutuamente para amarmos:-inteligencia, amor- o único clarão que banha a nossa noite, entre dois abismos, antes e depois da vida.

Inserida por mariahdalva