Germana Facundo: A felicidade se encheu de mim, Pobre de...

A felicidade se encheu de mim,
Pobre de mim, corro sempre atrás dela,
Corro tanto que canso,
Mas corro sempre orgulhosa e bela.
E há tanto tempo corro tanto,
E por mais que eu corra,
Não consigo mais achar ela.

Inserida por Anamreg