Letícia Nogara: São tantas as coisas que poderiam me...

São tantas as coisas que poderiam me fazer sorrir nesse momento. Qualquer coisa me faz sorrir agora. Talvez seja pelo simples fato de estar cercada das pessoas certas e por ter esquecido das erradas por um milésimo de segundo. Queira eu que isso não passe de ilusão da minha cabeça, mas sinto que ficarei sozinha por um bom tempo.

Diante disso tudo, vou lhes contar o que aconteceu comigo esta manhã.

Eu o vi. É. Sim, eu o vi. Estava sorridente como sempre, e seu olhar estava quente e cintilante como sempre. Mas o senti diferente. O amei. E senti o olhar dele me amando. Me amando? Queira eu que não seja ilusão da minha cabeça. A paz que ele me proporcionou com um sorriso, me trouxe sorrisos. E o que parecia impossível aconteceu. Me juntei a ele. Sorriamos um para o outro. Sem palavras. Sem falas. Sem pensamentos. E apenas gestos. Ficamos ali por um bom tempo. Só nos olhávamos. E como dizem por aí “um olhar vale mais que mil palavras”, não é?

Não, não é. Queria eu que isso tudo nunca se apagasse. Que a luz no fim do túnel ficasse acesa para sempre, até me juntar a ele em um lugar muito melhor que esse mundo.

Meu coração doeu muito. Minha mente esvaziou. Meus olhos se abriram. E infelizmente, era tudo ilusão da minha cabeça.

1 compartilhamento
Inserida por leticianogara