Júlio Cesar Proença: As vezes me vejo assim... De tanto olhar...

As vezes me vejo assim... De tanto olhar para meu interior acabo estando ausente de mim mesmo...tentando fazer-lhe feliz demais, vejo que sou demasiado limitado... Frase de Júlio Cesar Proença.

As vezes me vejo assim...

De tanto olhar para meu interior acabo estando ausente de mim mesmo...tentando fazer-lhe feliz demais, vejo que sou demasiado limitado, que tramando a felicidade temo a infelicidade...mais machucar-se em um espinho, é valido para sentir o aroma de uma rosa...

Inserida por juliocesarctba