Marylife: NÃO PRECISO DE VOCÊ Saltam as veias de...

NÃO PRECISO DE VOCÊ

Saltam as veias de seu coração amargurado
Latejando compulsivamente espalhando seu ódio
Seus olhos vermelhos pela raiva me acusam numa ira fulminante
Foi você quem quis, não me deram o direito de escolha
Mas... você sim podia escolher entre me amar ou me jogar fora
Até que você tentou se livrar de mim o destino traiçoeiro
Devolveu-me a você como se eu fosse uma mercadoria indesejável
Amor será que sabe o que significa?
Sentiu isso de verdade por alguém?
Não... não pode saber! Não dever nunca ter amado de verdade.
Veja a felicidade bateu em sua porta muitas vezes
E abriu somente para mandar ela embora.

Não pode impedir que eu seja feliz, não quero terminar os meu dias como você
Sem amor, sem felicidade e sem ninguém.
O que me importa você! Não me diz nada
Esta infeliz não é culpa minha.

E sim desse seu coração vazio e maldoso
Não me importa se esta sofrendo nunca se importou
Com o que eu sentia
Nunca esteve presente nos momentos que mais precisei do seu carinho
Uma palavra amiga, para segurar minhas mãos como apoio.

Se estava sofrendo não era importante para você,
Há tive você sim para me condenar, julgar, me humilhar.
Pelos meus erros e meus fracassos e isso te deixava bastante feliz
Agora estas ai no seu mundinho sem graça medíocre
Vivendo apenas por viver, seu único amigo é seu passado negro
Não pode acusar ninguém por isso culpe-se a ti mesmo
O caminho que seguiu e escolheu foi o mais fácil não fazia parte
Dessa sua caminhada Não preciso de você, não quero nada de você.


E não merece nada de mim apenas quero que me deixe viver
Tela-la como a um espelho não podia
Por isso com toda a minha fúria lancei-o contra a parede
Onde seus exemplos se espatifaram em pedacinhos para o chão

Inserida por marylife