Marylife: AMOR DE UMA INSANA. Sentada em um banco...

AMOR DE UMA INSANA.


Sentada em um banco de um jardim
Vi-o, Vendo sua imagem como que,
pirografou em minha mente,
Para nunca mais dela se apagar.

Tentei fugir para bem longe pois
tinha a certeza que minha vida
a partir dai seria um tormento um inferno
Faltava-me a coragem para renunciar a
felicidade ao vê-lo sempre.

Desde esse momento em diante não mais
foi possível retirar de você os olhos
Meus pensamento em você me matavam me
enlouqueciam.
Meu cérebro é um caos, as vezes quero,
coordenar os meus pensamentos.

Mas doi-me a cabeça, tenho medo, náuseas
e uma confusão aterradora domina minha alma
de uma mente doente.
Mas acesa e linda permanece a chama
de meu amor por você.
Um amor de perdição! amor de uma insana
Já sofri demais, paguei todos os meus pecados
agora encontro-o em meus caminhos dolorosos
Sinto que foi você o homem que amei em toda
a minha vida.

Inserida por marylife