Itamar Sarto: Rosa de Hiroshima Flor amarga, que rói...

Rosa de Hiroshima

Flor amarga, que rói por dentro,
Mata a mim e meus filhos.....

Meu irmão te criou,
te fez desde a semente,
te guardou, te incubou,
o mundo amladiçoou.

Tiveste pouco tempo de vida
A semente caiu na terra,,,
em segundos floresceu
e a rosa apareceu...

tão rápida como surgiste
também se consumiu
ninguém te segurou
mas a todos tocou...

O seu pólen espalhou-se
em tempo menor que piscar de olhos
cruzou distâncias incríveis
e tudo se mudou...

Ceifaste vidas como se nada fossem,
foste a pior rosa do mundo
Será para sempre lembrada,
estará na memória guardada..

Tanto quem sofreu
quanto quem assistiu
A todos magoou
pela dor que causaste!

Rosa louca e insensata!
Imbecil e maldita!
Amaldicoado seja
quem ainda te cultiva!

Inserida por itamar