Itamar Sarto: Amor Trovejado na Idade Média.....

Amor

Trovejado na Idade Média..
Exaltado ao ápice no Romantismo...
Apagado no modernismo...
Mas presente no dia-a-dia..
Talvez possa ser chamado de Amor
o que deixo nestas linhas
nestas semi-retas paralelas
que a pena vai preenchendo
o que a mente imagina
ser esse sentimento hialino....
que, se cuidado, brilha....
que, se largado, quebra...
que, se cultivado, cresce...
que, se minado, morre...
Criador de poetas
de paixões eternas
e de tristes desfechos....
quero eu esse amor encontrar,
ao infinito caminhar,
E a paz latente alcançar.

Inserida por itamar