Nana: Nada É Por Acaso A pedrinha do sapato A...

Nada É Por Acaso
A pedrinha do sapato
A calcinha que aperta
A unha que arranha
A cabeça que lateja.
O menino da janela
O cachorro que atravessa
O trovão da tempestade
O aviso da entrada.
A amiga que suspira
A calçada que separa
A corda que arrebenta
A fita que desamarra.
O olhar de negação
O tocar de uma canção
O ardor de uma versão
O amor do coração.
A bandeja que cai
A raiva que esvai
A vagina que contrai
A beleza que atrai.
O cabelo que balança
O caminho que percorre
O fim que se alcança
O desejo que escorre.
A amante do vizinho
A cadeira que amolece
A tinta no finzinho
A vida que anoitece.
O leite com aveia
O passarinho que assobia
O homem que passeia
O remédio que alivia.
A antiga bicicleta
A viagem perfeita
A bebida predileta
A seta que acerta.
O calor da fogueira
O fruto da macieira
O pingar da torneira
O coser da costureira.
A batida que enlouquece
A comida que enfraquece
A menina que esquece
Admiração que envaidece.
O peso do cansaço
O valor do abraço
O frio do aço.
É. Nada é por acaso.

Inserida por Let3000