Quézia Duarte: Paixão retraída, reprimida... O fogo...

Paixão retraída, reprimida...
O fogo que queima, agora amornece e frio se congela a espera...
E contenta-se com o afago de um carinho amigo, retido, nos mais profundos desejos contidos no fundo da alma que se cala...
Tímida, confusa, insegura, acorrentada em suas vãs convicções...
Que em si fenece, padece, enquanto cresce, mas não amadurece!...

Inserida por qduarte