NaNa Caê: Eu escrevo pro vento Pro teto Pras...

Eu escrevo pro vento
Pro teto
Pras cadeiras

Escrevo pra tantas coisas
Tantos móveis
E lugares
Que já não controlo minha vida

O que eu diria então da minha escrita

E assim nada decide o que sai da caneta
Apenas brota
Vai embora
Por sorte minha não volta

Inserida por nanacae