Sozinho no escuro: Meu medo.. Durma, medo meu, que já é...

Meu medo..
Durma, medo meu,
que já é tarde para você!
Em noite de nó na garganta
sua presença não é bem-vinda.
Te escondo em minha alma,
soluço suas dores.
Por enquanto apenas durma
-sozinho em sua agonia-
deixe-me em travesseiro descansar.

Inserida por Daienne