Ananda de Almeida Fonseca: O amor nunca acaba, ele adormece nos...

O amor nunca acaba, ele adormece nos braços da solidão.
Ame mesmo que esse amor seja condenado pelo silêncio. Pois haverá um dia em que o silêncio falará mais alto que qualquer palavra

Inserida por anandafonseca