Laudo Bessa: [ Charme ] Uma delicada fragilidade,...

[ Charme ]
Uma delicada fragilidade,
Como pétalas que não se pode tocar
Pois perderiam sua forma e perfume.
Um sorriso às vezes triste e o olhar perdido em perguntas.
Querendo saber os motivos, dos encontros e, acima de tudo, dos desencontros
Medo!
Barulho precisa de barulho
E segue num ritmo alucinado
Ritmo alheio e não abraçado e,
Sozinha, chora sem ninguém ver.
E assim, em seu caminhar, vai desfilando seu charme
Que agora sei – É fragilidade de um coração que já foi magoado
E nesse charme me envolvo, numa vontade louca de colocá-la no colo.

Inserida por laudoBessa