Julene Andrade: REAPRENDER Ele descia de sua...

REAPRENDER



Ele descia de sua espaçonave,
cumpria sua missão diária
sem medos ou sorrisos.

Nunca questionou ordens.
Não suportava a desordem.
Cumpria seu papel tão fundamental.

Alimentava-se da ração,
vestia-se de coragem...
Sem nenhuma informação desnecessária.

Recebia sua sina
com orgulho...

até o dia que foi ao Sol.

Daquele dia grande em diante...
sentiu-se tocado pela claridade.

Ao terminar
não bateu cartão.

Ao chegar em casa...
beijou sua mulher,
abraçou os filhos.

Resolveu mudar de profissão,
passear aos domingos,
ver o por do sol
sentado na varanda.

Quis sorrir. Teve que reaprender.


JULENI ANDRADE

Postado por Andrêina

Inserida por luizcondetorres