Augusto Montor: A cada manhã meus ouvidos procuram pelo...

A cada manhã meus ouvidos procuram pelo som da sua sombra e incessantemente insistem em ouví-la por todoas os cantos.
Fui deixado nesse ciclo que se renova a todos os instantes, o tempo me diz que tudo será reconstruído dentro de um certo tempo,mas mal sabe ele que os meus dias estão contados e que em pouco tempo, ao contrário do que as sua leis dizem, eu me acostumarei com o som dos ponteiros do relógio me dizendo que as coisas sempre serão assim. Infelizmente só nos restam as lembranças que nunca irão nos deixar, e para sempre esses fantasmas irão aonde eu for.
Isso se chama vício, bem vindo ao meu mundo.

Inserida por augustomontor