Deise Silva: Refújio Caminho por lugares distantes...

Refújio

Caminho por lugares distantes
Passo por universos paralelos
descubro novas sensações
Preciso construir meu propio mundo.


Parada no meio do fogo cruzado
Ouvindo pensamentos insensatos
Me espanta tanto descaramento.


Vivo em em meio de pessoas
Mas estou certa que os olhos
De cobra me ceguem.

Não temerei tal ser rastejante
Que durante toda jornada
Respira poeira
Tenho meu antídoto
Sentirei as picadas
Porém subtrarei o veneno pois ele
Me fortalecerá

Estou cercada por um muro
De concreto com rachaduras
E minha fúria o botará abaixo
Livre voarei para o céu Azul


Com meus tesouros nas mãos.


E a cobra que me percegue
Terá sua cabeça em baixo de meus pés.

Inserida por DeiseSilvaOvento