Lausanne Gonçalves: Ao tirar do meio ao pó, Os poemas que...

Ao tirar do meio ao pó,
Os poemas que um dia me escrevestes,
Aconteceu-me algo estranho,
Muito difícil de entender,
Era como em um sonho...

Pareciam que as palavras alí escritas tinham vida,
e também falavam, falavam de amor...
E assim tão terno, tão meigo
Percebí que o que alí estava
fora escrito com o coração,
inspirado por uma alma louca e cheia de paixão.

Sentí meu corpo estremecer,
abaixei meu rosto,
envolví-os com minhas mãos,
pude então entender,
ninguém na vida me amou tanto...
Não tanto quanto você.

Cada palavra que eu ali lia,
em meu rosto uma lágrima brotava,
me perdoe se não soube entender...
Pois no AMOR eu não acreditava!

Inserida por nannyfile