Patrícia Casavelha: Me olho no espelho e em meus olhos...

Me olho no espelho e em meus olhos procuro respostas às perguntas
que não me atrevo fazer a ninguém. Mas não encontro respostas, encontro
apenas minha alma tão inquieta quanto meu coração que neste momento pulsa
com a força de ondas numa tempestade. Quero colocar em palavras o que sinto
mas não encontro tradução para meus sentimentos, não existe forma para concretizar
verdades que somente eu acredito, e que o mundo ignora existir dentro de mim. Às vezes
voar é o que mais desejo, contemplar o mundo por outra perspectiva trará novos sonhos,
novos objetivos e novas realizações. O mundo das pessoas consideradas normais é
limitado, que haja em mim sempre algo de louco e perdido, que paire entre o perverso e
o inocente, consciente e insano. E que não haja limites nunca para sonhar.

Inserida por Patyneri