Erlan Ribeiro: Brindo a vida, Brindo a casualidade;...

Brindo a vida, Brindo a casualidade; excluo apenas a parte fútil das coisas vividas. Salve a inoperância objetiva do discurso ético.

1 compartilhamento
Inserida por erlanribeiro