Erasmo Shallkytton: O AMOR É INSUPERÁVEL Quando a noite...

O AMOR É INSUPERÁVEL



Quando a noite vem chegando,
Prateando com o brilho do luar,
Eu posso mergulhar os olhos,
Na vastidão desta distância,
Mirando no alto da cordilheira pra te amar.

Mesmo que seja uma brincadeira,
De palavras transformadas em versos,
Modificadas no clarão do luar,
Invadindo a abóbada celestial,
Lá... Vão... Letras no teu nome.

Seguindo as latitudes do meu coração,
Decifrando a coloração dos teus olhos,
Amarelos e belos com tanto fulgor,
São os horizontes onde busco,
Com primazia a tua imaginação com ardor.

Retrato guardado na minha mente,
Que floresce num piscar de olho,
Logo, eu vejo a minha... Valéria,
Majestosa com muitas vivacidades,
É a Deusa do meu encanto varonil.

Sorriso que cativa um mundo de alegrias,
Adornando nas minhas palavras e versos,
O verdadeiro doce de uma mulher linda,
Passeando na mente do seu poeta.

Não. Não haverá jamais distâncias,
Entre a lua que brilha na terra,
E os meus longínquos pensamentos,
Que atravessam rios, mares e montanhas,
E vão à certeza do meu direcionamento.

Nem mesmo o céu é tão infinito,
Quando avalio em ti, a tua alma brasileira,
Abrindo a doçura do teu sorriso,
Que encanta a minha paz,
Versando ao teu lado vários poemas.

Assim, posso cantar nos teus charmosos olhos,
A brandura de um poeta maranhense,
Que sabe navegar na pureza desses atrativos,
Longos, leves, soltos e cabelos amarelados.
Na formosura e perfeição de uma mulher.

Nem mesmo o tempo é capaz de deslembrar,
Ou talvez apagar nos porões da vida,
Esse verdadeiro sentimento de amizade,
Que viaja sozinho e invisível nos ares,
Batendo à tua porta com este poema.

É a chama forte que nem os ventos,
Ou talvez com ciclones violentos,
Não serão capazes de mudarem a direção,
Com carinho, vão essas sementes de amor,
Que eu escrevo somente pra ofertar.

Fazendo-te feliz ma magia do sorriso,
Que vibram como cordas de um violão,
E batem intensamente no meu coração,
Sempre desejando trilhões de aleluias,
Felicitando aos lábios de uma diva.

Nem mesmo o sol, a estrela maior,
Será capaz de queimar esse sentimento,
E nem por fogo será assim destruído,
Levando nas asas o nome eternidade,
Que bate agora em mim a saudade.

Inserida por Shallkytton