Gleyci F.: paro.fico remoendo esses sentimentos...

paro.fico remoendo esses sentimentos tão antigos que nem lembro como eles surgiram.isso diminui aquela sensação de vazio que há tanto eu tenho.penso na infinidade de coisas que tenho que fazer daqui pra frente,penso em quantas me serão realmente úteis.mas eu as quero.ah,como quero.quero ao menos não ouvir 'eu fiz tudo por você e olha no que deu' ou 'eu te avisei'.não tem coisa que me deixe com mais raiva do que me dizer 'eu te avisei'.mas eu não quero falar disso.quero falar desses sonhos que a gente constrói de um modo tão criativo e como algum apaixonado,quem sabe,tenta realizar tudo isso.a empolgação,empolgação...e onde fica o sossego?
olho no espelho.aquela imagem de alguém que acredita,acredita,acredita.repete isso várias vezes na mente,pra ver se fixa e acaba acreditando mesmo.tenta acreditar que sonha o próprio sonho,e não o de alguém que diz 'só quero o seu bem'.tá,essa gente grande deve saber mesmo o que fazer,mehor confiar.confiar.confiar.essa gente grande não confia em ninguém.por que diabos eu deveria confiar?mas eu sonho,e vou atrás desse sonho.pra não precisar me humilhar depois,isso é chato.vai ver eu até consigo uma casa num lugar longe de tudo e todos e tenho,enfim,o sossego.sossego.

Inserida por gleycifreitas