Bruno Lopes Maciel de Lima: Arriscar. Nós arriscamos, desde o...

Arriscar.
Nós arriscamos, desde o nascimento.
Quando saimos do escroto do papai, correndo para frente ao encontro do óvulo da mamãe.Sempre adiante.
E o melhor, arriscamos, e por termos chego aqui, fomos realmente especiais, e os melhores (imaginem os que ficaram para trás)...Logo... se nos arriscamos, e fomos os melhores, o que pode nos fazer arriscar aqui, no mundo, na Terra. E não obtermos sucesso?
Tudo, o que pensamos hoje, é dado da sociedade, pelo nosso crescimento,e no fim, não é dado nada.
Então, esqueça de tudo o que aprendeu.
Tente chegar o mais proximo da sensação de correr do escroto do papai, para o óvulo da mamãe.
E vá, arrisque tudo o que puder, de tudo de sí para o seu desenvolvimento.
Não acredite naquilo que ouvir. Pois não conhecem o seu verdadeiro coração. Se nem você o conhece, com o passar do tempo, você o deixou lá atrás. No Escroto.
Procure-se, Interaja consigo mesmo, feche os olhos, e acredite. Você, é de fato, aquilo que acredita ser.

Inserida por Brunoh