Augusto Montor: E quando simplesmente seus olhos se...

E quando simplesmente seus olhos se abrirem, você verá que a chuva não enxarcou o que há de melhor, o seu eu. Porque longe se vai, rápido se corre quando é ele quem está morrendo. Você instantaneamente ultrapassa o limite,o limite do seu eu, nunca previsto antes.

Inserida por augustomontor