Juliane Horn Fenner: LEMBRANÇAS Muitas vezes paro numa noite...

LEMBRANÇAS

Muitas vezes paro numa noite de primavera para pensar e relembrar, relembrar das coisas pelas quais eu já passeo e pensar no que farei a partir daquela noite.
Lembrar dos amigos que continuam comigo e daqueles que partiram, mas que deixaram um pouco de si e levaram um pouco de mim.
Lembrar das festas, bailes e encontros onde nos reuníamos para sorrir, cantar e dançar.
Lembrar dos beijos ardentes, abraços e carinhos dados e recebidos de tantos que passam pela nossa vida.
Esses momentos ficarão na memória, lembranças alegres, com sorrisos estampados nos lábios, mas hoje escrevo essa mensagem com lágrima nos olhos, me sentindo uma formiga diante do amor que sinto por você.

Inserida por jualemoa