Daniella Santos Barbosa: Alma ardente Uma bebida quente Um corpo...

Alma ardente

Uma bebida quente
Um corpo frio
Uma alma ardente
Um coração vazio

Eis um dislumbre
Um corpo a passar
Uma língua que me lambe
E uma mulher a desejar

Noite cinzenta
De loucuras e sofrimentos
De um suor que esquenta
E instiga meus pensamentos.

Inserida por danbarbosa88