André Moraes: Verso a Poetisa Gosto teu ao meu...

Verso a Poetisa

Gosto teu ao meu poetizar
Inspira tão exata intimidade
Sentenciando surreal afinidade
Apegando-me a ti sem hesitar

Aos versos que te faço poetisa
Levo o textual e denso sentimento
Vívido acalento – tal qual regozija
Exaltar da poesia ao momento
Sopro de vida que imortaliza

Inserida por rafaelamonttepaulo