Moana Ahary: Eu acredito na vida, no que ela pode...

Eu acredito na vida, no que ela pode trazer de melhor. Acredito em dias bons e ruins, mas esqueço essa coisa tola de destino. Se hoje eu estou bem, o mérito é todinho meu e não de uma força que encaminha a minha vida, o meu humor e o meu amor. O cruel disso é só saber que se a coisa anda feia, a culpa é também toda minha. Se não era pra ser e eu quis, devo acreditar que Deus me fez pra chegar nesse determinado momento e eu passar por isso? Seria ótimo jogar a culpa do fracasso em alguém, mas se não quero ninguém sendo responsabilizado pelo que faço de bom, não posso desejar ninguém pra ser a minha válvula de escape. Então, toda a minha mania de insistir demais, de não enxergar o prazo de validade, o sinal que já deu, de que eu aproveitei o que tinha pra aproveitar. A minha loucura de querer sempre um pouquinho mais das coisas, das pessoas, dos sabores e das cores. A besteira de não entender o aviso de caia fora, isso tudo é minha tão e única grande culpa. O que me resta disso é aprender a conviver com que há de melhor e pior em mim, não faz o menor sentido em procurar a perfeição, ela não existe.


O que é sensato é aprimorar os meus talentos e me reconhecer humana, limitada, e nem por isso deixar de ser incrível. Por isso, em respeito ao que chamo de meu limite, vou compreender que o nosso tempo acabou, vou partir pra algo melhor. Quero estar disponível pra única pessoa em quem devo realmente confiar: eu mesma. Eu sinto muitíssimo por tudo que ameaçou a ser e não foi, por tudo que poderia ter sido, se a gente tivesse tido um pouco mais de qualquer coisa. Mas, como tudo na minha vida são escolhas exclusivamente minhas, eu opto por desistir e entenda a nobreza desse gesto, nem sempre reconhecer que a coisa expirou pode ser considerado algo fraco, talvez seja o que há de mais bonito em um ser humano: a compreensão de que se deve ir sem determinada situação ou pessoa e continuar a ser feliz mesmo assim. Enfim, em paz, com leveza e sabendo que com ou sem arrependimentos, tudo isso não passa de escolhas que são somente minhas.

Inserida por kielvi