Bruna Bergamo: Vou pegar as minhas coisas, sairei pela...

Vou pegar as minhas coisas, sairei pela porta da frente, e seguirei para o norte com destino incerto. Quero encontrar um lugar que eu possa apenas escutar o som da minha voz, sem ouvir risos e reclamações das minhas toscas e idiotas idéias.
Quero ver o por do sol lá do alto do morro onde as borboletas dançam aquela musica silenciosa que nem eu mesma pude entender a melodia.
Eu vou sorrir sozinha, chorar apenas quando os risos não derem conta de tanta emoção. Quero renascer no tempo, viver novos horizontes e deixar de lado aquela vida privada a quatro paredes.
Quero sair correndo no imenso jardim da vida, sem me preocupar com o que eu deixei para trás, pois de hoje em diante sou só eu e mais ninguém.
As pessoas desapareceram e o ultimo sobrevivente certamente será você.

Inserida por BrunaBergamo