Natália Couto: Um zéfiro toca-me Bastando o mínimo, O...

Um zéfiro toca-me
Bastando o mínimo,
O imperceptível
Para lembrar-me
De ti

O seu sorriso,
Com um leve mistério
Deixava-o mais sereno,
Mais amado

As palavras doces
Que falava-me
Que confortavam-me
Que enchiam-me
De esperança
De um dia,Meu amor
Conhecer-te

Inserida por NataliaCouto