Sara Malheiros Ramos: Uma menina.... Hoje a menina que poupava...

Uma menina....

Hoje a menina que poupava palavras de seu amor, do que sentia; aquela que era sempre movida pela razão. Hoje simplesmente se sente destruída por não saber mais nada e não ter mais certeza de nada principalmente do que achava ser verdadeiro.
Não sabe mais o que é amor e muito menos saber o que sente, só sabe que a dor não esta mais passando. E as coisas já não são mais espontâneas; e o medo da dor que sente cada vez mais vai a afundando sem ela mesma perceber ou saber o que esta acontecendo.
Só consegue saber que cada noite fica mais fria e a dor quase sempre está presente e já não consegue mais achar os remédios para combater essa dor, por que simplesmente não existe. Infelizmente apesar de tudo o que sabe não consegue mais levantar a cabeça, porque mesmo quando tenta a dor tende a ser mais profunda e dói mais do que espera.
Essa menina própria se culpa por não te dito o que deveria, por se calar por causa de um medo antigo, que achava que era o pior medo existente e simplesmente esqueceu do mais importante defender a si própria e não ao seu medo, e no fim de tudo caiu na propia defesa que impunha, na propia defesa que achava necessário.
Essa menina hoje sou seu que deixou se ferir porque baixou a quarda e já não sei como colocar as coisas nos seus lugares tem medo de cada passo porque simplesmente esta sozinha por que já não consegue ouvi a voz do seu altíssimo Jesus.

Inserida por saramalheiros