Micael Santos: Permissão à Vida! Noite de céu...

Permissão à Vida!

Noite de céu nublado
O frio insiste em tocar meu corpo.
Sinto da planta do pé
A sobressair no último fio de pelo.

Breve garoa desce à minha face
E faz-me discernir
O esplendor da natureza...

Assim como gotas medrosas de água
Correm por minha estrutura,
Vejo a origem desta
Numa amplitude praticamente inimaginável.

Objetivos sem fim
Há nesta magnífica grandeza!

- A regar as plantas com leves toques
carinhosos e beneficentíssimos,
Fazendo com que não pereça a
Flora ainda esparzida por sobre a nossa terra.

"Quão lindas são as conclusões
que a vida nos leva a alcançar..."

Quão grave necessita em nossa atitude
A permissão à vida, do dom de existir
E permanecer em existir.

Inserida por micaelssantos