Cládison Claudiano: SAUDADE Por mais que tentasse não se...

SAUDADE


Por mais que tentasse não se esvairia a saudade,
Solidão que queima lentamente enquanto cresce o tempo ao meu redor em dias sem fim.

O passado que não passa, o presente que não chega, o futuro ainda distante, são companheiros do amor que nunca vai embora...

O silêncio ao não ouvir teus passos tornaram-se saudade, quando a lembrança dos meus olhos se recorda do bailado do teu corpo indo e vindo com os pés descalços.
Então fico quieto assim... Extasiado!

Tento ouvir tua voz que não chega... Sinto muito tua falta.

A primeira vez que nos vimos, o primeiro toque, o primeiro abraço, o primeiro beijo, nosso último encontro, tudo vira saudade e tudo aumenta o meu desejo!

O que faz agora?Que perfume ganhou o teu corpo?
O que cobre tua pele macia e tuas mãos, se não as minhas?
Por que miram teus olhos não sei para onde?Ah se pudesse... Eu saberia!

De lembranças e incertezas, sentimos saudades com o corpo e com a alma de momentos inesquecíveis que os olhos não podem ver, em dias e horas intermináveis;

A saudade é o desejo incontido de dominar o tempo, de controlar a própria alma, de recordar momentos, de sentir-se renovado, de fazer saber ao mundo o quanto se ama.
Saudade é o que faz arder o amor enquanto chama!

Inserida por cladison