Mommentum ad Infinitum: O TOQUE DE UM ANJO! Quando viste que...

O TOQUE DE UM ANJO!


Quando viste que minha Fé fraquejava; quando percebeste que minhas crenças eram tomadas pelas dúvidas, Tu ó Grandioso Pai Celeste, enviaste-me um Anjo.
Quando lágrimas mornas escorriam de minha alma, ante o sofrimento causado pela incompreensão de meus irmãos, Tu, ó Grandioso Pai, sopraste em meu ouvido.
Quando as mágoas se tornam feridas, e estas corroeram minha Esperança, Tu, ó Grandioso Pai, Te fizeste alento.
Um Anjo puro veio me visitar. Para que eu não me assustasse, vestiu-o á minha semelhança. Este Anjo tem se feito presente. Todos os dias da minha vida, nos momentos de angústia e de desânimo, também nos momentos de riso, e felicidade, o Anjo aparece.
Dei-lhe o nome de AMIGO. Ele me olha e sabe ler-me por dentro. Nem sempre fala comigo. Quando fica em silêncio, segurando a minha mão, sendo solidário com meus momentos, ainda assim posso ouvir o que ele diz.
Ouço-o dentro do meu coração:
-Levanta-te e anda!
-Chega de preguiça e queixumes, pois nem tudo está perdido!
-Recomece outra vez!
-Você é gigante!
Este Anjo injeta-me paciência e compreensão. Ensina-me a olhar para dentro do meu próximo, ver, na essência dele, a Luz Divina.
O Anjo ensina-me que, mesmo quando pensamos que está tudo perdido, uma nova porta se abre, uma nova Esperança nasce.
Hoje, vim aqui, agradecer a todos vocês, Anjos que o Grande Pai colocou em minha vida. Obrigada por todo crescimento que trazem, por toda sabedoria que dividem, e por todo bem que me fazem.
Suas asas são invisíveis, mas embaixo delas, eu descanso das minhas batalhas.